Audiência, Análise de Audiência, Rent_ Live, I Am The Night, SAG Awards

Audiência – Análise de 26/01 a 02/02: Rent: Live, I Am The Night, SAG Awards e muito mais

Audiência, Análise de Audiência, Rent_ Live, I Am The Night, SAG Awards

Imagem: Robert Gauthier / Los Angeles Times; FOX/Divulgação; TNT/Divulgação

Primeiramente eu preciso pedir desculpas ao leitor pela nossa ausência nas últimas duas semanas. A coluna precisava de uma recalibragem, assim como este que vos escreve necessitava recarregar as energias. Estou de volta e é isso que importa, não é mesmo?

Pois bem, a boa notícia é que tivemos um musical ao vivo, a estreia de uma minissérie super aguardada, assim como uma premiação. Pode parecer pouco, mas é apenas um esquenta para semana que antecede o Super Bowl e o State of the Union. Estão prontos? Então aproxime-se que temos muito mais para vocês

ABC

Imagem: ABC/Divulgação

Já renovado para duas temporadas, America’s Funniest Home Videos registrou 1.3 no demo. Enquanto isso, um bloco de episódios do Shark Tank registrou 1.1 e 0.9 no demo, uma subida considerável dos fracos 0.7 da semana passada. Já na segunda-feira (28), The Bachelor registrou uma Season High com ótimos 1.8 no demo.

Mais tarde, The Good Doctor caiu 0.1 para 1.1. Na quarta-feira, The Goldbergs subiu 0.1 para 1.3 no demo, mas Schooled caiu 0.1 para 1.0. Em seguida, Modern Family ficou estável com 1.2, já Single Parents cresceu 0.1 para 0.8. Por fim, Match Game também subiu 0.1 para 0.6.

Na quinta-feira (31), Grey’s Anatomy cresceu 0.1 para 1.7, mas o restante da programação ficou estável: A Million Little Things (1.1) e How To Get Away with Murder (0.6). No dia seguinte, Fresh Off The Boat ficou firme em 0.7, enquanto Speechless caiu 0.1 para 0.5.

NBC

Imagem: NBC/Divulgação

No sábado (26), James McAvoy apresentou o Saturday Night Live, mas com pouco sucesso. O programa, que contou com uma performance deliciosa de Steve Martin, registrou 1.7 no demo, uma queda de 0.1 dos 1.8 que Rachel Brosnahan conquistou. America’s Got Talent: The Champions subiu 0.2 para 1.8 na segunda-feira (28), enquanto Manifest ficou estável em 1.0. Vale lembrar, contudo, que este é um Series High para o reality show.

Na confusa terça-feira (29), os canais improvisaram com a falta do State of the Union. Na NBC, o game show Ellen’s Game of Games foi exibido por duas horas em que registrou 1.6 e 1.7 no demo, uma subida dos 1.6 da semana anterior. Na quinta-feira (31), The Titan Games caiu 0.1 para 1.1. Brooklyn Nine-Nine também perdeu 0.1 para 0.8, enquanto Will & Grace retornou com uma Season High de 0.8. Mais tarde, SVU encerrou a noite com estáveis 0.9.

Por fim, toda programação da sexta-feira (BlindspotThe Blacklist Dateline) retornaram com uma queda de 0.1 para 0.5.

FOX

Imagem: FOX/Divulgação

Na segunda-feira (28), tanto The Resident (0.9) quanto The Passage (0.9) caíram 0.1 em relação há semana anterior. Na quarta-feira (30), 24 Hours To Hell & Back subiu 0.1 para 1.2 no demo, enquanto The Masked Singer mostrou musculatura e pulou 0.3 para ótimos 2.6 no demo. Na quinta-feira (31), Gotham subiu 0.1 para 0.7, enquanto The Orville ficou estável com 0.7. Por fim, Last Man Standing assim como The Cool Kids caíram 0.1 para 1.1 e 0.9 respectivamente. Contudo, Hell’s Kitchen subiu 0.1 para 0.8.

CBS

Imagem: CBS/Divulgação

No domingo (27), 60 Minutes com uma entrevista controversa do ex-presidente da Starbucks, Howards Schultz, fez 1.1, uma subida de 0.4 no demo. Em seguida, Big Brother Celebrity ficou estável em comparação com a sexta-feira (25) ao repetir 1.0 no demo. NCIS: Los Angeles caiu 0.1 para 0.8, mesmo movimento feito por Madam Secretary, que marcou um preocupante Series Low de 0.5 no demográfico alvo..

Na segunda-feira (28), Big Brother Celebrity despencou 0.3 em relação há última semana para 1.1. Já a renovada Magnum P.I. subiu 0.1 para 0.8 no demo. Na quarta (30), Big Brother Celebrity subiu 0.1 em comparação com a quarta-feira anterior, marcando bons 1.2 no demo. Mais tarde, Criminal Minds segurou nos 0.8.

Retornando de uma semana de folga, The Big Bang Theory subiu 0.1 para 2.4, mesmo crescimento de Young Sheldon para 1.8., assim como Mom (1.3). Fam registrou 1.0 no demo, uma subida dos 0.9 da semana anterior. Encerrando a noite, SWAT voltou estável com 0.9. Na sexta-feira, as prévias indicam que as três séries (MacGyverHawaii Five-0 Blue Bloods) ficarão com 0.8 no demo.

CW

Imagem: CW/Divulgação

Na segunda-feira (28), tudo ficou estável com Arrow (0.4) e Black Lightning (0.3). Seguindo, The Flash (0.6) subiu 0.1, enquanto Roswell, New Mexico (0.3) caiu 0.1 em relação há semana anterior. Na quarta-feira (30), Riverdale (0.4) e All American (0.2) ficaram estáveis em relação há semana anterior.

Na quinta-feira (31), tudo ficou estável: Supernatural (0.4) e Legacies (0.3). As prévias da sexta-feira ficaram com Dynasty crescendo 0.1 para 0.2, enquanto Crazy Ex-Girlfriend continuou nos 0.1 no demo.

Nasce um fenômeno?

Kamala Harris, CNN Town Hall

Imagem: CNN/Reprodução

Pode parecer que não, mas os Estados Unidos começam a sentir o clima da campanha presidencial para 2020. Muito cedo? Seja qual for a sua opinião, os canais de televisão estão doidos para que a temporada recomece. Tanto que na última segunda-feira (28), a CNN fez o primeiro “grande evento” televisionado com uma Town Hall (algo como um pinga fogo) com a candidata à presidência e senadora Kamala Harris (D-Califórnia).

Para a surpresa deste que vos escreve, a audiência foi simplesmente sensacional. Quase dois milhões de pessoas assistiram ao programa, números 75% superiores à média da CNN às 22h. Além disso, os 1.95 milhão de telespectadores foi a maior audiência total de uma Town Hall na história da emissora.

No que se refere ao demográfico alvo (25-54 anos), o canal registrou 0.71, enquanto a MSNBC fez 0.40 e a Fox News 0.39. O canal fará um grande número de eventos parecidos, então, meus queridos, nós estamos apenas começando.

Destaques da TV a Cabo

Canais a Cabo

Imagem: Divulgação (06)

No sábado (26), Say Yes To The Dress continua bem (e estável) com ótimos 0.20 no demo, enquanto o documentário extraordinário Dynasties caiu 0.02 para 0.11 na BBC America. No dia seguinte, True Detective venceu a TV a cabo roteirizada com 0.44 no demográfico alvo, seguido de Crashing com 0.14 e High Maintenance com 0.08.

Enquanto isso, na TNT e TBS, o SAG Awards fez 0.30 em ambos os canais e uma audiência total de 2.68 milhões de telespectadores, uma queda dos 0.41/0.36, respectivamente, dos números de 2018. De acordo com o The Hollywood Reporter, foi a cerimônia de menor audiência desde 2011, reforçando mais uma vez o tamanho do problema dessas cerimônias.

Conteúdo não falta

Shameless ganhou 0.04 para 0.30, enquanto Black Monday subiu 0.03 para 0.11; SMILF ganhou 0.07 e The Circus retornou com 0.07. No Starz, a Season Finale de Outlander caiu para 0.23, uma queda de 0.07 do que a final da temporada anterior vez, sem contar com Counterpart caindo 0.03 para 0.05. Por fim, Valley of the Boom na NatGeo fez 0.07 e 0.04.

Estreando definitivamente na TNT e TBS (a Turner adora uma transmissão simultânea), I Am The Night fez 0.21/um milhão de telespectadores e 0.24/654 mil pessoas, respectivamente. Project Blue Book fez 0.31 no History Channel; Temptation Island caiu 0.07 para 0.31 na USA Network. Assim como The Haves and Have Nots subiu 0.02 para 0.37, enquanto Good Trouble perdeu 0.02 para 0.12.

Na quarta-feira (30), a Season Finale de Vikings cresceu 0.07 para 0.46. Na Freeform, grown-ish cresceu 0.04 para 0.25. Já Suits, caiu 0.05 para 0.21. Enquanto no Syfy, The Magicians ficou estável em 0.19, mas Deadly Class subiu 0.02 para 0.15. Por fim, Top Chef ficou firme nos 0.33 na quinta-feira (31), enquanto Siren caiu 0.02 para 0.21.

Análise Especial da Semana: Rent: Live

Rent - LIVE

Imagem: FOX/Divulgação

Quando a NBC teve a ousada ideia de produzir e exibir musicais ao vivo lá em 2013, com The Sound of Music Live!, e obteve uma audiência extraordinária, a Fox e a ABC acompanharam. Dentre fracassos e sucessos, a emissora lançou uma nova versão de mais um clássico da Broadway, Rent. Embora pareça uma programação diferente e que tem de tudo para render bons números, a FOX não se esforçou muito com divulgação além do comum ou colocou os membros do elenco em talk shows através da programação das emissoras.

É verdade que de acordo com uma análise do iSpotv, a emissora investiu pesado em anúncios na televisão perdendo apenas para I Am The Night da TNT. Contudo, a avaliação mostra que o canal foi quem mais anunciou em mercados locais, por volta de 17% do total. O problema é que, como os números mostram abaixo, a audiência fracassou. Mesmo numa noite sem NFL, sem The Walking Dead, sem Game of Thrones ou uma premiação expressiva. Não acredito que mostra um cansaço do gênero, mas um problema em conceito, em divulgação e abordagem.

Além disso, lembro ao leitor que a produção foi exibida parcialmente ao vivo em função de um machucado de um dos membros do elenco. Ou seja, tudo feito para dar errado.

Audiência dos útimos musicais:

Dirty Dancing (ABC – 2017) – 1.3 no demográfico alvo (18-49 anos) / 6.6 milhões de telespectadores

Rent: Live (FOX – 2019) – 1.4 no demográfico alvo (18-49 anos) / 3.42 milhões de telespectadores

A Christmas Story Live! (FOX – 2017) – 1.5 no demográfico alvo (18-49 anos) / 4.5 milhões de telespectadores

The Passion (FOX – 2016) – 1.6 no demográfico alvo (18-49 anos) / 6.6 milhões de telespectadores

Rocky Horror Picture Show: Let’s Do the Time Warp Again! (FOX – 2016) – 1.7 no demográfico alvo (18-49 anos) / 4.95 milhões de telespectadores

Jesus Christ Superstar Live in Concert (NBC – 2018) – 1.7 no demográfico alvo (18-49 anos) / 9.6 milhões de telespectadores

Hairspray Live! (NBC – 2016) – 2.3 no demográfico alvo (18-49 anos) / 9 milhões de telespectadores

Peter Pan Live! (NBC – 2014) – 2.4 no demográfico alvo (18-49 anos) / 9.21 milhões de telespectadores

The Wiz Live! (NBC – 2015) – 3.4 no demográfico alvo (18-49 anos) / 11.5 milhões de telespectadores

Grease: Live! (FOX – 2016) – 4.3 no demográfico alvo (18-49 anos) / 12.1 milhões de telespectadores

Sound of Music Live! (NBC – 2013) – 4.6 no demográfico alvo (18-49 anos) / 18.62 milhões de telespectadores

O que veremos na próxima semana: Donald Trump declara que a “América é forte” no tradicional State of the Union; a CBS exibe o Super Bowl LIII e lança The World’s Best.

Share this post

Bernardo Vieira

Catarinense e estudante de direito. Escrevo sobre entretenimento desde 2010, mas comecei com política internacional depois da campanha americana de 2016. Adoro uma premiação e um debate político, mas sempre estou lendo ou assistindo algo interessante. Quer saber mais? Me pague um café e vamos conversar.