Autópsia: O sangrento adeus de Hannibal

hannibal

 

Hannibal Lecter e toda a sua gastronomia nos deixou a alguns dias atrás. Mesmo os produtores não dando 100% de certeza sobre o cancelamento, com o desfecho do último episódio, será impossível, na minha opinião reverter os fatos para uma 4ª temporada.

Depois da finale de Hannibal ficamos em um estado alfa de aceitação, demoraram algumas horas para que decidíssemos que tinha sido bom ou não. Enfim, decidimos que sim, foi bom, conclusivo de certa forma, e confortante de outra forma, já que teve um final digno, mesmo com a chance de outra emissora comprar a série.

Continua após a publicidade

 

 

A primeira temporada foi para a gente sentir a utilidade dos personagens na série e a construção do relacionamento insano do Hannibal com o Will, que faz de tudo para incriminar o Will dos crimes canibalísticos que ele cometia. E Will começa a entrar para o lado obscuro do mundo do Hannibal, indiretamente.

A segunda temporada foi um divisor de águas. Will tentando impressionar Hannibal, e com Alana no meio disso tudo. Depois ainda apareceu os Verger’s, que foi a parte mais divertidamente doentia da temporada, e também uma das cenas de sexo mais bem feitas que eu já assisti na vida, onde Alana foi a única que realmente estava onde queria estar. Hannibal desejava Will. Will desejava Alana. Alana estava adorando tudo aquilo. E Margot foi pega no meio desse ménage psíquico.

Mas o episódio que nem eu, nem os #FANNIBALS irão superar, é a season finale! Gente! Quanto sangue, quanta fotografia perfeita. Bryan Fuller conseguiu tranformar um ato cruel, doentio e violento em: ARTE!

A terceira e última temporada foi completamente diferente das outras. Foi mais “tranquila”, com diálogos complexos, jantares chiques (levando em conta quem Hannibal matou), e a mudança de personalidade de boa parte dos personagens. Principalmente da Alana, devido a quantidade de medula na sua corrente sanguínea (palavras dela), além de mostrar finalmente relevância à série, ainda foi a autora de vários diálogos astutos com o Hannibal, e ainda surpreendeu a todos (ou não) com o seu relacionamento com Margot.

 

 

Bryan Fuller, a mente por trás dessa maravilha, nos deu várias explicações em entrevistas liberadas agora. Primeiramente, que a cena final de Bedelia foi para nos deixar com a pulga atrás da orelha. Foi o famoso gancho intelectual. Pode ser que Hannibal tenha morrido, pode ser que não! Mas quem teria cortado a perna dela? Não sei…Chiyoh talvez – disse Bryan. Quanto ao amor entre Hannibal e Will: Hugh e Mads fizeram vários takes da última cena, e rolou até lábios sobre lábios (lips over lips)

Mas temos certeza, que se tivesse sido colocado isso lá, teria sido o maior burburinho. Então, mesmo querendo ver um beijo, ficamos felizes que não tenha acontecido. Com certeza, sabemos o motivo dessa cena estar sendo chamada de: Grande Elefante Gay na Sala. Não encontramos ninguém que tenha falado que “não gostou do episódio!”. Talvez porque tenha muita gente chocada ainda HAHAHA Love Crime People!!

Sim, a cena do abraço final:  Em entrevista, Hugh Dancy nos disse que ele discorreu muito sobre a cena com Bryan – Porque Will faria aquilo? Simples: Ele sabia do laço de Hannibal com ele, sabia que para destruí-lo precisava morrer também. Então foram juntos. No fim, ele realmente achou bonita a ideia que Hannibal tinha dele. Afinal, não é todo dia que um psicopata canibal se apaixona por você. Hugh comparou a cena com a de Sherlock e Moriarty em The Reichenbach Fall, na série Sherlock – duas mentes que se divertem destruindo uma a outra. Uma forte relação realmente!

Parecer final: foi intenso. Planos para a quarta temporada se houvesse: De alguma maneira, Hannibal sobreviveria e salvaria Will (again), Ellen Page como Clarice, ou quem sabe alguma atriz negra.

Se você, assim como nós está sofrendo com o término, dá uma conferida nessas dicas para tentar superar a perda: clique aqui.

 

Obs.: Permita-se ao luto de quando sua série favorita acabar, chore se precisar, converse com alguém que também assiste, discorra sobre todas as possibilidades de fim que você pensou que poderiam ser melhores do que foi, e se foi perfeito, se abrace na felicidade de ter tido a oportunidade e a honra de conhecer aquela história.

Para você que não se importa com a premissa homossexual dada por Bryan Fuller, assista esse vídeo que resume a série – Lembrando que entre série, filmes e livros, temos Hannibal hetero, bi e homossexual, para todos os gostos realmente:

 

[youtube] https://youtu.be/JGriNv46ihg [/youtube]

 

Spoiler de uma possível quarta temporada:

 

11933402_403821529812747_1565153488514729398_n

 

Enquanto a confirmação de uma nova temporada não vem, vamos torcer… Vai que…

Confira as reviews e mais sobre Hannibal aqui.

(Por Janyne Bibs e Caroline Marques)

Tags Hannibal
Equipe Mix

Equipe Mix

Perfil criado para realizar postagens produzidas pela equipe do Mix de Séries.

1 comment

Add yours

Post a new comment