Chicago Justice – 1×02 – Uncertainty Principle

Imagem: NBC

Após o crossover que deu início a mais nova série a franquia #onechicago, Chicago Justice apresenta um episódio bem interessante onde toda a trama se volta para a morte de um jovem na prisão. A sequência de eventos faz com que sejam investigados o departamento de polícia, o corpo de bombeiros e a equipe médica.

Tudo isso, é claro, com um fator complicante. No olho do furacão, está o policial mais “bonzinho” de Chicago PD, Atwater  que realizou a prisão do jovem. Stone quis crucificá-lo  mas nosso Antônio, como sempre, fez seu papel e tentou ajudar seus ex-companheiros, mesmo que agora esteja distante. Confesso achei interessante essa proposta do episódio estar ancorado em Chicago PD, nada de diferente do que a franquia vem fazendo.

Passamos o episódio inteiro vendo Antônio lutar com a aceitação de sua nova equipe, embora seus instintos lhe dissessem para ser leal à sua família de Inteligência. Ocorre que o mesmo aceitou fazer parte do escritório do Procurador do Estado e, desta forma, ele precisa se adaptar aos novos métodos. Ninguém disse que ia ser fácil sua adaptação, mas ele finalmente percebeu que seu novo trabalho nada tem a ver com a inteligência.

Continua após a publicidade

“Uncertainty Principle” mostrou que, a partir de agora, o departamento de policia precisará tomar cuidado com seus métodos na resolução dos casos, afinal a lei é a lei, e deve ser seguida. É perceptível que o Procurador do Estado, Peter Stone, terá como trabalho “pegar” as lacunas deixadas pela polícia da cidade de Chicago e levar os casos a justiça.

Certamente, em breve, teremos um conflito existencial entre Justice e PD. Justice precisará tomar as maiores decisões no tribunal onde a lei deve ser seguida de acordo com o regulamento. Já o pessoal da inteligência nem sempre toma as decisões baseadas na linha da moral o que pode criar um certo conflito. Já prevejo embates entre Stone e Voight. Será?

Mas voltando o episódio, a culpa parecia ser de Atwater, juntamente com os serviços que socorreram o jovem. Stone e Valdez estavam certos disso, exceto Antônio que. tanto fez, até conseguir provar que seu ex companheiro de inteligência nada tinha a ver com a morte do jovem.

Talvez o momento mais interessante que Justice conseguiu transmitir foi Peter literalmente engolindo seu orgulho e sua prepotência, pedindo desculpas ao policial da Inteligência. Foi uma atitude muito nobre, que nem todas as pessoas tem em reconhecer seus erros perante a sociedade.

E por fim, não podemos deixar de mencionar as referências que Chicago Justice vem fazendo a Law & Order. Ao que tudo indica, parece que a introdução de personagens da série será constante. Neste episódio tivemos a presença de Richard Brooks, reprisando seu papel de Paul Robinette, e agindo como o advogado de defesa de Atwater. Além disso, tivemos várias menções ao Pai de Stone, que inclusive após se redimir de seu erro na acusação do policial liga para o pai.

Uma coisa é certa! Chicago Justice é tão impressionante quanto você esperava que fosse. E vocês, gostaram desse episódio?

Segue a promo do próximo episódio. Não deixem de acompanhar as reviews da série aqui no Mix!

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=fQs6TgGDNiA[/youtube]

No comments

Add yours