Atriz de How To Get Away With Murder comenta as reviravoltas da estreia da 4º temporada

Imagem: ABC/Divulgação
Imagem: ABC/Divulgação

 

Continua após publicidade

#SPOILERALERT! Se você ainda não assistiu ao primeiro capítulo da 4º temporada de How to Get Away With Murder que estreou na última quinta (28/09), esteja preparado para spoilers.

Continua após a publicidade

How to Get Away With Murder está mostrando que terá mais uma temporada de surpresas com todo estilo de que a série teve até aqui.

Continua após publicidade

No episódio de abertura da 4º temporada, intitulado “I’m Going Away” (‘Estou indo Embora’, em tradução livre), a história continuou com Annalise (Viola Davis) tentando juntar o que sobrou de sua vida depois da trágica morte do Wes (Alfred Enoch). Mas nem todos estão prontos para simplesmente seguir a vida…

Laurel (Karla Souza), que ainda está grávida do Wes (no começo do episódio!), se torna obsessiva em descobrir o que realmente aconteceu com seu namorado na noite da sua morte e vai com tudo para derrubar seu próprio pai, que descobrimos no season finale da 3º temporada que foi responsável pela morte de Wes.

Continua após publicidade

O site americano ET Online conversou com Karla Souza sobre a evolução dramática de sua personagem e como a história vai complicar ainda mais o destino dos Keating Four, cujos destinos ainda estão em aberto para essa temporada.

ET: No momento do episódio em que Annalise está com todos os estudantes e diz: “Nós temos uma segunda chance”, e por um momento parece que a esperança se renova para esses personagens! Mas não para Laurel, que descobrimos que perdeu o bebê no final do episódio, sem muitas explicações. Como foi para você ler o script do primeiro episódio?

Karla Souza: O produtor Peter Nowalk, me chamou em seu escritório para avaliarmos passo a passo deste primeiro episódio e que seria em torno de Laurel e onde está o bebê. Em vez de ler o script de uma vez, conversamos sobre o que eles tinham criado para o retorno da personagem e toda a trama que a envolvia. Eu estava ansiosa para o que seria! Enquanto eles falavam, eu cada vez ficava mais curiosa, a história ia ficando cada vez melhor e chegando no final ele disse: ‘E você vai acordar e não verá o seu bebê! ’. Eu fiquei triste pela personagem depois de tudo que ela passou, mas ao mesmo tempo, como atriz, fiquei muito feliz com o desafio.

Quando conhecemos a Laurel na primeira temporada, ela era muito tímida, sem destaque, e subestimada pelos demais. Como está sendo para você expandir as faces da personagem?

Essa mudança acontecerá novamente nos futuros episódios dessa temporada, onde de muito tímida, ela levantará a voz para dizer o que pensa, e depois mais quieta novamente. Mas não sabíamos toda a bagagem dessa personagem e agora ela está muito mais exposta. A instabilidade é maior agora que tem um bebê junto com ela. Ela é capaz de muitas coisas e ela vai fazer o que quer, sozinha ou com ajuda de alguém. Ela tem uma missão. Acredito que o fato do seu inimigo nº 1 ser o seu pai (Esai Morales), é particularmente difícil – relação vai além dos laços familiares. Existe uma linha muito tênue entre o amor e o ódio e por isso acredito que a história se torna muito mais interessante do que culparmos os Mahones. Não é de alguém desconhecido, é do seu próprio pai que ela quer vingança. Para mim, tem sido uma experiência incrível ter mais material e bagagem da personagem para a quarta temporada, estou muito grata e contente!

Quando descobriremos o que aconteceu com Laurel e o bebê?

Agora estamos gravando o sétimo episódio e eu ainda não li o oitavo onde acontecerá o flash-forward e explicarão o que aconteceu até aquele momento. Pelo menos vamos descobrir como chegamos naquele lugar, como ela chegou no hospital, como os demais personagens estão envolvidos, e muito mais do que aconteceu naquela noite, o que trará muitas surpresas como sempre, envolvendo todos e o bebê.

Como foi andar pelo set com o a barriga falsa?

Você não faz ideia! Quando retornamos eu estava experimentando as próteses porque tem várias cenas com a barriga e tudo mais… E as próteses são incríveis! É bastante desconfortável, já vou dizer isso, parece que estou usando um corset e suando o tempo inteiro! Mas para esse primeiro episódio, eu estava realmente empurrando a minha barriga! Estávamos gravando e então disse: quer saber? Será mais real se eu realmente empurrar a minha barriga!

Você pode comer o quanto quiser agora!!

Toda essa temporada eu estou: comida, aqui vou eu!

Outra grande revelação foi a Annalise demitindo todos, inclusive a Bonnie. Como será a vida sem a Annalise?

Mudou toda dinâmica e horários das gravações! Nós normalmente tínhamos os mesmos horários durante as três primeiras temporadas e de repente essa temporada temos dias completamente diferentes. Temos muitos mais dias de folga e os dias de gravação são mais exclusivos de cada personagem. Cada um tem uma sequência diferente que vai se unindo aos poucos. É quase como deixarmos cada um seguir um destino, para a Michaela são as preocupações com o trabalho, para Laurel é a vingança e para o Connor e Oliver é o relacionamento dos dois, e se todos querem continuar na faculdade de direito. Cada um tem sua história e mais espaço dentro da série…, mas à medida que as coisas vão acontecendo, eles voltam a estar juntos. Acredito que será muito legal para o público assistir à interação dos personagens com essa estrutura tão diferentes das temporadas passadas.

How To Get Away With Murder continua com episódios inéditos nos Estados Unidos todas as quintas pela ABC