Cartão Postal – Escândalo no Castelo de Cartas

Cartão Postal - S01E03 - Escândalo no Castelo de Cartas

Continua após a publicidade

 

O novo Cartão Postal traz dois sucessos: o hit da TV aberta Scandal e o trunfo dos serviços de streaming House of Cards. Ambos os shows se passam em Washington, D.C., mas nenhum é realmente filmado na capital. A série da Netlfix é filmada, em sua grande maioria, em Baltimore, no estado de Maryland, enquanto o sucesso da ABC é filmado majoritariamente em Los Angeles.

Por que isso acontece? Você já leu em edições anteriores de Cartão Postal que filmar em certas regiões acaba saindo muito caro para algumas produções. Além disso, alguns estados oferecem financiamento e possuem leis que ajudam e possibilitam a produção de filmes e séries. Outros lugares, porém, são verdadeiras barreiras para produções audiovisuais. O Novo México, por exemplo, possui leis que incentivam a produção de filmes e séries e ainda fornecem mão de obra e ajuda financeira. Washington, por outro lado, faz da vida de alguns produtores um verdadeiro inferno.

Até mesmo os políticos e a população de Washington se mostram insatisfeitos, pois a produção de uma série do tamanho de House of Cards, por exemplo, renderia inúmeros empregos para trabalhadores locais, além de um aumento considerável na economia da região. Na briga para ver que abrigaria a série estrelada por Kevin Spacey, por exemplo, o estado de Maryland colocou o dinheiro na mesa e abriu as negociações. Washington, por outro lado, se acanhou e perdeu a oportunidade. Resultado: a produção da série gerou quase 150 milhões de dólares para a atividade econômica e criou cerca de 2100 empregos em Maryland. E Washington? Bem, aparece na abertura. E só.

Enquanto algumas cidades e estados tentam criar incentivos fiscais para trazer produções para suas respectivas regiões, muitos criticam que a criação destas leis criou uma rivalidade entre as cidades, que brigam por um filme ou série. Além disso, muitos desinformados alegam que o dinheiro deveria ser investido em hospitais e pessoas desabrigadas ou desempregadas. O problema é que incentivar a produção audiovisual empregará pessoas desempregadas e trará mais dinheiro para ser investido na saúde e educação, por exemplo. Enquanto isso, Baltimore foi lar de The Wire e hoje abriga, além de House of Cards, Hannibal.

Vamos ao que interessa: por onde House of Cards passou e ainda passa com sua trama política elaborada e cheia de reviravoltas? Filmada em Baltimore, que é uma bela substituta para Washington (a arquitetura do lugar, ainda que em menor escala, é semelhante à da capital), a série fez sua própria D.C. fora da D.C. A casa de Frank e Claire (não a Branca, a outra, menor) está localizada em 1609 Park Ave., Baltimore. A fachada é pequena e não chama muito atenção, mas é uma rua nobre, onde famílias bem abastadas residem. As cenas internas são filmadas em estúdio, que também fica em Maryland. As externas, inclusive a cena inicial de toda a série, quando Frank acaba com o sofrimento de um cão, são filmadas neste endereço.

 

House of Cards colagem

Superior: a verdadeira casa de Frank; o fictício Freddy’s e a parte externa do The Washington Herald. Abaixo: Frank no Salão Oval; o verdadeiro e inexistente Freddy’s e a parte interna do jornal.

 

Freddy’s BBQ Rib Joint, o estabelecimento onde Frank come costelas, não existe no mundo real. A série utilizou, porém, um prédio abandonado em uma das regiões de Baltimore. O The Washington Herald, fictício periódico da capital, foi construído na redação real, mas vazia, do The Baltimore Sun, jornal verdadeiro da cidade. Além do interior, a produção ainda colocou uma placa no exterior do prédio. Já o Salão Oval e demais pontos da Casa Branca foram gravados, obviamente, em estúdio. Assim, as únicas tomadas filmadas realmente na capital são aquelas que aparecem na abertura ou quando algum monumento é utilizado durante o episódio.

Para começar temos uma pequena grande mentira que Scandal prega. O prédio onde fica a Olivia Pope & Associates fica no centro de Los Angeles e não é tão imponente como a série sugere. Repare nas imagens abaixo que alguns retoques digitais foram realizados: primeiro, as placas presas na fachada foram retiradas e a lateral do prédio foi alterada para ser igual à fachada principal, dando a ideia de que o edifício é maior e mais bonito do que realmente é. As cenas internas, porém, com os escritórios da agência, são filmadas em estúdio.

Os portões da Casa Branca, por onde Olivia passa como se estivesse entrando em casa, na verdade fazem parte da Huntington Library, em San Marino, na Califórnia. Você é capaz de ver a Casa Branca ao fundo, mas não passa de manipulação digital. Outra manipulação é quando Olivia passa por perto da Casa Branca: a produção filma os atores no Rose Garden no Exposition Park, em LA, e depois apaga o fundo, substituindo os prédios verdadeiros pela Casa Branca.

Comparadas, enfim, Scandal sai menos prejudicada do que House of Cards ao não ser filmada em seu devido lugar. A série, pelo perfil, pode ser filmada em qualquer lugar satisfatório que possa substituir a capital; A atração da Netflix, por outro lado, utiliza várias cenas externas e é muito mais ligada à Washington e seus monumentos. Ainda assim, ambos os programas conseguem contornar o problema e “enganar” o espectador com suas locações. Além destes dois shows, Bones e The West Wing são outros dois exemplos de séries que se passam em Washington, mas são feitas, realmente, em outros lugares. Bones, por exemplo, é filmada em Los Angeles, enquanto a finada The West Wing teve locações até mesmo no Canadá. De qualquer forma, enquanto façam boas séries e boas histórias, Baltimore ou Washington D.C. é apenas um detalhe.

Matheus Pereira

Matheus Pereira

Gaúcho, estudante de jornalismo e viciado em séries. Tem séries pra assistir de mais e tempo de menos. Séries favoritas? Six Feet Under e Breaking Bad.

1 comment

Add yours
  1. Avatar
    Douglas Couto 17 fevereiro, 2015 at 20:56 Responder

    Muito interessante essas informações Matheus. Eu sei que o Canadá apoia muito as produções audiovisuais, séries de ação costumam gravar bastante lá, chega a ser bem mais barato que no próprio EUA.

Post a new comment