Blindspot – 1×21 – Of Whose Uneasy Route

Of Whose Uneasy Route Blindspot MAIOR
Imagem: Spoilers Guide

[spacer size = “20”]

Continua após publicidade

Blindspot e a sua capacidade de afirmar com toda a pompa – “Yes, we can”, ou “Sim nós podemos” (para aqueles que não lembram da memorável campanha eleitoral dos Estados Unidos em 2008). Entretanto, aqui não há qualquer sinal de discurso sobre a reconstrução da economia, empoderamento das minorias e das mulheres, atenção para a classe média ou propostas de reforma do sistema penitenciário. Não. O que felizmente temos nesse episódio é a amostra de que o roteiro sabe o que fazer para chegar em plena forma na segunda temporada.

Continua após a publicidade
Of Whose Uneasy Route Blindspot MENOR
Imagem: Ecumenical News

Entretanto, não vamos superestimar “Of Whose Uneasy Route”, pois apesar da imensa qualidade que começou a apresentar da metade para o final, o início foi bastante problemático para o roteiro, apesar de uma história primária bastante sólida e forte – o ataque de hackers ao FBI, fato que aconteceu na vida real em fevereiro deste ano. A trama ressaltou tais dificuldades, porque não souberam desenvolver com clareza o que estava realmente acontecendo o que acabou deixando o telespectador um pouquinho confuso, pelo menos este que vos fala.

Continua após publicidade

Além disso, exalto o imenso clichê utilizado pelo roteiro para forçar uma aproximação de alguns personagens e a resolução, bastante rápida, de algumas questões que estavam em aberto – prender alguns num elevador e outros em um corredor em razão de uma emergência no FBI. Como disse, é uma ferramenta bastante simplória e fácil de ser utilizada, agora que o roteiro tem pressa para levantar o tom de Blindspot para a Season Finale.

Outra deficiência ficou com a direção, que foi incapaz de inovar nos seus direcionamentos de câmera, dando enfoque nos personagens em momentos de fraqueza para que o telespectador pudesse adquirir uma certa empatia. Soma-se isso a outro fator que jogou contra o episódio em diversos momentos – a edição. Ora estávamos numa cena que usava e abusava de recursos técnicos para impressionar quem assistia, mas de repente aquilo era cortado e éramos levados para um situação cujo tom era adverso àquele que acompanhávamos segundos atrás.

Continua após publicidade

Contudo, como ressaltei no segundo parágrafo, tivemos a grande oportunidade de observar uma mudança drástica na metade do episódio para o final. Mayfair foi finalmente invocada para o centro das atenções, juntamente com uma conspiração instigante e emocionante ao seu redor, que envolve até mesmo a participação do Attorney General, ou Advogado Geral da União para os brasileiros, mostrando que é exatamente isso o que Blindspost precisava.