Audiência, Análise de Audiência, Números, Números de Audiência, The Bachelor

Audiência – Análise de 09/03 a 15/03: The Bachelor, American Gods, Empire

Depois de uma semana agitada, temos algo bastante comum no mês de março: calmaria. Num momento que os canais se preparam para receber seus anunciantes nos tradicionais Upfronts, a quantidade de novidades começam a diminuir. Enquanto isso, na TV a Cabo temos cada vez mais destaques, como é o caso do grande retorno de American Gods. Será que foi tão bom quanto a primeira temporada? Vamos analisar. Além disso, também temos uma ótima análise sobre o enorme sucesso que a recente temporada de The Bachelor fez.

Então, conto com a sua companhia, assim como seu comentário. Afinal de contas, é a única forma de continuarmos melhorando sempre.

ABC

Imagem: ABC/Divulgação

No domingo (10), o American Idol foi o programa de maior audiência da noite, apesar de uma certa queda. O reality show despencou 0.4 para um preocupante Series Low de 1.3 no demo. Em seguida, Sharnk Tank também teve uma leve queda de 0.1 para 0.9 no demográfico alvo.

A primeira parte do Season Finale de The Bachelor subiu para uma deliciosa Season High de 2.3, mostrando que a franquia, ainda é uma gloriosa galinha dos ovos de ouro para emissora. O sucesso é tamanho que a Season Finale de The Good Doctor pulou 0.2 para 1.3, uma queda de 0.3 com o final da primeira temporada.

A segunda parte da Season Finale de The Bachelor indica o quão bem sucedida foi essa temporada e a escolha de Colton Underwood como o protagonista deste ano. O propriamente dito último episódio da temporada marcou sensacionais 2.4 no demo, vencendo a noite de segunda-feira com facilidade. Abaixo, eu trago uma análise bem interessante falando sobre o sucesso do programa.

Subindo devagarinho

Na quarta-feira (13), as comédias retornaram após uma semana de folga. The Goldbergs ficou estável em 1.1, enquanto Schooled subiu 0.1 para 1.0. Em seguida, Modern Family subiu 0.1 para 1.2, mesma situação de Single Parents que marcou 0.8, por fim às 22h mostrou o quanto Whiskey Cavalier sofreu sem o American Idol.

A série marcou medonhos 0.6, uma Series Low. Outra série que marcou seus piores números da história foi Grey’s Anatomy. O drama médico fez 1.4, caindo 0.1 em relação há semana passada. Depois, Station 19 (0.8) também perdeu 0.1, mesma situação de For The People com 0.5. Na sexta-feira, Fresh Off The Boat ficou estável com (0.6), Speechless subiu 0.1 para 0.5 e 20/20 também cresceu 0.1 para 0.7.

NBC

Imagem: NBC/Divulgação

No domingo (10) a situação de World of Dance é boa, mas pode piorar em instantes. O reality show perdeu 0.2 em comparação com a semana anterior e registrou 0.8 no demo. Mais tarde, Good Girls acompanhou a queda e escorregou 0.1 para uma Series Low de 0.6. No dia seguinte (11), The Voice perdeu 0.1 para ainda ótimos 0.1, enquanto The Enemy Within ficou estável em mornos 1.0.

Terça-feira (19) foi um dia calmo e estável para emissora. Às 20h, Ellen’s Game of Games fez 1.2 no demo, seguido de um This Is Us em alta de 0.1 para 1.9, fechando com uma New Amsterdam estável com 1.0. Na quinta-feira (21), Superstore teve um crescimento saudável de 0.1 para 0.9, mas todo o resto ou caiu ou ficou estável. A.P. Bio (0.6) e Brooklyn Nine-Nine (0.7) ficaram estáveis, enquanto Will & Grace (0.5) e Law & Order: SVU (0.7) despencaram 0.2.

Fechando a semana, Blindspot (0.5) e a já renovada The Blacklist (0.5) ficaram estáveis, enquanto Dateline (0.5) perdeu força.

FOX

Imagem: FOX/Divulgação

Tanto Os Simpsons (0.8) quanto Bob’s Burgers (0.8) ficaram estáveis, ao mesmo tempo que Family Guy registrou um crescimento de 0.1 para 0.9 no demo. A Season Finale de duas horas de duração de The Passage fez 0.8 e 0.7, uma queda em comparação com os 0.9 da semana anterior. No dia seguinte, a FOX trouxe o retorno de mais uma franquia de sucesso, com o MasterChef Junior marcando 0.7, uma queda de 0.2 em comparação com a Season Premiere do ano passado.

Toda a atenção em torno dos problemas de Jussie Smollett não ajudaram a série no que se refere a audiência. Empire fez fracos 1.2 no demo, uma queda áspera de 0.3 em relação ao último episódio de 2018. Star teve uma queda mais modesta, marcando 1.1 no demográfico alvo, uma escorregada de 0.1. Por fim, e encerrando a semana, Last Man Standing caiu 0.1 para 0.9. Enquanto The Cool Kids ficou firme em 0.7. Proven Innocent continua esquecível com 0.4.

CBS

Imagem: CBS/Divulgação

No domingo (10), 60 Minutes caiu 0.1 para 0.8, assim como God Friended Me também caiu os mesmos para uma Series Low de 0.6 no demo. Na segunda-feira (11), The Neighborhood retornou de uma semana de folga caindo 0.2 para 1.0, enquanto Man with a Plan ficou estável em 0.8. Encerrando a noite, Magnum P.I. ficou estável com 0.7.

Retornando de uma semana de folga, NCIS caiu 0.1 para uma Season Low de 1.1 no demo, seguindo com uma queda de 0.1 de FBI para 1.0. Concluindo a noite com NCIS: New Orleans também caindo 0.1 para 0.7. Na quarta-feira, Survivor ficou estável com fortes 1.5 no demográfico alvo, o que não foi suficiente para levantar The World’s Best. O reality show terminou sua primeira temporada com mornos 0.6.

Como a única original da noite, FAM registrou 0.9, uma estabilidade em relação aos 1.0/0.8 da semana anterior. Encerrando a semana, na quinta-feira (21), MacGyver fez 0.7, uma queda dos 0.1 da semana passada. Assim como Hawaii Five-0 (0.8) e Blue Bloods (0.8).

CW

Imagem: CW/Divulgação

No domingo (10), Supergirl (0.3) assim como Charmed (0.2) caíram 0.1 em relação ao domingo anterior. Já Arrow teve um pequeno crescimento de 0.1 para 0.3 no demo, enquanto Black Lightning ficou estável em 0.2 na segunda-feira (11).

Na terça-feira (12), The Flash caiu para uma Series Low com 0.5, fazendo com que Roswell, New Mexico também caísse (para (0.2)). No dia seguinte, Riverdale (0.3) e All American (0.2) ficaram estáveis em relação há semana anterior.

Na quinta-feira (21), Supernatural ficou sólido com 0.4, enquanto Legacies subiu 0.1 para 0.3. Retornando depois de uma longa folga, Dynasty caiu 0.1 para 0.1, enquanto Crazy Ex-Girlfriend ficou estável em 0.1.

Destaques da TV a Cabo

Canais a Cabo

Imagem: Divulgação (06)

No sábado (09), Say Yes To The Dress subiu 0.04 para 0.21. No domingo (10), The Walking Dead apresentou um novo crescimento, desta vez subiu 0.04 para 1.77. Enquanto isso na Showtime, Shameless ganhou os mesmos 0.04 para 0.45 na sua Season Finale.

Em seguida, Black Monday ficou estável em 0.08, enquanto a já cancelada SMILF também entregou os mesmos números da semana anterior com 0.07 no demo. Mais cedo, The Circus teve uma pequena oscilação positiva para 0.05. Na HBO, a Series Finale de Crashing entregou estáveis 0.15, assim como High Maintenance subiu 0.02 para 0.09.

Perdendo o clima de ansiedade que a sua Series Premiere gerou em 2018, American Gods estreou com modestos 0.16 no demográfico alvo, bem longe dos bons 0.36 que fez ao estrear. Em seguida, Now Apocalypse fez 0.04 na sua estreia. Na terça-feira (13), tivemos a Season Finale da bem sucedida Project Blue Book com 0.29 no demo. Enquanto na USA Network, Temptation Island pulou 0.14 para 0.48 no demo.

No OWN, The Haves and Have Nots continua sua trajetória de sucesso ao crescer 0.04 para 0.37. Miracle Workers entregou estáveis 0.27, enquanto Good Trouble despencou para 0.14 no demo. Drop The Mic continua sem um público na TNT ao cair 0.02 para 0.12. Já na quinta-feira RuPaul’s Drag Race também caiu 0.02, mas desta vez para 0.26.

No Bravo, uma semana importante, com a Season Finale de Top Chef caiu enormes 0.06 para 0.26, enquanto a estreia da nova temporada de Project Runway fez miúdos 0.24, bem diferente do que fazia quando estava na Lifetime.

Internacionais

Imagem: Divulgação (06)

No sábado (09), o The Voice França, cuja oitava temporada ainda está na fase de audições, foi assistido por 5.19 milhões de telespectadores, uma subida dos 5.05 milhões da semana anterior. Destes 39% estavam no telespectador alvo, que são mulheres acima dos 50 anos, uma subida de 33% do que foi feito na semana passada.

A estreia da segunda temporada de 9-1-1 na Bélgica foi muito bem, na verdade superando diversos importados americanos que chegam ao país. O Season Premiere, que diferentemente dos Estados Unidos não contou com duas horas de duração, registrou a quarta melhor audiência da noite de domingo (10). Foram 396 mil telespectadores, superando o longevo Le jardin extraordinaire.

É embate que você quer?

A final de temporada do reality show Dancing On Ice no Reino Unido foi super bem no domingo (10). O episódio final foi assistido por uma média de 5.7 milhões, registrando um crescimento em relação ao ano anterior. Ainda nos últimos suspiros do final de semana, Verdades Secretas ficou novamente com a vice liderança na Argentina com uma média de 6.0 pontos. Por fim, no Chile, o MasterChef Chile subiu após um retorno morno. O reality show marcou 14.2 pontos, um crescimento considerável dos 13.3 da semana passada.

Na segunda-feira (11), a disputa pelo pódio do horário nobre espanhol se mostra mais uma vez bastante excitante. Após ficar em segundo lugar por uma pequena margem na semana passada, o Spain’s Got Talent venceu o The Voice Espanha por pouco. O programa de talentos foi assistido por 2.35 milhões de pessoas (e um share de 1.84%), enquanto o reality show musical atraiu a atenção de 2.19 milhões (e uma participação de 17.1%).

Análise Especial da Semana: The Bachelor

George W. Bush ainda era presidente quando The Bachelor estreou nos lares americanos. Uma sociedade completamente diferente dessa que nós temos hoje. Sem Twitter, sem Instagram e sem a popularidade do Facebook dos dias atuais. É importante lembrar também que o sucesso era medido de uma forma completamente adversa de hoje, embora a Nielsen ainda esteja entre nós. Contudo, as redes sociais são uma fonte cada vez maior de renda a emissoras que lutam desesperadamente para manter sua relevância num mercado que muda a cada momento.

Por isso, o sucesso de The Bachelor é tão importante num momento como esse. O programa já teve seus altos e baixos, como esse artigo da Vanity Fair pontua muito bem, mas o crescimento de audiência que foi apresentado neste ano foi singular e diferente do que assistimos nessa temporada. Isso porque o fenômeno deste momento é diferente dos outros. Não tivemos controvérsias. Não tivemos traições ou nada parecido. O protagonista era virgem, assim como a moça escolhida. Essa era basicamente a proposta que deu certo.

O programa conseguiu derrubar a grande aposta da NBC para tentar frear qualquer possibilidade de sucesso, o America’s Got Talent: The Champions, que marcou uma média interessante de 1.7 no demo. É como se a ABC tivesse finalmente retornado para o canal depois que Rising Star foi afudado de forma espetacular em 2014 por, curiosamente, America’s Got Talent.

Média das últimas temporadas de The Bachelor

23ª temporada: 1.86 no demográfico alvo (18 a 49 anos) / 6.55 milhões de telespectadores

22ª temporada: 1.71 no demográfico alvo (18 a 49 anos) / 6.33 milhões de telespectadores

21ª temporada: 2.32 no demográfico alvo (18 a 49 anos) / 7.27 milhões de telespectadores

20ª temporada: 2.36 no demográfico alvo (18 a 49 anos) / 8.02 milhões de telespectadores

19ª temporada: 2.35 no demográfico alvo (18 a 49 anos) / 8.20 milhões de telespectadores

O que veremos na próxima semana: A ABC lança The Fix sem muita certeza do que esperar; 9-1-1 está de volta na FOX após uma longa pausa. Enquanto a emissora tenta emplacar uma nova franquia com Mental Samurai. Além disso, tem a aguardada estreia de Pretty Little Liars: The Perfectionists e o retornod e Billions.

Share this post

Bernardo Vieira

Catarinense e estudante de direito. Escrevo sobre entretenimento desde 2010, mas comecei com política internacional depois da campanha americana de 2016. Adoro uma premiação e um debate político, mas sempre estou lendo ou assistindo algo interessante. Quer saber mais? Me pague um café e vamos conversar.