Chicago Fire – 3×13 – Three Bells (1)

capture-20150209-231518

 

T-Bag (Robert Knepper de Prision Break) esta de volta com uma interpretação de tirar o fôlego, na verdade, de deixar muita raiva e ódio. Escolheram o ator perfeito para fazer esse personagem, apesar de que a grande interpretação ficou por conta dos detetives de Chicago PD, mas por aqui o vimos provocando Severide que aguentou muito e não partiu para cima dele.

Severide e Dawson acharam um dispositivo que fez com que a investigação fosse para frente. Eis que surge Kevin Hadley (ex-bombeiro do Esquadrão de Severide que foi demitido do 51º e se revoltou, provocando incêndios em locais de risco, colocando a vida dos nossos heróis em perigo. No final Severide conseguiu justiça e o ex-bombeiro foi preso). Hadley recebeu uma carta, a qual poderia ser do responsável pelo incêndio que matou Shay. Quando Chief Boden olha o endereço da carta percebe que não é mera coincidência, é o mesmo endereço em que Henry Mills morreu. Como será que Peter Mills vai reagir?

Continua após a publicidade

capture-20150209-231729A irmã de Leslie Shay, Megan, aparece no batalhão para acompanhar as investigações e ver se sua irmã foi realmente assassinada. As lembranças de Shay retornam ao 51º com muita emoção e saudade. Ela acompanha Mills e Brett num chamado e percebe no perigo constante que sua irmã passava, no entanto ela levava a vida sempre com alegria e que nunca quis preocupar a família. Falando em família e para descontrair um pouco, Otis leva sua avó para morar com ele e Cruz, com certeza muita confusão está para acontecer e muitas risadas também, principalmente que Cruz quer comemorar três meses que esta com Brett, mas acho que os planos dele não vão dar muito certo.

Dawson e Casey não decidiram se ficam juntos ou se pulam fora de uma vez. Dawson diz querer um tempo para se organizar e começar tudo de novo. Minha opinião é que eles não precisam disso, já se conhecem há muito tempo. Acho que eles não vão dar certo, tomara que esteja errada. Pela primeira vez a vi agindo naturalmente com ele, rindo com os companheiros do caminhão, e Casey percebe. Se tratando de relações, Chief Boden precisa passar mais tempo perto do pai, enquanto é tempo.

Capitã Cunningham encontra um padrão entre os crimes de 20 anos atrás e o que matou a paramédica, procura por suspeitos e encontra Adrian Gish, um cara de 47 anos, que age de uma forma estranha. Em conversa com Severide e Cunningham revela que conhece o caso do incêndio, até o nome da Shay, que deixa o nosso bombeiro ainda mais nervoso, mas infelizmente não pode fazer nada. Para piorar o cara não vai ser acusado, o Comando dos Bombeiros resolve esperar Adrian dar um deslize, ou como diz Peter Mills, até ele matar alguém novamente. Dawson não permite que o caso fique parado e liga para o irmão Antonio Dawson (Jon Seda, Chicago PD) e pede ajuda em nome de todos do batalhão 51º, o resultado explosivo vocês acompanham com o meu colega de Mix Matheus Machado, responsável por Chicago PD. Não percam a review dele para saber se justiça será feita. Tudo pela Shay!!

No geral o episódio foi muito bom, foram os 42 minutos mais rápidos que já passei, queria mais e ainda bem que vamos ter né! No entanto, eu senti falta de mais ação, acidentes com muito perigo, perseguições, senti falta de sangue. Os dois chamados que o episódio teve não rendeu suspense, nem prendeu muito minha atenção, mas como eu amo demais essa série vou perdoar, porque a grande emoção ficou com os policiais de Chicago PD que eu também adoro.

Equipe Mix

Equipe Mix

Perfil criado para realizar postagens produzidas pela equipe do Mix de Séries.

No comments

Add yours