Bates Motel – 4×07 – There’s No Place Like Home

Norma_Preocupada
Imagem: Banco de Séries

[spacer size = “20”]

Continua após publicidade

Em “There’s No Place Like Home”, Bates Motel nos prepara para os episódios finais da temporada. Após alguns meses internado, Norman decide que é hora de voltar para casa.

Continua após a publicidade

O episódio começa mostrando que o casal Normero continua vivendo sua lua de mel. O amor está no ar em White Pine Bay. Depois de entregar a chave de Bob Paris para Rebecca no episódio passado, Romero resolveu contar para Norma sobre o dinheiro escondido na casa dela. Continuo acreditando que essa história não terá um final feliz para o xerife. Já Norma, diferentemente das temporadas passadas, aparenta estar realmente feliz. Mas, como tudo na vida de Norma é complicado, essa felicidade tem hora para acabar, afinal, Norman finalmente descobriu sobre o casamento e não está nem um pouco feliz com isso.

Continua após publicidade

Após o apagão de Norman no episódio passado, o médico Dr. Edwards parece estar cada vez mais preocupado com o jovem, mas acredita estar no caminho certo para um possível tratamento. Como era de se esperar, Norman continua não concordando com o médico. Durante sua estadia em Pineview, ele nunca concordou que aquele era um lugar para ele. Em suas conversas com Julian e com o Dr. Edwards, sempre deixou claro que não era como os outros internos. E estava certo. Norman não é apenas mais um louco varrido. Ele é muito inteligente e sabe usar essa inteligência para alcançar seus objetivos. Os diálogos com Julian, Norma e, por último, com o Dr. Edwards mostraram o quão brilhante é o personagem.

O episódio serviu para indicar o tom desse final de temporada. Todos (Norma, Romero, Dylan, Dr. Edwards e eu) estamos preocupados com a volta de Norman. Afinal, a mente de Norman é algo muito complexo para pessoas normais entenderem. Mas uma coisa é certa, Norman não voltou para brincar de bom moço e sangue deve ser derramado nos próximos episódios. Resta saber quem vai ser a primeira vítima.

Continua após publicidade