Cai o número de espectadores que assistem séries “ao vivo” nos EUA; Confira

Imagem: Divulgação

Continua após a publicidade

De fato, é uma nova era para a TV…

A televisão norte-americana parece estar mesmo enfrentando uma nova era, em se tratando da mensuração de audiência. Outrora, as atrações ficavam a mercê dos horários que eram exibidas, e se o público perdesse aquele horário, poderia conferir apenas na reprise – em um horário nada agradável.

Com o hábito de maratonas cada vez mais em pauta, o público está deixando para assistirem alguns episódios de suas séries favoritas nas gravações que seus aparelhos fazem, e não no horário de exibição regular.

Isso é o que mostra uma publicação do TV By The Numbers, um dos sites mais confiáveis sobre audiência da TV norte-americana.

Fracasso no horário ao vivo, sucesso nas gravações

Algumas séries estão se mostrando bem mais fortes no desempenho por DVR (as gravações desses episódios), em comparação com suas audiências ao vivo.

The Good Doctor, um dos grandes sucessos de 2017, por exemplo, sofreu uma brusca queda na audiência quando retornou para sua segunda temporada. Mas, nas gravações de 01 a 07 de outubro, angariou um aumento de 136%. Sua demo, de 1.1, foi para 2.6, enquanto seus espectadores de 7.1 milhões, passou para 13.3 milhões.

No Top 5, todas as séries tiveram um aumento considerável. This Is Us saltou de 2.4 para 4.3, a novata Manifest de 1.8 para 3.6 (o que representa um aumento de 100%), The Big Bang Theory de 2.2 para 3.8 e Grey’s Anatomy de 1.6 para 3.0. A nova série New Amsterdam também tem números expressivos e marcou 2.9, frente aos 1.5 que fez na exibição ao vivo.

Gravações podem significar sobrevida para algumas séries…

Isso significa que algumas séries de TV não poderão contar somente com seus números ao vivo para ganharem uma chance de renovação. Um exemplo disso é a novata A Million Little Things: elogiada pela crítica, a série vem marcando medíocres 0.8 nas exibições ao vivo. Mas nas gravações, saltou para 1.9, o que significa um aumento de 138%.

Séries da Franquia Chicago também estão fazendo bonito, dobrando os seus números de 1.2 para 2.4. Sem dúvidas, são as séries de maior consolidação no canal NBC.

Logo, as emissoras poderão começar a olhar mais para estes números, do que para a audiência das transmissões ao vivo, de fato. Dessa forma, as renovações e cancelamentos poderão ganhar uma nova roupagem. Isso reflete um pouco do cenário na última temporada, em que séries como Brooklyn Nine-Nine, Lucifer e Designated Survivor foram canceladas por baixa audiência, mas resgatadas por outros canais devidos a seus números on-line e por gravações.

Definitivamente, vivemos uma nova era na TV. Confira abaixo a tabela com os 10 mais assistidos da TV, a partir das gravações.

TOP 10 – SÉRIES MAIS VISTAS, ENTRE O PÚBLICO DE 18-49 anos
Somatória das gravações de 01 a 07 de outubro.

1 – This Is Us – 4.3
2 – The Big Bang Theory – 3.8
3 – Manifest – 3.6
4 – Grey’s Anatomy – 3.0
5 – The Good Doctor – 2.9
New Amsterdam – 2.9
6 – 9-1-1 – 2.8
7 – Moder Family – 2.6
8 – Chicago PD – 2.4
Chicago Med – 2.4
9 – Law & Order: SVU – 2.0
10 – A Million Little Things – 1.9

 

TOP 10 – SÉRIES MAIS VISTAS EM MILHÕES DE ESPECTADORES
Somatória das gravações de 01 a 07 de outubro.

1 – The Big Bang Theory – 17.1 milhões
2 – Manifest – 15.9 milhões
3 – The Good Doctor – 13.3 milhões
4 – This Is Us – 14.5 milhões
5 – Blue Bloods – 12.9 milhões
6 – New Amsterdam – 12.8 milhões
7 – Chicago Med – 12.8 milhões
8 – Chicago PD – 12.1 milhões
9 – Bull – 11.7 milhões
10 – 9-1-1 – 10.6 milhões

Leia também: Séries com sucesso de audiência em 2017 perdem público em 2018

Anderson Narciso

Anderson Narciso

Mestre em História, criador de conteúdo, é o editor responsável e idealizador do Mix de Séries. Eterno órfão de Friends, One Tree Hill e ER, acompanha séries desde que se entende por gente. No Mix é editor de colunas e de notícias e resenha séries semanalmente.

No comments

Add yours