Blindspot – 2×01 – In Night So Ransomed Rogue

Imagem: NBC

Imagem: NBC

Continua após as recomendações

 

Como prometido, Blindspot retornou nessa semana (14), e, para a alegria do público, trouxe no primeiro episódio algumas respostas importantes.

Continua após a publicidade

Jane foi presa e torturada por três meses em um cativeiro da CIA. Ainda que o corpo de Jane estivesse completamente machucado, foi a sua mente a grande afetada. Como uma máquina violenta, pronta para destruir tudo a sua frente, a ex-agente do FBI conseguiu escapar da prisão secreta, depois de muito sangue derramado.

Paralelamente a cena, Kurt Weller e sua equipe, ao estarem em uma missão do FBI, são abordados pela nova personagem da série: Nas Kamal – interpretada pela atriz Archie Panjabi -, a chefe da divisão secreta da NSA. Responsável por investigar sigilosamente o caso Jane Doe, ela alerta à equipe do FBI que Jane fugiu do esconderijo da CIA, e que encontrá-la é primordial para que grupo terrorista intitulado Sandstorm, o qual Jane fazia parte, seja detido.

Imagem: NBC

Imagem: NBC

Encontrada e trazida de volta para o FBI, Jane é submetida a um interrogatório. Mas o que ninguém esperava é que ela, finalmente, falasse, em alto e bom tom, que foi sequestrada e torturada por Tom Carter – um dos grandes nomes da CIA – ; que a agente Mayfair foi morta por Oscar – ex-integrante do grupo terrorista – ; e que esse terrorista foi assassinado pela própria Jane, quando descobriu um dos planos do grupo contra o FBI.

Decididos a encontrar quem realmente está por trás das tatuagens, da memória apagada e do intenso treinamento da mulher misteriosa, Kurt, sua equipe e Jane elaboraram um plano: Cade, o integrante que se virou contra o grupo, seria o responsável pelas marcas do corpo de Doe, além de culpado pelo assassinato de Oscar.

Resgatada pelo seu novo contato da Sandstorm, Jane é levada até Shepherd e, então, as informações são despejadas para nós em menos de cinco minutos de cena: Shepherd é uma mulher. Jane Doe, na verdade, é Alice Kruger, que ficou sob custódia do governo, após o assassinato de seus pais biológicos. Recrutada por uma academia secreta, ainda quando criança, passou a ser treinada junto com seu irmão para serem soldados invencíveis. Com isso, Shepherd passou a ser, ninguém mais, ninguém menos, do que o laço mais próximo de família dos dois. Vimos, até mesmo, um abraço fraternal entre as duas, o que fez com que ficássemos na dúvida se Jane voltaria para o FBI e contaria toda a verdade, traindo sua suposta família, ou se ela mentira para Weller e sua equipe.

Surpreendendo, ela conta tudo o que descobriu, inclusive, seu parentesco com as pessoas envolvidas no caso, porém as surpresas da trama não terminaram aí. Um grande míssil surge no final do episódio, após a conversa de Shepherd com o irmão de Jane, além do anúncio de que há outro espião do Sandstorm dentro do FBI. Para causar ainda mais confusão no público, inúmeros rostos suspeitos foram mostrados para nós enquanto tudo isso era dito. Quem será o espião?

O que pensei sobre o começo dessa nova jornada: Ainda que as respostas que nos foram dadas durante o primeiro episódio tenham sido importante, a construção dos 42 minutos da trama foi estranha. Se os produtores tivessem, episódio após episódio, explicado detalhadamente a história de Jane Doe, talvez a sensação de envolvimento com os personagens seria maior. Tudo foi dito tão rápido que fez com que as novidades, que estavam sendo ditas, parecessem banais.

Esperamos que os próximos episódios sejam construídos detalhadamente, para que possamos nos envolver ainda mais com os personagens. Além de estarmos ansiosos para entender o que aconteceu com as relações da série, após todos descobrirem quem Jane realmente é.

Então, aguardo vocês na próxima semana, aqui, no Mix de séries, para discutirmos sobre essa nova temporada que fez grandes promessas!

Tags Blindspot
Avatar

No comments

Add yours