Bake Off Brasil Mão na Massa – 2×13 – Tchau, querida!

E chegamos na reta final, onde os 4 semifinalistas foram definidos numa prova em homenagem ao dia dos pais, com direito a uma participação pra lá de especial do chocolatier Alexandre Costa, presidente da Cacau Show, que ajudou na avaliação do desafio técnico, juntamente com os jurados Carol Fiorentino e Fabrízio Fasano. Esse episódio foi marcado por muita emoção e tensão.

Continua após as recomendações

No desafio criativo, eles tiveram que homenagear os pais fazendo um pão de massa trançada e com recheio salgado, em apenas duas horas. Como não poderia faltar emoção, eles receberam em cada bancada o porta-retrato com uma foto de seus pais. Nessa hora o choro rolou, e a foi difícil não se emocionar até quem estava assistindo. Principalmente com a história da Noemy sobre o falecimento do seu pai.

Imagem: SBT

Continua após a publicidade

Enquanto no desafio técnico que, como foi dito acima, contou com a avaliação do Alexandre Costa, eles tiveram que fazer em apenas 1h45, uma torta assada de chocolate com quatro texturas diferentes que foi desenvolvida pelo próprio Alexandre e pela jurada, chef confeiteira Carol Fiorentino. Todos tiveram dificuldades, principalmente Paula, a qual ameaçou desistir do programa por não conseguir entregar sua sobremesa (infelizmente não aconteceu). Então vamos aos comentários sobre o desempenho de cada participante:

Camila: Ousou  na elaboração de sua massa com recheio de carne de cordeiro, gengibre e canela. Apesar da aparência, faltou um pouco de sal. No desafio técnico, agradou em todos os aspectos, chegando a receber elogios de que sua torta poderia ir direto para loja e assim ser vendida, conquistando o primeiro lugar no ranking e o avental de mestre confeiteiro pela quinta vez na competição.

Noemy: Fez o básico, pão de mortadela (como não amar?). E como não é surpresa, agradou na aparência e no sabor. Na segunda parte, foi eleita a melhor tanto na aparência quanto no sabor, e com grandes chances de ganhar essa competição.

Marcos: Sua trança de pesto com queijo meia cura agradou os jurados, porém, assim como o da Camila, faltou sal. Já no desafio técnico, arrancou elogios de todos os jurados e segue firme na disputa.

Imagem: SBT

Juliana: Optou por uma massa trançada recheada com ricota, espinafre e outras iguarias árabes que não decorei o nome por motivos de muita fome, agradando os jurados apesar da aparência ter deixado a desejar. Na segunda etapa, sua mousse um tanto rústica agradou os jurados, e se mantém firme na disputa com grandes chances de chegar até a final, juntamente com Noemy e Camila.

Paula: Usou de recheio no seu pão tomate seco, com mussarela de búfala e manjericão. Porém, na opinião dos jurados ela usou muitos recheios e acabou pesando na hora de comer. No técnico, depois de todo show que ela deu, entregou a mousse sem uma das massas, mas agradou no sabor.

Imagem: SBT

Sem sombra de dúvidas o melhor momento foi ver a Paula provando do próprio veneno com a cantoria da Ticiane, enquanto ela estava enrolada na prova. Fiquei com a alma lavada e creio que o Lucas também! E se estivesse competindo, já teria mandado ela ficar quieta desde o primeiro programa. É um programa de confeitaria e não de cantoria.

Todos foram muito bem nas duas provas, e nessa altura do campeonato fica cada vez mais difícil eliminar alguém. Então um pequeno erro, pode ser fator decisivo na escolha. Entretanto, é nítido que uns se sobressaem sobre outros na competição, seja por experiência ou maturidade. Paula, que muitas vezes ficou entre os piores, não teve sorte dessa vez e foi a que mais errou.

Achei justa a eliminação, ela não está na altura de Noemy, Camila ou até mesmo sua mãe Juliana. Confesso que não esperava dela ir tão longe, mas conseguiu chegar pois sempre existia alguém que errava mais do que ela. Só que dessa vez não teve sorte e acabou se despedindo da competição.

Agora vamos para a semifinal e qualquer um que for eliminado será uma pena.

(Por Diogo Azis)