Café com Aroma de Mulher tem grande segredo na Netflix

Afinal, qual o segredo do sucesso de Café com Aroma de Mulher na Netflix?

Café com Aroma de Mulher
- Publicidade -

Gaivota, que voa longe, voa tão alto…“. Quem cresceu nos anos 1990, certamente, lembra-se dessa música enquanto zapeava os canais em algum momento do dia, entre um programa infantil ou a sessão da tarde. É que Café Com Aroma de Mulher foi um dos grandes fenômenos colombianos que desembarcou no Brasil e abriu fila para grandes produções fazerem sucesso por aqui, como A Usurpadora, O Privilégio de Amar, entre outras.

- Publicidade -

No entanto, foi nos anos 2000 que ela voltou a fazer muito sucesso, impulsionada pela recente exibição de A Usurpadora em 1999.

Agora, mais de 20 anos depois, em uma mídia completamente diferente, a mesma história volta a se tornar um fenômeno na Netflix. E há uma explicação para o sucesso de Café Com Aroma de Mulher, sendo este o seu grande segredo.

- Publicidade -

A história que toca o coração

Café com Aroma de Mulher
Imagem: Divulgação.

Em Café Com Aroma de Mulher, como todos os anos, Gaviota e sua mãe vêm à fazenda Casablanca buscar o café da segunda safra do ano, mas neste mês de outubro eles esperam que seja a última, porque a partir de agora eles terão suas próprias terras. Mas o destino tem outros planos.

Leia também: Ator de Café com Aroma de Mulher viveu momento de medo nas gravações

Acabou de falecer Octavio Vallejo, dono da fazenda, o mesmo homem que ela salvou de um suposto sequestro. Além disso, o mesmo homem que lhe prometeu como recompensa um hectare de terra para que pudesse cultivar seu próprio café Patriarca. Gaviota conhece Sebastián, neto de Octavio, residente no exterior.

À primeira vista, nasce entre eles uma atração irreprimível, um amor por quem já não se vê. Comovente, apaixonado, bem como impossível. São duas pessoas que pertencem a mundos diferentes. Dessa forma, ele anda entre as elites nova-iorquinas, ela entre os cafezais. Mas, embora pareça que não têm nada a ver, os dois saboreiam o mesmo café.

- Publicidade -

Diante desta trama, podemos perceber que Café Com Aroma de Mulher não tem grandes orçamentos ou uma produção pomposa, como muitos produtos da Netflix conta hoje em dia. E é aí que vem um grande segredo.

Café Com Aroma de Mulher tem segredo para o sucesso… A simplicidade

Imagem: Divulgação.

Então, ao analisarmos o impacto de Café Com Aroma de Mulher, entendemos que o grande segredo do sucesso da história na Netflix se dá por alguns pontos.

Primeiro, que o espectador não tem necessidade de milhões investidos, como Stranger Things alcançou recentemente. Parte dos assinantes, na verdade, querem histórias coesas, reais, e que de alguma forma acalentam o coração.

- Publicidade -

Leia também: Café com Aroma de Mulher, 2ª temporada tem péssima notícia

Café Com Aroma de Mulher consegue essa proeza indo além, não só com uma história romântica, mas também tocando no ponto nostálgico. Afinal, muitos fãs certamente se lembraram da exibição da novela original nos anos 1990 e embarcaram nessa nova versão protagonizada por William Levy e Laura Londoño.

Além disso, vale ressaltar, o gênero romântico vem cada vez mais saindo do estereótipo de “produto para mulher”. Na verdade, todos os gêneros e faixas etárias estão aprendendo a desfrutar – e respeitar – o gênero do romance, tornando-os este alguns fenômenos interessantes.

Na própria Netflix mesmo, atrações como Virgin River, Chesapeake Shores e Doces Magnólias tornaram-se fenômeno. Então, Café Com Aroma de Mulher tem sua parcela de preferência.

Latinos têm sua vez

Para completar, Café Com Aroma de Mulher é uma produção latina, o berço do gênero telenovelesco, onde nasceu tantos fenômenos como as já citadas novelas mexicanas e colombianas e, claro, as brasileiras.

Esses produtos sempre fizeram sucesso fora de seus países de origem, e isso continua até os dias de hoje.

Portanto, o sucesso na Netflix reflete apenas neste grande segredo: o público quer uma boa e velha novela, para se apaixonar, emocionar, rir e torcer.

Por mais produções assim, não só na Netflix, mas em todos os streamings.

Anderson Narciso
- Publicidade -