Bake Off Brasil – 3×10 – Pimenta na boca dos outros…..

Imagem: Artur Igrecias/SBT
Imagem: Artur Igrecias/SBT

Já que estamos no episódio da repescagem, vamos fazer um exercício de memória – quando como e por que começou o drama? Se não falhar a memória, isso aconteceu no início da temporada, quando Débora e Johanna pensaram que Marina estava burlando as regras por trazer um isomalte para apresentar um trabalho melhor. Barraco armado e recalque exposto, os jurados disseram à época que o uso de tal técnica não violaria as regras, e que eles eram os responsáveis por determinar o que é válido e o que não é permitido. E o que o passado tem a nos dizer sobre o presente? Que a primeira lei de Newton é uma das coisas mais certas dessa vida.

Continua após publicidade
Imagem: Artur Igrecias/SBT

A prova criativa trouxe um dos temas mais preguiçosos até agora – homenagem. Isto é, os confeiteiros amadores teriam que preparar um bolo, torta ou algo parecido que fosse uma homenagem para alguém. É claro que tal proposta é relativa, haja vista que boas (e más) memórias são despertadas a partir de um sentimento, uma sensação, um filme ruim, uma música, enfim qualquer coisa. Exatamente por isso que não acredito que foi a melhor ideia, pois mesmo sabendo que essa versão brasileira nunca será parecida com a versão original (a da BBC e não do Channel 4), poderiam pescar algumas ideias.

Continua após a publicidade

Com Marina merecidamente classificada, até porque ela evidentemente não teve competição, a prova técnica foi apresentada por uma moça que nós conhecemos muito bem – a Camila Poli, da temporada anterior que foi até a final como uma das amplas favoritas. O desafio dos participantes era de preparar um bolo gigante de macaron, que de acordo com o Wikipédia, é “pequeno bolo granulado e comumente produzido sob forma arredondada de 3 ou 5 cm de diâmetro,” cuja especialidade é de Lorraine, região da França. Parece complicado? É porque é realmente bastante complicado.

Continua após publicidade

A partir daí temos Newton sendo vingado em plena rede nacional e no SBT, o que certamente não acontece todos os dias. Debora não acertou o ponto do cozimento dos macaron, fazendo com que ela tivesse que pedir e pegar massa dos outros, repito, pedir e pegar massa dos outros para poder entregar a prova. Ela tentou trabalhar numa justificativa na hora da avaliação dos jurados, mas ficou pior ainda principalmente depois da lição de vida da Dona Iaiá. É difícil quando um programa de televisão, ainda mais um reality show, resolve apresentar lições de vida, mas o que vimos no Bake Off Brasil foi simplesmente memorável.

Obs: Bem desnecessária essa decisão de “repescar” três confeiteiros. Douglas não fez nada de espetacular para conquistar a outra vaga, além do mais eu não quero ficar aqui até o Natal.

Continua após publicidade

Por Bernardo Vieira