Chicago Fire – 6×01 – It Wasn’t Enough

Imagem: NBC/Divulgação

Continua após as recomendações

Depois desse hiatus doloroso com os acontecimentos do último episódio, Chicago Fire nos apresentou sua premiere com um certo gosto agridoce. Não me entendam mal, gosto muito dos personagens e não queria perder ninguém, mas como assim TODO MUNDO sobreviveu?

Continua após a publicidade

Boden decide jogar água no prédio na tentativa de salvar seus homens, ainda que houvesse chance de isso matar todos. A cena da homenagem ao Casey com a Gabby chorando foi executada muito bem, tendo em vista o fato de que ele estava desacordado no incêndio, o coração deu aquela parada e voltou quando ele apareceu, o de vocês também? Me pareceu um tanto quanto irreal ninguém morrer, aparentemente o único que saiu com qualquer sequela foi o Hermann, com a queimadura no pescoço.

Vimos a Stella causar sua expulsão do seu apartamento depois de brigar com o seu locatário e durante todo o episódio tivemos que lidar com o Cruz correndo atrás do Mouch (que teve um infarto no meio das chamas e ainda assim sobreviveu) para tentar se redimir pelo que falou antes do incêndio, que nem gosta da bajulação, .

Quem não conseguiu superar o incêndio por completo foi Gabby, que aliás, deu um show nesse episódio, que mulherão, meus amigos! Seu pai finalmente se tocou e saiu do apartamento, mas ele sabe o que a filha está sentindo e tenta fazê-la conversar com alguém, o que não dá em nada. Casey agora está muito bem cotado, depois da homenagem, mas ele não pretende largar os incêndios tão cedo, o que no momento é o pior pesadelo da esposa.

Sylvie deu as boas vindas à Hope, que cá entre nós, já chegou vagabundeando pra cima do Severide. Me pergunto quando é que ele vai sossegar com alguém, achávamos que fosse com a Anna na temporada passada, mas acabaram com o relacionamento do bombeiro mais uma vez, que agora volta pra vida de galinha. Ou não, já que sua nova colega de quarto ainda parece ter sentimentos bem vivos por ele.

Se me emocionei com o Mouch? Sim, mas nada se compara ao “não me diga adeus nunca mais” da Gabby, tadinha gente e o Matt nem percebeu o que a mulher está enfrentando com tudo o que aconteceu.

Por último, mas não menos importante, aconteceu um incêndio na escola de Donna que deixou Wallace no limite. Como aqueles bombeiros são heróis nas horas vagas, todos saíram bem (exceto uma das professoras) para então descobrirmos que o incêndio foi criminoso.

Ufa, o que não faltou foi ação nesses 40 minutos, mas com certeza faltou um desenvolvimento melhor. O retorno foi bom, mas de longe foi o que esperávamos depois daquela finale que jogou todo mundo no chão. Se essa temporada tem potencial? Sim. Se eles vão desenvolver do jeito certo? Não se sabe. Só o que sei é que não aguento mais minha Gabby sofrendo e nem o Severide pulando de galho em galho, espero que as coisas melhorem para ambos.

Nota: “Tem muito bombeiro, policial, médicos e advogados também… bom, advogados nem tanto!” MORTA com a referência do cancelamento de Justice.

Nota 2: Já quero a Hope fora de Chicago, pra ontem! E parece que a Stella também…

Nota 3: O salvamento da garotinha foi importante também, mas até me perdi nos acontecimentos.

E vocês, o que acharam do retorno? Ficaram felizes ou se sentiram enganados durante todo esse tempo? Me conta aqui nos comentários e nos encontramos novamente na semana que vem, até lá!