Big Brother Brasil 17×23/24 – Pimenta no dos outros é refresco

Imagem: Divulgação/Rede Globo
Imagem: Divulgação/Rede Globo

[spacer height=”20px”]

Continua após publicidade

Depois da eliminação do Mister Banguela, Luis Felipe, a casa segue com os grupos um tanto quanto dispersos. Roberta finalmente revelou que o sétimo voto da Mayara foi dela. Isso não parece ter mudado muita coisa no relacionamento dela com o restante da casa. E Elis que está sendo considerada a “agente do caos” pelo apresentador Tiago Leifert segue no jogo “morde e assopra” dela. Isso não está sendo visto com bons olhos pelos outros participantes. Tornou-se alvo certo para o próximo paredão.

Continua após a publicidade

Se na semana passada um ovo foi motivo de discórdia. Nessa semana a um ketchup apimentado acabou gerando atrito entre os participantes. Roberta sem saber acabou colocando no estrogonofe, estragando o almoço do grupo. Sobrou para Ilmar, pois ele não deixou que o ketchup fosse jogado fora. E foi um jogando a culpa para o outro. É nítido que assim como Elis, ele não está sendo bem visto pela maioria da casa.

Continua após publicidade

Sobre a prova de liderança. Foi uma prova decidida na sorte por um mini The Voice Kids. Isso mesmo! Fazendo propagando do programa da casa, os participantes tiveram que descobrir através do telão se as crianças que se apresentavam para os jurados, eram aprovadas ou não. Quem acertava, continuava. Quem errava, estava eliminado!

Imagem: Divulgação/Rede Globo

Quem levou a melhor foi o nerd Pedro. Ele é o típico participante come quieto. Não se envolve em polêmica, mas está sempre por dentro do que acontece. No paredão passada ele foi responsável por desarticular o jogo de Roberta e cia. Indicando Ilmar para o paredão, e com isso Luis Felipe foi o mais votado. De bobo ele não tem nada.

Continua após publicidade

Muita coisa pode acontecer, Manoel não pode ser votado pela casa. Tem a prova do anjo ainda, e o paredão novamente será triplo. Dessa vez, os dois mais votados pela casa estarão automaticamente no paredão. AGUENTA CORAÇÃO!

Por Diogo Azis