Castle – 6×19 – The Greater Good


Sem título

Não dava nada pra esse episódio. E não é que foi uma gostosura de assistir? Fazia tempos que o fandom pedia um episódio que focasse mais nos personagens secundários da série do que em Castle ou Beckett. E eles fizeram majestosamente. Claro que aconteceu umas ceninhas fofas do casal – porque a produção não se contém – mas foi muito mais focado em Gates e a relação com a sua irmã do que os preparativos do casamento de Castle e Beckett.

O fato é: caguei levemente pro caso. Ele foi ótimo, mas só serviu pra fazer o link com a entrada no episódio de Elizabeth Weston, promotora e irmã de Gates, que claramente não estava confortável com a visita da sister no precinto. Elas não se dão muito bem, isso é notável.

Enfim, Peter Cordero era um jovem rapaz, decolando em sua carreira como negociador (?) em uma grande empresa de Wall Street, que é morto em casa com apenas um tiro no coração. Ryan e Esposito informam a Castle e Beckett que quem encontrou o corpo não esperou a polícia chegar e meteu o pé, porém conseguiram uma imagem da mulher que ligou avisando da morte do rapaz. Até aqui, o que me surpreendeu é a agilidade de Ryan e Esposito em coletar e averiguar informações. Estrelinha pros dois! o/

Mas Peter Cordero escondia alguma coisa em seu corpo, e que logo depois foi descoberto ser uma escuta, e aí chegamos ao momento mais esperado, a apresentação da irmã da Gates. Elizabeth chega ao distrito com a mulher a qual os detetives afirmam que fez a ligação para a emergência sobre a morte do rapaz. Ela é assistente da irmã de Gates, e afirmou que não esperou a polícia por ordem de sua superior, que receava comprometer a investigação em cima da empresa que Cordero trabalhava.

Como sempre em séries procedurais, e nesse tipo de caso, o suspeito é sempre a pessoa que é alvo da investigação. Como Weston falou anteriormente, Cordero usava uma escuta para espionar seu chefe a pedido da Promotoria, e achava que Jamie Berman, o chefe da empresa, era um criminoso, por trás de inúmeras fraudes mobiliárias.

O caso começou a ficar interessante no final, quando se encontra transações milionárias de Peter Cordero para Armando Garcia, até então desconhecido e indetectável. A quantidade de dinheiro que foi transferida foi chamariz para uma mais profunda investigação, descobrindo que Peter Cordero e Armando Garcia eram a mesma pessoa. Garcia trocou seu nome quando chegou aos EUA para se adaptar melhor a realidade americana.

E nesse meio tempo, finalmente descobrimos porque tanto ódio no coraçãozinho das Gates. Acontece que, em tempos distantes, Elizabeth e Victoria trabalharam conjuntamente em um caso, que envolvia um cartel de heroína, aonde Elizabeth mantinha um informante – corrupto, by the way – porém Victoria descobriu o que ele fazia e acabou por prestar queixa, destruindo com o caso da irmã. Desde então, elas não se falam. Elizabeth diz que era necessário, pelo bem maior The Greater Good, dã. Mas Victoria não acredita em tal história.

153881Como dupla dinâmica mais uma vez, elas conseguiram desvendar esse crime, que tinha como culpada a assistente de Elizabeth, Stephanie, pois descobriu que ele planejava fugir com o dinheiro, e isso faria o caso ruir. Um reencontro, um caso resolvido, uma disputa uma deusa, uma louca, uma feiticeira foi o suficiente para fazer das Gates uma dupla dinâmica novamente.

Aí passou a review inteira, e você me pergunta: “Tá, passou o episódio e você não falou de Castle e Beckett!” Porque eu deixei o melhor pro final. Quem assistiu ao episódio, se ligou que eles estavam tentando reduzir a lista de convidados pro casamento, e que as duas listas – de Castle e Beckett – juntas totalizaram 582 convidados. Aliás, eu adoro quando os escritores fazem essas ceninhas caseiras com eles sentados no sofá, conversando sobre o casamento – fontes para o convite, lugares para a cerimônia, convidados – porque é algo que não deveria faltar. Algo simples, que demonstre que o comprometimento deles é real, principalmente de Castle, que sempre foi o alvo da dúvida dos fãs, porque ninguém acreditava que ele seria tão sério quando a hora do casamento chegasse. Sem contar nos chatos que acham que a série se resume somente a Castle e Beckett, e que sem eles, não tem série. Rá, na sua cara, hater! Chupa esse episódio!

6x19

Mas o número de convidados ainda não agradou. Não pelo motivo de ser mais de 500, mas sim por ser um número de pessoas que provavelmente não vão compartilhar do sentimento que o casal viveu por seis anos. Por eles, somente duas pessoas seriam imprescindíveis a presença no casório e que vão ser importantes nessa jornada.

Castle 6x19

Se eles estão nessa fofura nos trâmites, imagina no dia!

Enfim, Castle entrou em hiatus e agora episódio novo para nossa tristeza só no dia 21 de abril. “That 70’s Show” promete ser engraçadíssimo, e é isso que falta para a temporada ficar completa, porque fomos de drama a comédia em 19 episódios, sem faltar nadica.

Até a próxima!

Share this post

Ana Maria de Oliveira

Ana Maria de Oliveira

Jornalista e uma decepção como digital influencer e youtuber. Desde 1993 sendo trouxa e shippando quem não deve. Aqui no Mix de Séries é editora e tradutora de notícias e escreve reviews de The Last Ship e The Rookie.