Parks & Recreation, NBC, Comédia

Os bastidores de Parks & Recreation: curiosidades por trás das câmeras

Parks & Recreation, NBC, Comédia

Imagem: NBC/Divulgação

Em todas as décadas, algumas emissoras produzem dramas e comédias que são de extrema qualidade, mas por alguma razão passam despercebidos não só por parte dos telespectadores, mas também pelas premiações e os executivos dos canais. The WireThe ComebackBody of ProofForever e, sem dúvida alguma, Parks & Recreation.

É claro que, em defesa de todos aqueles que ignoraram a série, ela competia com 30 Rock e The Office. Não é fácil, entendo. Entretanto, a série não foi só responsável por trazer um excelente texto de comédia, como também nos apresentar Amy Poehler; Nick Offerman, Rashida Jones e, principalmente, Aubrey Plaza e Aziz Ansari.

São por esses e outros motivos que a série é o tema do Bastidores desta semana. Será que tem muita curiosidade que a gente não sabe?

Precauções

Antes mesmo de The Good Fight ser forçada a mudar sua estratégia em virtude da vitória de Donald Trump, a produção de Parks & Recreation já estava preocupada com isso lá em 2012. Isso porque foram gravadas várias cenas de Leslie encontrando-se com o então vice-presidente, Joe Biden, no episódio intitulado Leslie vs April. O motivo? Apesar do otimismo, eles estavam preocupados que Obama e Biden perdessem as eleições para Mitt Romney.

No dia da gravação em que Joe faria sua participação especial, o elenco descobria que não tinha vencido o Emmy de Melhor Comédia. Curiosamente, ninguém ficou triste. O criador e roteirista Mike Schur aproveitou a oportunidade para anunciar que ele iria fazer algumas mudanças no roteiro. Qual a ideia? Ele iria incluir uma cena na qual Ben pede a mão de Leslie em casamento.

Errar é humano

Sem intenção, a NBC acidentalmente veiculou um anúncio durante sua programação promovendo um especial online sobre o casamento de April e Andy. Mas essa não era a ideia. Muito pelo contrário. A emissora esclareceu que queria apresentar aos assinantes, Ron & Tammy: Part 2 e em seguida, substituiu para Andy and April’s Fancy Party.

Mais tarde, a NBC esclareceu que a confusão entre os dois casais foi feita por um “funcionário confuso”. O mais curioso da história é que meses após a confusão, o episódio correto foi exibido e confirmou-se que, de fato, April e Andy, iriam se casar em breve.

O mais autêntico possível

Maquiadores e cabeleireiros receberam a missão de correr em direção aos atores nos intervalos das gravações para corrigir pequenos erros. Além disso, a produção foi incumbida de não se preocupar com a iluminação, na verdade coloca-la no máximo.

Quanto a necessidade de corrigir as sombras e remove-las na edição, a ideia era de deixa-la assim mesmo. Todo esse cuidado tinha um único objetivo: deixar tudo o mais autêntico possível. A proposta inovadora era de maximizar a quantidade de tempo que os atores ficavam em frente as câmeras.

Algo que ficou conhecido como trocar “a mágica de Hollywoood pelo máximo de comédia”.

Gente como a gente

Jay Jackson (Perd Hapley) foi, por muitos anos, um jornalista de verdade em mídia visual e escrita. Ele foi, inclusive, âncora dos principais noticiários locais em San Diego e Los Angeles, ambos mercados importantes na Califórnia. Após anunciar sua aposentadora em meados dos anos 2000, ele começou a fazer pequenas participações na televisão.

Sua primeira tentativa como ator foi interpretando um repórter em Dexter. A partir daí ele contratou um empresário na qual começou a lhe enviar sugestões de audição. No entanto com apenas uma condições: todos os personagens teriam que ser repórteres. Exatamente o que aconteceu fazendo com que ele aparecesse em programas como Scandal (2012), Revenge (2011); The Closer (2005), The Mentalist (2008), Body of Proof (2011) e BrainDead (2016).

Rapidinhas

– Nick Offerman originalmente fez uma audição para interpretar Mark Brendanawicz, mas acabou com Ron Swanson porque “se encaixou melhor”.

– Jean-Ralphio (Ben Schwartz) quase foi um dos interesses amorosos de Leslie, mas os produtores vetaram porque ele era “muito jovem”.

– A NBC originalmente encomendou 13 episódios para a primeira temporada, mas Amy Poehler estava grávida. Então apenas seis episódios foram produzidos.

– Mesmo sendo ambientado em Indiana, a série foi gravada em partes diferentes da Califórnia.

Share this post

Bernardo Vieira

Catarinense e estudante de direito. Escrevo sobre entretenimento desde 2010, mas comecei com política internacional depois da campanha americana de 2016. Adoro uma premiação e um debate político, mas sempre estou lendo ou assistindo algo interessante. Quer saber mais? Me pague um café e vamos conversar.