Chicago PD – 2×09 – Called In Dead

Capa
Em clima de despedida dupla (ou tripla, ainda não sabemos) o último episódio de Chicago PD de 2014.

Continua após as recomendações

Depois de duas semanas, eu já estava começando a ter saudades, mas o que tivemos em “Called In Dead” foi um gostinho que deixará muitas dúvidas até 07 de janeiro, mas essa dúvida em questão deixarei para o final. Esse episódio comprovou que nada na vida é fácil. Alguém aí achou que seria apenas roubar a heroína, prender os bandidos e acabou? Eu não achei em nenhum momento, e ainda bem que não foi, porque eu adoro a dupla Hank Voight e Alvin Olinsky em ação. Ressalto que os nossos detetives se saíram muito bem como bandidos, foram extremamente convincentes.

Bom, mas voltando a nossa dupla dinâmica, eu não me surpreendo mais com eles porque eles são aqueles caras capazes de fazer tudo. A cena em que o Alvin entra no carro com a mala, eu já fiquei com um pé atrás. Dito e feito, quando ele deu o tiro, eu fui obrigado a falar “é disso que eu to falando, cara…” e, realmente, não dá para mexer com o Alvin, e muito menos com o Voight.

Continua após a publicidade

IMG 2 Falando em Hank Voight, eu achei que a reação dele sobre a Erin aceitar o convite para a força tarefa fosse algo de mostrar para ela o quando ingrata ela estaria sendo, mas a parte de que ele teve compaixão eu até fiquei surpreso, porque foi o certo a fazer. Por um momento, eu achei que a Erin não fosse aceitar, mas quando o agente especial apareceu e disse: “Falo de acabar com rede de drogas nas fronteiras e fazer diferença no país inteiro. Não só em alguns bairros.“, depois disso, não precisei de nenhum dúvida quanto a resposta dela, porque essa sim foi uma chantagem tentadora.

Por outro lado, eu ainda não consigo me dar muito bem com o Roman, às vezes acho que ele está começando a se soltar e a ficar legal em outros momentos acho o oposto. Nesse episódio, achei ele meio irritante, mas confesso que a dupla que ele está fazendo com a Burgess está ficando cada vez melhor. Porém, trabalhar com sua ex-parceira não foi nada bom, nada bom mesmo. Agora só nos resta esperar para saber qual foi o resultado do tiro que a Burgess levou no final do episódio. Mas digo que eu estava achando estranho o episódio terminado em uma calmaria, se tratando de uma winter finale… Realmente estranho. Aí me vem essa cena da Burgess levando um tiro. É para surtar com certeza.

Além da esperarmos para saber qual será o futuro de Burgess, também estou ansioso para saber quem assumirá o lugar da Erin na inteligência. Lógico que a Burgess seria a mais cotada para o cargo (deixando o romance dela de lado). Roman sem chances, ainda tem muito o que mostrar. E Nádia, para mim, só tem vontade ser policial, mas lógico que um cargo na Inteligência estaria fora de questão para ela. E agora como fica a equipe da Inteligência? Só a partir de janeiro que iremos descobrir.

Nenhum comentário

Adicione o seu