Chicago Med – 2×11 – Graveyard Shift

Imagem: Fangirlish
Imagem: Fangirlish
Imagem: Fangirlish

Bem… Digamos literalmente que “Graveyard Shift” foi do céu ao inferno com nossos médicos. Talvez tenha sido um dos melhores episódios da temporada, bem executado e, como sempre, trazendo os ensinamentos diários que venho falando desde o primeiro episódio desta temporada.

Continua após publicidade

Poderia contar a história do episódio desta semana de diversas formas, mas vamos continuar explorando a “expressão do céu ao inferno”. Então, primeiro vamos falar das situações em que os nossos médicos se envolveram, que acabaram por trazer ensinamentos em relação ao aprendizado com nossos erros diários, de forma a compreender que na vida errar é humano, e todos os dias estamos sujeitos ao erro e que, caso o mesmo aconteça, devemos levantar a cabeça e seguir em frente.

Continua após a publicidade
Imagem: Fangirlish
Imagem: Fangirlish

Foi exatamente o que aconteceu com Wheeler e Rheese. Pressionados pelo insucesso dos seus casos de um dia ruim de trabalho, ambos se desesperaram. O primeiro cometeu um erro gravíssimo com um paciente, perfurando seu pulmão. Já Rheese perdeu todos seus pacientes, e todos nós sabemos como ela se envolve com os casos. Wheeler, após  causar problemas por estar bêbado, se arrependeu, e Rheese resolveu fazer psicoterapia indicada por Dr. Charles. Ou seja, os dois, procuraram da sua maneira um meio de seguir em frente.

Continua após publicidade

Mas nem tudo foi sofrimento. Dr. Rhodes e Dr. Choi tiveram a honra, se assim podemos de dizer, de salvar um panda do zoológico da cidade. Após algumas complicações, os médicos conseguiram corrigir o problema de coração do animal. Foi um cena muito emocionante, ver o desenvolvimento e a cumplicidade de Dr. Rhodes, cada vez mais maduro e menos egocêntrico da época que conhecemos. Lembram? Que continue assim, pois ele tem tudo para se tornar um ótimo cirurgião “chefe” como assim vem sendo preparado.

Não podemos deixar de comentar também da evolução da relação “pai e filha” entre Robby e Dr. Charles. Onde o tão sonhado café finalmente saiu. Até que enfim, gente?! Esse foi um outro momento bonito de ver. A epidemiologista dizendo para o pai que escolheu a profissão em sua homenagem, fazendo menção a uma brincadeira de infância entre os dois. Esse momento realmente demorou a acontecer, mas agora parece que a relação de cumplicidade tem tudo para crescer.

Continua após publicidade

Assim foi o episódio, com altos e baixos como sempre, com seus ensinamentos que nos fazem refletir como sempre falo, sobre nosso dia a dia. Fico impressionado com o poder que a série tem ao mexer com o nosso lado emocional. Todo episódio sempre remete a algo ao qual podemos tirar algo de produtivo, basta prestarmos atenção nas entrelinhas e compreender o que realmente o episódio quer transmitir.

Enfim, um último ponto. Não sei vocês, mas esse episódio me lembrou aquele episódio de E.R em que os médicos cuidam de um chimpanzé escondido da chefia. Em Med, a coisa é tão doida que Goodwin autoriza a tratar o animal afim de gerar ações de publicidade para o hospital. Interessante, né!?

Continua após a publicidade
O MIX DE SÉRIES atingiu 10 milhões de visitas mensais e vamos ensinar tudo que aprendemos nessa caminhada! Aumente o tráfego do seu site com técnicas avançadas de SEO.
Faça seu pré-cadastro aqui!

Algumas considerações:
1 – Dr. Lathan finalmente decidiu procurar ajuda para seu altismo e para procurar ser uma pessoa, digamos, mais “sociável”. Isso é muito bom!
2 – Jeff e Natalie parece que melou de vez mesmo. Será que agora Will e Natalie conseguem?

Espero que tenham gostado do episódio da semana. Segue a promo do próximo episódio aqui no Mix. Abraços e até semana que vem!

 

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=Wxq7N4ScDgI[/youtube]