Brooklyn Nine-Nine foi longe demais com essa cena, dizem fãs

Cena brooklyn nine nine longe demais
Imagem: Divulgação.

Longe demais?

Os personagens da comédia Brooklyn Nine-Nine são conhecidos por correr riscos de vez em quando por recompensas cômicas. E, na maioria das vezes, esses riscos compensam com a ajuda de Jake Peralta (Andy Samberg).

Continua após publicidade

Além disso, a cultura séria dos membros da 99 sempre é mantida em um rugido monótono com a ajuda do capitão Raymond Holt (Andre Braugher) e do sargento Terry Jeffords (Terry Crews).

Mas infelizmente, em um dos primeiros episódios da primeira temporada, a série pegou alguns fãs de surpresa por uma cena arriscada envolvendo Peralta e um interesse amoroso.

Continua após publicidade

À primeira vista, você pode não pensar duas vezes sobre a direção dessa cena e sobre o que os personagens estão falando. Mas quando você começa a refletir um pouco mais sobre as coisas, o momento se torna claramente perturbador.

Mesmo em uma comédia pastelão, esse é um assunto que alguns fãs acham que a série não deveria ter tocado. E a pior parte é como a série tentou agir como se esse hobby ilegal e nojento fosse algo que as pessoas fazem casualmente.

Portanto, existe uma cena que muitos fãs acham que a série Brooklyn Nine-Nine foi longe demais, e nós revelamos!

Continua após publicidade
Imagem: Divulgação.

Longe demais

Em uma lista do Buzzfeed de momentos em que as séries de TV foram longe demais, alguns fãs da série apontaram para um momento que aconteceu logo no quarto episódio da primeira temporada de Brooklyn Nine-Nine, intitulado “M.E. Time.”

Neste episódio, Peralta sai com a Dra. Rossi (Mary Elizabeth Ellis), que é a legista que trabalha em um caso liderado pelo fiel ajudante de Peralta, Charles Boyle (Joe Lo Truglio). A investigação está atrasada porque Peralta continua se envolvendo com a Dra. Rossi e suas fantasias sexuais. O único problema é que essas fantasias sexuais são sombrias, distorcidas e ultrapassam os limites.

Enquanto Peralta explica a situação com seus colegas de trabalho, ele detalha seus fetiches, que consistem principalmente de fantasia de necrofilia.

Continua após publicidade

A princípio, a Dra. Rossi coloca cubos de gelo nos lábios de Peralta para deixá-los mais frios, depois ela apalpa seu peito e diz que quer ver o que tem ali.

Cena brooklyn nine nine longe demais
Imagem: Divulgação.

Eventualmente, na cena em que os fãs elegeram como “uma cena realmente nojenta”, Peralta se envolve na situação e joga junto os fetiches da mulher. Então, ele termina a cena no chão fingindo estar morto.

No final das contas, eles estão encenando necr*filia. E isso não caiu bem para muitos fãs.

A Dr. Rossi até pergunta a Peralta há quanto tempo ele está morto, ao que ele responde há quatro dias. Isso desagrada a Dra. Rossi porque, a essa altura, o corpo estaria inchado e fedorento, sugerindo que ela está levando essa fantasia muito a sério.

Depois de dar um passo para trás e olhar para este episódio, outros fãs notaram como ele realmente é perturbador.

A série tenta seguir em frente como mais um dos hilários dilemas de Peralta, mas até este é um pouco mais sombrio do que se imaginava.

A necr*filia é altamente ilegal e pode levar a anos de prisão, para não mencionar danos psicológicos. Talvez Brooklyn Nine-Nine deva se limitar a resolver crimes e não cruzar os limites com piadas desse tipo. Certo?

E então, você concorda com esses fãs? Deixe nos comentários e, igualmente, continue acompanhando as novidades do Mix de Séries.

Criador do Mix de Séries, atua hoje como redator e editor chefe do portal. Especialista em SEO e construção de textos para internet, também atua como webwriter com foco em textos para o Google. Autor na internet desde 2011, passou pelos portais TeleSéries e Box de Séries. Fã de carteirinha de Friends, ER e One Tree Hill, é aficionado pelo mundo dos seriados. Também é fã de procedurais, sabendo tudo sobre o universo das séries Chicago, Grey's Anatomy, e séries de sucesso como La Casa de Papel e Lucifer. Também é fã da DC Comics, e acompanha produções inspiradas em personagens da editora, como Titans e até o mais recente produto da editora, Sweet Tooth.