Bloodline – 2×04 – Parte 17

Imagem: EW Online.
Imagem: EW Online.
Imagem: EW Online.

[spacer size=”20″]

Continua após publicidade

Eu adoro as aparições do Danny. Decididamente o melhor ator mesmo com o personagem morto. Ele dando risada no banco de trás do carro valeu o episódio. Nolan e John começam bem o episódio, parecem estar se dando bem, acredito que o tio está começando a ficar com pena do menino, que tinha uma figura paterna bem figura e que sumiu do nada. Todos ali eram meio estragados, Nolan, Eve, Danny, mas afinal de contas era o que eles tinham.

Continua após a publicidade

John Rayburn é uma mentira! – Danny

Eu sinceramente, ali no final, achei que John ia chorar, e confessar que matou Danny. Vocês viram a cara dele? Consumido pela culpa. Várias visões com o irmão, conversando com ele. Todos os irmãos gostariam de ser como John, eu não gostaria. Agora Kevin bateu o recorde de burrice. O que esperávamos que aconteceria aconteceu, devolveu as drogas ao Lowry achando que isso seria uma grande coisa, nobre. Para a consciência dele talvez, mas não para o plano de John. Como eu disse, o medo de Lowry não tinha fundamento, John estava trabalhando arduamente em seus blefes apenas. Apesar disso, John acabou o episódio com um full house. Lowry morto, e morto não dá depoimento.

Continua após publicidade

Só senti pena do mexicano, pai da guria morta na temporada passada. Ele fez um grande serviço para a sociedade mas acabou preso. Se John tivesse ido a casa dele sozinho, tenho certeza que o homem ia passar em branco com essa confissão. Mas Marco, todo certinho, estava junto. Falando em Marco, que saia justa aquele encontro com Meg. Ela soltou os bichos na nova namorada dele, bêbada (porque havia perdido o emprego), chateada e com medo.

Sally fez a primeira coisa certa dela na série, não deu dinheiro para a loira Eve, que com aquela aparência toda largada não tinha chance de nada mesmo. Veio atrás do filho, sei, conta outra. Pelo jeito, o que Danny não aterrorizou em vida, vai em morte, junto com Eve e Nolan para dar uma ajuda. Kevin vai preso, porque além da cagada com Lowry, ele provoca um acidente. Sério, esse homem é muito pé na jaca. E lá vai santa Meg livrar a cara do irmão, agora ela tem tempo para a família.

Continua após publicidade

John e Diana estão em faíscas com a rede de mentiras que está rolando, acho que um romance entre esse casal poderia melhorar um pouco o clima pesado dessa série. A parte com os filhos deles é que pareceu meio deslocada; a filha vai começar a namorar, o filho só pensa em whey, eles não parecem muito conectados com o enredo. Papai Rayburn e Danny tem algo em comum, mortos mas sempre revelando segredos interessantes, Sally ficou chateada ao saber dos pagamentos do marido para Eve.

A revelação do episódio na verdade foi que John estava disposto a deixar Lowry meter a boca no mundo, ele não aguenta mais o segredo e estava entregando as pontas, mas já que fizeram o serviço sujo por ele desta vez, escapou. Mas gostei que ele armou pro Lowry, pensei que realmente ele tinha entrado na história e ia deixar ser chantageado por ele. Esse não é o John exemplo que conhecemos.

[spacer size = “20”]

Reclamação: A temporada terá 10 episódios mais longos; eu preferiria 13 episódios mais curtos. Apesar de ter sido esse o melhor até agora, é puxado mais de uma hora de episódio. Assistir com pausas, mas jamais perder o que vai acontecer.