Audiência – Análise de 08/12 a 14/12: Elseworlds, FBI, Dirty John e muito mais

Elseworlds, Audiência, Análise da Audiência, FBI, Elsewords, Dirty John
Audiência, Análise da Audiência, FBI, Elsewords, Dirty John

Imagem: CW/Divulgação; CBS/Divulgação; Bravo/Divulgação

Continua após as recomendações

Podemos estar nos últimos suspiros de 2018, mas isso não quer dizer que a coluna de audiência está fraca. Muito pelo contrário. Tivemos grandes destaques, como o crossover Elseworlds que elevou os números da CW de forma espetacular. Também é importante ressaltar a nova alta de Dirty John, que desde já pode ser lembrado como o último grande sucesso desta no. Além disso, FBI recebe a nossa atenção especial na análise especial da semana.

Continua após a publicidade

Muita coisa? Então aproxime-se que temos muito mais para vocês

ABC

Imagem: ABC/Divulgação

Renegado para sábado (08), o The Alec Baldwin Show retornou recebendo Sarah Jessica Parker. A convida, contudo, não ajudou em aumentar a audiência uma vez que o demográfico alvo caiu de 0.3 (da última exibição no domingo) para ainda menores 0.2 desta vez. O final da primeira temporada de Dancing with the Stars Jr. segurou-se em 0.6 no demo. Enquanto Shark Tank ficou estável em 0.7.

Na segunda-feira (10) o especial CMA Country Christmas caiu 0.4 em relação ao ano passado para 0.8 no demo. Mais tarde (às 22h), The Great Christmas Light Fight despencou 0.5 para 0.6. No dia seguinte, The Conners (1.4), The Kids Are Alright (0.9); Splitting Up Together (0.7) e The Rookie (0.8) subiram 0.1 em relação há semana anterior, enquanto black-ish (0.8) ficou estável.

Na quarta-feira (12), The Goldbergs caiu 0.1 para 1.1, enquanto American Housewife fez o caminho contrário e subiu 0.1 para 1.0 no demo. Modern Family (1.4) e Single Parents (0.9) subiram 0.1 em relação há semana anterior. Mais tarde, e pela última vez na quarta-feira, A Million Little Things ficou “firme” em 0.7. Na quinta-feira, The Great American Baking Show perdeu 0.1 para 0.6.

Na sexta-feira (14), Fresh Off The Boat permaneceu em 0.6 no demo, enquanto Speechless caiu 0.1 para 0.4. A Season Finale de Child Support caiu 0.1 para 0.3. Por fim, 20/20 caiu 0.2 para 0.5.

NBC

Imagem: NBC/Divulgação

Com apresentação elogiada de Jason Momoa, que estava evidentemente divulgando o lançamento de Aquaman, o Saturday Night Live cresceu no sábado da semana passada (08). O humorístico registrou 1.7 no demográfico alvo, uma subida de 0.2 em comparação com os resultados da semana anterior que teve Claire Foy como convidada. Já no domingo, o Sunday Night Football registrou 5.9 no demo alvo, uma subida dos 5.4 no demográfico alvo da semana anterior.

Na penúltima semana da temporada, The Voice caiu 0.1 para 1.4 no demo na segunda-feira (10), enquanto no dia seguinte, o reality show ficou estável em 1.4. Mais tarde (às 22h), Hollywood Game Night ficou estável em relação há semana anterior com 0.5 no demo. Na quarta-feira, Ellen’s Game of Games ficou estável em 1.2, enquanto Little Big Shots fez 0.8.

Na quinta-feira, Superstore caiu 0.2 para 0.7, enquanto I Feel Bad ficou estavel nos medonhos 0.4. No dia seguinte, Midnight Texas entregou saudáveis 0.4 às 20h de sexta-feira.

 

FOX

Imagem: FOX/Divulgação

The Simpsons capitalizou com a prorrogação da NFL ao subir enormes 1.2 para ótimos 2.8 no demo. Bob’s Burgers também teve uma subida considerável de 0.6 para saudáveis 1.8. Assim como Family Guy 1.5 (+0.3) e REL 0.8 (+0.2). A Season Finale do Thursday Night Football subiu consideráveis 1.9 em relação há semana anterior para ótimos 5.0. Na sexta-feira (14), tudo caiu 0.1 em relação há última semana: Last Man Standing (1.0), The Cool Kids (0.8) e Hell’s Kitchen (0.7).

CBS

Imagem: CBS/Divulgação

Em relação há 18 de novembro, última vez que a grade da emissora teve um domingo sem NFL, 60 Minutes caiu 0.1 para 0.9 com a entrevista do presidente da Tesla, Elon Musk. God Friended Me segurou-se em 0.8, enquanto NCIS: Los Angeles ganhou 0.1 para 0.9 e Madam Secretary ficou estável em 0.6 no demo.

Na segunda-feira (10), The Neighborhood subiu para 1.1, enquanto Happy Together ficou estável em 0.8. Em seguida, Magnum P.I. fez os mesmos números com 0.8, assim como Bull. No dia seguinte, NCIS ganhou 0.1 para sólidos 1.3, enquanto FBI ficou estável em 1.0 e NCIS: New Orleans perdeu 0.1 para 0.8.

Na quarta-feira, Survivor ficou estável em 1.5, enquanto SEAL Team cresceu 0.2 para 1.0. Encerrando a noite, Criminal Minds subiu 0.1 para 0.8. Enquanto na quinta-feira (13), Mom subiu 0.1 para 1.2, mas Murphy Brown caiu 0.1 para 0.7.

CW

Imagem: CW/Divulgação

Com o início do crossover Elseworlds, a emissora embaralhou um pouco sua programação. The Flash foi exibido no domingo (09), onde registrou 0.7, uma subida de 0.3 em relação aos 0.4 de Supergirl no horário, assim como uma estabilidade em comparação com seus números. Mais tarde, Charmed manteve-se em 0.3.

crossover continuou na segunda-feira (10), empurrando Arrow para cima (+0.3) num Season High de 0.8. Em seguida, Legends of Tomorrow subiu 0.1 para 0.4. Na terça-feira, (11) a bonanza continuou com o término do crossoverSupergirl registrou 0.8, uma subida de 0.4 em relação ao seu episódio mais recente.

Mais tarde, Black Lightning cresceu 0.1 para 0.4 na sua midseason finale. Na quarta-feira, tudo estável. Riverdale com 0.4 e All American com 0.2. Enquanto isso na quinta-feira, todos caíram 0.1: Supernatural (0.4) e Legacies (0.3).

Destaques da TV a Cabo

Imagem: Divulgação (06)

O especial Oprah At Home, que trouxe uma entrevista super aguardada com Gabrielle Union, fez modestos 0.09 no demográfico alvo, mas ainda sim a maior audiência do canal do horário nobre do sábado (08). Já no domingo (09) a Season Premiere de Counterpart fez miúdos 0.04. Uma queda de 0.05 em relação a Season premiere de 2017. Em seguida, Outlander caiu para 0.16. Já na Showtime, Ray Donovan caiu para 0.17, ao mesmo tempo que Escape At Dannemora continua crescendo (com 0.12)

O final do do ano têm sido extremamente positivo para o Bravo. Sem The Walking Dead, o canal colocou seus três programas no Top 10. The Real Housewives of Atlanta liderou com impressionantes 0.82 no demográfico alvo. Seguido da última parte da reunião de The Real Housewives of Orange County com 0.56 e, por fim, Dirty John com 0.40, apresentando uma subida de 2% em relação há semana passada.

Na terça-feira (11), The Guest Book voltou a cair. A comédia da TBS despencou 0.06 ao oscilar de 0.34 para 0.28, a segunda menor marca da temporada. A semana terminou com a Season Finale de Jersey Shore com 0.68, enquanto Top Chef caiu 0.03 para 0.22.

Notas do Acúmulo:

FOX: divulgados no início da semana passada, o L+3 de 03 à 05 de dezembro mostram o porquê o canal vem tendo uma das suas melhores temporadas em anos. A Winter Finale de Empire (2.1/+5) e Star (1.6/+14%) registraram as melhores audiências desde meados de outubro, dando a liderança para a emissora na quarta-feira. Assim como o drama de Lee Daniels registrou a melhor (e maior) audiência de segunda à quarta.

The Young and the Restless: apesar da idade, a novela vespertina da CBS continua liderando na audiência e mostrando que os telespectadores (principalmente as mulheres), continuam interessados. De acordo com a Nielsen, a atração marcou na última semana a incrível marca de 30 anos consecutivos na liderança. Além disso, a telenovela lidera suas competidoras em demográficos importantes. Como mulheres de 25 à 54 anos e de 18 à 49 anos.

Telemundo: quando a concorrência está em caos, tende-se a aproveitar e crescer. Foi exatamente isso o que o canal em espanhol da NBCUniversal fez nesse ano. De acordo com a emissora, eles fecharão 2018, pelo segundo ano consecutivo, em primeiro lugar dentre os canais de língua espanhola na média semanal do horário nobre no demográfico alvo (18-49 anos).

Internacionais

TV a Cabo, Telecine, Channel 2, BBC One, Chilevisión, TF1, TV Azteca

Imagem: Divulgação (06)

Começando pelo sábado (08), o Das Supertalent (ou Germany’s Got Talent) teve uma nova queda no total de telespectadores. Após ser assistido por 3.49 milhões na semana anterior, o reality show foi visto nesta semana por 3.38 milhões. Ainda na Alemanha, e já no domingo, o The Voice Germany encolheu mais uma vez num Series Low sofrido de 2.37 milhões. O porquê o programa sofreu tanto? No mesmo horário (às 20h14 local) começava a transmissão de Mogli: O Menino Lobo, cuja audiência foi de 3.60 milhões de telespectadores.

O jogo da final da libertadores entre o River Plate e Boca Juniors quase bateu recorde da Fox Sports Colombia. A partida gerou uma audiência de 9.2 pontos, perto da maior audiência da história do programa quando registrou 12 pontos na final do mesmo torneio de 2017 entre o Atlético Nacional e Independiente del Valle. Ainda no domingo (09), o The Voice Portugal teve uma noite difícil (3º lugar) com a chegada do Dança com as Estrelas (2º lugar).

Tornando-se mais um novo fenômeno da TV britânica de 2018, a Season Finale de I’m a Celebrity Get Me Out of Here! foi assistida por uma média de 10.9 milhões de telespectadores. Além disso, teve 48.2% em participação de mercado. Tais dados representam a maior audiência do reality show em cinco anos. Já na segunda-feira (10), La Voz Argentina registrou 14.7 pontos de audiência, uma grande queda dos 17.4 da semana anterior.

Análise Especial da Semana: FBI

FBI, CBS

Imagem: CBS/Divulgação

Com a queda de audiência experimentada pela TV aberta nos últimos anos, os horários que sucedem séries de grande audiência se tornaram cada vez mais cobiçados e usados nas estratégias dos canais. Temos o pós-The Voice na segunda-feira às 22h. O pós-Super Bowl em toda emissora que carrega o jogo naquele ano. Assim como o pós-The Big Bang Theory, o pós-Empire e nosso foco de hoje, o pós-NCIS. Embora esquecida em alguns momentos, a faixa das 21h de terça-feira da CBS já foi utilizada para lançar grandes títulos. Contudo, será que funcionou com FBI?

Analisando pelos números, que apresentamos ao leitor abaixo, é fácil entender que até o momento não vimos uma grande diferença. Embora ainda não tenhamos visto como que a série se sai sozinha. Pelos dados comparativos que temos abaixo, é possível ver uma decadência no decorrer dos anos, onde NCIS: New Orleans, por razões óbvias, foi quem melhor aproveitou-se dos números sólidos de NCIS. Mesmo assim, ela ainda é quem melhor retém do seu lead-in em comparação com suas colegas de programação.

Young Sheldon atualmente aproveita apenas 76.4% dos números de The Big Bang TheoryStar medianos 76% de Empire. Já SEAL Team é que demonstra o pior desempenho com uma retenção de meros 55.3% da audiência de Survivor. O reality show, vale lembrar, é a terceira maior audiência da CBS. Quem supera FBI nos níveis de retenção é Manifest, que mantém 82.75% dos números do The Voice. Enquanto, para fins de curiosidade, The Good Doctor é um dos poucos a fazer mais do que seu lead ao aumentar em 20% da audiência de Dancing with the Stars.

Média da 1ª temporada até o primeiro Winter Finale:

FBI (2018-2019) – 1.0 no demográfico alvo (18-49 anos) / retenção de NCIS de 81.6%

Bull (2016-2017) – 1.6 no demográfico alvo (18-49 anos) / retenção de NCIS de 87.7%

NCIS: New Orleans (2014-2015) – 2.4 no demográfico alvo (18-49 anos) / retenção de NCIS de 96%

Os destaques da próxima semana: Fox exibe o Miss Universo; mais uma temporada do The VoiceSurvivor The Great American Baking Show chegam ao fim; Timeless despede-se com um telefilme.

Avatar

Bernardo Vieira

Catarinense e estudante de direito. Escrevo sobre entretenimento desde 2010, mas comecei com política internacional depois da campanha americana de 2016. Adoro uma premiação e um debate político, mas sempre estou lendo ou assistindo algo interessante. Quer saber mais? Me pague um café e vamos conversar.

No comments

Add yours