Castle – 8×02 – XX (2)

Imagem: Divulgação/Banco de Séries
Imagem: Divulgação/Banco de Séries
Imagem: Banco de Séries

 

Continua após publicidade

Amigos, Joseph Climber profetizou quando falou que a vida é uma caixinha de surpresas. De fato, acho que os roteiristas de Castle olharam este meme maravilhoso e se basearam para fazer a segunda parte do episódio duplo da série.

Continua após a publicidade

O episódio seguiu a linha de raciocínio da premiere, que foi focada no modo em que Castle viveu sem Kate Beckett. No segundo, vimos o lado da policial, com as devidas explicações do que ocorreu.

Continua após publicidade

De antemão já afirmo que as cinco estrelas são merecidas. O episódio em si, tratando-se de fotografia, direção e enredo, foi perfeito. Não tenho do que reclamar não posso dizer o mesmo da minha cama, já que pulei 200 vezes nela…, e como racional que sou, gostei do que aconteceu no final. Antes de me xingar muito no Twitter, espere a minha explicação.

Comecemos com a apresentação de Vikram Singh, o analista do FBI que está fugindo com Beckett. Como falei na review do primeiro episódio, toda a equipe que trabalhou com Beckett acabou morta “tragicamente” tragicamente meu c*, e Vikram, que não trabalhava com eles naquela época, acabou entrando na barca também, coitado.

Continua após publicidade

As sequências de ação deste episódios estavam deliciosamente gostosas de assistir. Era tiro, porrada, bomba, madrasta…QUÊ? Fomos introduzidos à Rita, madrasta de Castle, é que igualmente badass feito o pai dele. A ajuda dela foi primordial, ou Beckett e Vikram acabariam sendo mortos.

Imagem: Ana Maria de Oliveira/Arquivo Pessoal
Imagem: Arquivo pessoal

E tudo isso, essa fuga e essa violência, porque Beckett usou alguns poderosos banco de dados do FBI pra tentar incriminar Bracken pelo assassinato de sua mãe. Jovem Kate, mal sabe você no vespeiro em que se meteu. Procurando Bracken pra uma conversa mais incisiva, o corrupto senador ficou a-pa-vo-ra-do quando Beckett citou “Lockset”. Francamente, eu concordo com o Bracken, ela se meteu em algo muito sério, muito mais onde a maré bate. É algo tão sério que cada pessoa que Beckett fala acaba morta. Bracken, aliás, morreu, e da forma mais irônica possível: esfaqueado. A posição que ele foi encontrado é igual à que Johanna Beckett foi encontrada. Well done, produção, você mitou e tem meu amor eterno!

Continua após a publicidade
O MIX DE SÉRIES atingiu 10 milhões de visitas mensais e vamos ensinar tudo que aprendemos nessa caminhada! Aumente o tráfego do seu site com técnicas avançadas de SEO.
Faça seu pré-cadastro aqui!

Agora, jamais pensei no que ocorreria no final. Como assim Kate? E aquele papinho de “eu prometo amar você, ser sua amiga e sua parceira no crime e na vida, sempre!”, onde foi parar? Você se acovardou na primeira dificuldade que chegou. O casamento, que eu saiba, não que eu tenha experiência em casamentos, supostamente era um marco onde você e Castle estariam dividindo tudo agora. Alegrias, tristezas e principalmente tretas. Castle está certo, quando um tem algum problema, os dois têm problemas. Ela preferiu se afastar e tentar proteger seu marido do que ficar com ele e ter a vida que estavam começando a construir. Coerência, oi?

Agora vem a parte da review que vocês me xingam. Apesar de eu não concordar com o que os roteiristas fizeram, devo dizer que foi de muito bom gosto esse turn around. Foi uma jogada perigosa e ao mesmo tempo interessantíssima. O ódio do fandom é aceitável, e essa separação repentina e provisória também. Eu falei no Banco de Séries que pra se reinventar, a série precisa sambar no compasso da música e dar uma modificada, fazer o bagulho pegar fogo. E é esse tipo de coisa que traz um refresco a um plot que poderia estar ficando batido. “Não temos mais inimigos, vamos construir um novo”. Apesar daquela história do sumiço de Castle não ser explicada seriamente, eu acredito na série, nos roteiristas e no elenco. Se não confiasse, jamais teria assistido sete temporadas, perdido tempo nas histórias e horas conversando sobre a série. Acalmem-se, gente. Não é o fim do mundo e nem o fim da série. Precisamos de uma história coesa, e se esse afastamento provisório foi a forma que encontraram, quem é a gente pra achar que é uma jogada proibida?

PS1.: Alexis digievoluiu e melhorou 500%. Obrigado, senhor! Agora dá pra gostar dela sem ser infantilizada.

PS2.: Infelizmente, caguei baldes para Ryan e Esposito, apesar deles serem importantíssimos para a trama do episódio.

PS3.: Desculpa, Nathan, mas Jack Coleman está tão conservado que eu quero ele pra mim em um potinho.

PS4.: Castle pegar a arma no ar e atirar no cara que estava prestes a matar a Beckett foi uma das coisas mais legais que já fizeram nesta série. A frieza que ele atira é impressionante. Quero pra mim.

PS do PS: 

“Before Bracken was killed, he told me you’d never be happy just being my wife. Please, do not tell me that son a bitch know you better then I.”
“I love you. I always will. Forgive me.”