Bates Motel – 3×06 – Norma Louise

Bates Motel 3x06

Imagem: Entertainment Weekly

 

Vamos começar a review esclarecendo um ponto. Este é o mais importante episódio da série desde seu ápice criativo na primeira temporada, hands down. E não é só porque a história finalmente resolveu acontecer. Não é só porque Norma decidiu encarar seu trauma de frente, mas porque a situação acabou se tornando o que parece ser o ponto onde não há mais retorno para Norman.

Como em um momento de surto adolescente, Norma fugiu de casa após o choque de descobrir que Caleb estava mais perto do que ela imaginava. O curioso é que ela, assim como Romero, estava sendo observada. Pelo visto a novelinha com o Arcanum está longe de acabar, mas esse não é o foco agora. Dormir fora de casa, comprar roupas que normalmente não usaria e desabafar com alguém que ela conheceu há pouquíssimo tempo sobre a culpa do filho na morte do marido mostra que a protagonista está completamente desestabilizada emocionalmente. Não é para menos.

Continua após a publicidade

Uma das coisas mais legais do episódio, mas que poderia ter sido melhor aproveitado foi o flashback. Norma e Caleb quando criança, juntinhos, por que não prolongar esse momento? Imaginei que o episódio mostraria o crescimento dos irmãos de forma gradual, até chegar no estupro. Talvez ainda veremos um pouco mais dessa relação… fraternal, diga-se de passagem, no capítulo que segue já que os irmãos devem ter bons momentos frente a frente.

Aliás, que cena belíssima, hein? Vera Farmiga está numa entrega bonita de se ver. Não que isso seja novidade. A sequência que começa na confissão do crime de Norman, passando pela walk of shame e o retorno para casa até chegar na fazendo foi toda muito bem conduzida em prol dela. Mesmo Freddie Highmore e Max Thieriot que estavam ótimos encarando a ausência da mãe ficaram apagados quando ela aparece.

E o principal ponto de Norma Louise, o ponto onde não há mais retorno para Norman. Pelo menos é o que parece. Sozinho com o irmão e Emma, passou a ter “sonhos” cada vez mais reais. O auge da loucura acontece quando ele assume a personalidade da própria mãe, no que seria a maior referência da série ao filme nessa temporada. Tudo isso na frente de Dylan. Sensacional.

Agora que Norma e Caleb estão finalmente frente a frente e as emoções já tomaram conta, o jovem Bates parece ainda mais desestruturado. E isso é bom. Mal posso esperar, afinal, para ver como os roteiristas vão tratar a relação de Norma com o irmão daqui para frente e como o personagem de Highmore vai encarar isso. E o problemão de Romero também. Bates tomou fôlego. Só precisa manter.

Equipe Mix

Equipe Mix

Perfil criado para realizar postagens produzidas pela equipe do Mix de Séries.

3 comments

Add yours
  1. Izabella Viana
    Izabella Viana 4 maio, 2015 at 10:01 Responder

    Venho esperando por esse momento desde o começo da série! De arrepiar o Norman na pele de Norma, que cena!!! Agora acho que Bates Motel engrena de verdade. Melhor episódio da série.

Post a new comment