Chicago Fire – 3×07 – Nobody Touches Anything (1)

chicagofire

O que acontece em Vegas acaba em divórcio! Severide tentou levar os companheiros do 51º para Vegas com ele, mas no final das contas acabou indo sozinho e voltou cheio de surpresas que ninguém esperava. Que o bonitão está perdido, confuso e triste pela falta da amiga Shay, todo mundo está cansado de saber, mas o que será que deu nele para quebrar nossos corações e voltar de lá dividindo seu sobrenome? O que importa é que ele parece estar muito feliz, chegando ao ponto de contagiar todo batalhão. Isso é legal, queremos mais a felicidade dele, mas o que será que a Lindsay vai achar disso? Sempre torci para que eles ficassem juntos e não foi nesse crossover que vai acontecer! Que a amizade seja mantida.

Falando em amizade, Newhouse está envolvido com algo muito perigoso. No episódio passado, um cara pegou o bombeiro de surpresa e acabou batendo nele. Como um pai de família acaba envolvendo com isso?! Os negócios dele, fora do batalhão, são sempre suspeitos. Mas, parece que vem algo mais perigoso por aí, o que deixa Peter Mills preocupado e tenta ajudar o amigo, no que for preciso. Todos no batalhão estão preocupados com as escolhas que Severide vem tomando, mas no fim das contas está todo mundo apoiando para ver a felicidade do amigo.

O primeiro resgate envolveu uma mulher em um acidente em que o carro capotou e ficou preso em um vão, fazendo com que nossos heróis fizessem o resgate pela parte de traz do veículo. O legal de acompanhar a série é que vemos como são os acidentes, os processos de resgates e como um carro não é resistente, por isso, tenham muita atenção no trânsito. Todo resgate que a Dawson entra em ação dá aquele medo básico, de que algo dê errado e ela acabe machucada. Ela tem tudo para ser uma excelente bombeira, mas enquanto for cadete, nada de casamento entre ela e Casey, o que tem abalado as estruturas do casal e, ambos estão sentidos com isso. Será que mais para frente ela vai desistir de ser bombeira?

Continua após a publicidade

capture-20141116-132630Como eu sempre falo nas minhas reviews, as partes engraçadas sempre são com Mouch, Otis, Herrmann e Cruz. Dessa vez ficou por conta de Cruz, quando Sylvie pega o motorista do Caminhão 88 em uma atividade muito suspeita e engraçada. Com medo dos amigos descobrirem, ele implora para que a moça não conte nada. Em troca, ela pede para poder cozinhar para o Molly´s II. Estou doida para o Molly´s II ficar pronto e começar a rodar por toda Chicago. Mais cenas engraçadas vem por aí!

Estava ansiosa esperando esse crossover, contudo, fiquei muito decepcionada. Esperava mais interação entre os bombeiros e os policiais de Chicago PD. Eles apareceram no finalzinho do episódio, quando, após uma chamada de incêndio e resgate de um senhor, fotos de pessoas presas, amarradas e de crianças foram encontradas por Severide. Lindsay e Voight entram em ação e recolhem o material. Uma das fotos envolve Lindsay diretamente e a investigação leva direto à detetive Amanda Rollins, onde vamos acompanhar mais na parte dois e três de Nobody Touches Anything, que vocês acompanham em Chicago PD e em Law and Order: SVU.

Na temporada passada, o crossover foi sensacional, tanto na parte de Chicago Fire quanto em PD. Nessa edição, por mais que o episódio tenha sido bom, não foi metade do que eu esperava. A grande ação vai ficar por conta dos policiais. #chateada

Equipe Mix

Equipe Mix

Perfil criado para realizar postagens produzidas pela equipe do Mix de Séries.

No comments

Add yours