Os bastidores de Smallville: curiosidades por trás das câmeras

Smallville
Smallville

Imagem: CW/Divulgação

Lançanda em 2001, Smallville foi pioneira. Não só por ser uma das primeiras séries a entrar no ar pela CW quando o canal foi lançado em 2006, mas também pelo gênero na qual representou durante sua jornada. É claro que vimos As Aventuras do Super-Homem na década de 1950 e Batman nos anos 60. Entretanto, a única a desbravar o início deste século foi Smallville.

Além de lançar a carreira de Tom Welling, a série também foi uma das precursoras do gênero de super herói na nova era dourada da televisão. E sim, vamos concordar em fingir que The Cape nem existiu. Pode-se afirmar com conforto que ela foi o teste que os executivos da CW precisavam para investir pesado em adaptacão de quadrinhos para televisão. 

As recentes notícias envolvendo Allison Mack não conseguem arranhar a imagem de Smallville. Nem de longe eu diria. Entretanto, é inevitável lembrar da atriz durante seu período na série e imaginar que durante todo aquele tempo ela estava envolvida num culto sexual bizarro.

Continua após a publicidade

Sabendo disso e com o intuito de refrescar as boas lembranças da série, ela é a escolhida para ser o tema do Bastidores desta semana.

Imagem: The CW

Fora dos planos

Originalmente, a  Tollin/Robbins Productions estava planejando fazer uma série que falasse sobre a vida de Bruce Wayne como jovem antes de tornar-se o Batman ao invés do Super-Homem. Mas essa foi a mesma época que a Warner Bros. Studios tinha decidido produzir Batman Begins, fazendo com que a proposta fosse descartada para “evitar competição”.

Com isso, o responsável pela produtora sugeriu a Peter Roth, o então responsável pela Warner Bros Television, para que eles explorassem os primórdios do Superman, mais especificamente um tal de Clark Kent. O executivo gostou da ideia e aprovou o projeto que em breve seria chamado de Smallville.

Com o fim (bem sucedido) da trilogia em 2012 com o sucesso estrondoso de Batman: O Cavaleiro das Trevas Ressurge, a ideia inicial foi revisitada. O nome do projeto? Gotham. Será que alguém conhece?

Continua após publicidade

Guarde o seu Batman

Em virtude do embargo que a Warner Bros. impôs em qualquer produção televisiva relacionada a Bruce Wayne/Batman em virtude dos filmes, o departamento criativo teve que bolar outras ideias. Uma delas foi Oliver Queen/Arrow, criado essencialmente para substituir (e preservar) todo material relacionado ao cavaleiro das trevas.

Poderia ser, mas não foi

– Milo Ventimiglia (This Is Us) foi o primeiro a fazer uma audição para interpretar Clark Kent. Ele não passou já que o papel ficou com Tom Welling. Mas a executiva da então The WB gostou tanto do ator que escalou-o diretamente, sem precisar de qualquer teste, como o Jess de Gilmore Girls. O papel mais próximo de super-herói que Ventimiglia fez foi em Heroes, da NBC.

– Amy Adams, isso mesmo, Amy Adams fez uma audição para interpretar Lois Lane. Por razões não divulgadas, Erica Durance ficou com o papel. Se você acredita em destino, foi uma ironia e tanto quando ela foi confirmada como a intérprete da personagem no longa Homem de Aço. Adams, entretanto, chegou a participar de Smallville como convidada interpretando uma meta-humana. 

– Críticos maldosos batizaram Smallville de Dawson’s Krypton em referência às similaridades com a estrutura narrativa de Dawson’s Creek.

 Saindo por cima

À época conhecido como o “horário da morte” da CW a sexta-feira não afetou em nada Smallville quando a mesma foi movida para este dia. Exibida num dia um tanto ruim para audiência (Taken que o diga), a série continuou rendendo como sempre. Na verdade, manteve-se em segundo lugar nos melhores números da emissora.

A última temporada foi anunciada em virtude de um entendimento que a história, criativamente falando, dava sinais claros de esgotamento. Se dependesse da CW a possibilidade de Smallville ter se tornado a primeira versão de Supernatural eram grandes.

Para efeitos de curiosidade, a série ficava atrás apenas de The Vampire Diaries na sua penúltima temporada.

Continua após publicidade

E aí, vamos cruzar?

Um crossover entre Smallville Supernatural foi sugerido, mas em seguida rejeitado. A ideia teria sido “tão ruim e incompreensível” que os executivos da CW sequer encomendaram um roteiro para avaliação. O resultado inicial parece ter sido tão ruim que possibilidade de revisitar a proposta nunca foi considerada.

E aí, sentem saudades de Smallville? Gostaram das curiosidades? Conta pra gente…

Avatar

Bernardo Vieira

Catarinense e estudante de direito. Escrevo sobre entretenimento desde 2010, mas comecei com política internacional depois da campanha americana de 2016. Adoro uma premiação e um debate político, mas sempre estou lendo ou assistindo algo interessante. Quer saber mais? Me pague um café e vamos conversar.

4 comments

Add yours
  1. Eduardo Nogueira
    Eduardo Nogueira 2 maio, 2018 at 12:15 Responder

    Smallville é minha segunda série predileta da vida, amo demais! Só faltou um detalhe: depois de não terem aceitado Milo para o papel de Clark, eles ainda fizeram uma tentativa com o Jensen Ackles, que depois foi chamado pra ser o antagonista da quarta temporada, antes de protagonizar Supernatural.

  2. Avatar
    Murilo Garcia Valadares 4 maio, 2018 at 21:39 Responder

    Tom Welling era o mais badalado mas atores de verdade mesmo eram Michael Rosenbaum e John Glover, os Luthors.

  3. Avatar
    romulo 5 maio, 2018 at 03:10 Responder

    Assisti todos os episódios até a sexta temporada. Na sétima, como vi q o lex luthor não ia mais aparecer, pois o ator não estava mais suportando raspar a cabeça pra fazer o papel, desanimei de continuar assistindo.

Post a new comment