Blindspot – 2×03 – Hero Fears Imminent Rot

Imagem: NBC

Imagem: NBC

Continua após as recomendações

 

Com uma forte carga emocional, o terceiro episódio da segunda temporada de Blindspot foi lançado essa semana.

Continua após a publicidade

Depois desse novo episódio, confiar em Jane Doe não parece uma atitude prudente. De acordo com Roman, seu irmão biológico, Doe era manipuladora e alguém treinada para matar sem pensar duas vezes antes de ter a memória apagada. Porém, depois que foi achada dentro de uma bolsa em meio a Time Square e passou a conviver com pessoas do FBI – que se tornaram amigos dela – a nova Jane parece estar bem distante dessa antiga realidade… Bom, até que ela aponta a arma no rosto de alguém e puxa o gatilho instantaneamente.

Isso tudo faz com que voltemos ao ponto de: ‘Afinal, quem é Jane Doe?’, porém, há algumas justificativas para caso ela realmente seja manipuladora e uma assassina (como a própria Nas Kamal falou): Doe, desde a infância, foi treinada para matar, inclusive, no episódio anterior, nos foi dito que o orfanato em que ela foi criada criava “soldados imortais”, portanto, ela foi induzida a isso. Outra explicação para as duas Jane – a antes da memória apagada e a de depois -, é que ela conviveu com pessoas diferentes em cada momento. A família dela a ensinava que o certo era combater o governo corrupto, independente de quais atitudes fossem necessárias para isso, já o FBI é o governo, ou seja, realidades completamente opostas.

Outras duas histórias importantes abordadas dentro da trama foram: Edgar começar a se questionar sobre a ideia de ter sido abusado e conversar com Zapata sobre o assunto, além do discurso de Jane sobre Oscar, em paralelo com a despedida para Mayfair.

Imagem: NBC

Imagem: NBC

Quando a primeira lágrima escorreu pelo rosto do agente, os nossos corações apertaram. Foi possível sentir o desespero de Edgar, pois a ideia de ter sido abusado é horrível, mas não conseguir se lembrar disso, para, então, tentar lidar com a situação, é desesperador. Quando ele contou para Tasha sobre o que aconteceu, a série se preocupou em abordar com delicadeza um assunto importante: a dificuldade de falar sobre o abuso, pois há um misto de sentimentos e dúvidas dentro de si. (Muitos pontos para Blindspot por isso!)

Já o discurso de Jane foi de arrepiar. Ela, que mais parecia estar falando sobre a morte de Mayfair do que de Oscar, mostrou para o telespectador de qual lado está (até então). Esperamos que ela continue dessa maneira.

Ainda são muitos assuntos em aberto, mas a temporada só está começando e bem, inclusive. Então, esperemos o próximo episódio e a próxima review aqui, no Mix de séries!

Nenhum comentário

Adicione o seu

Tags Blindspot