Chicago PD – 2×10 – Shouldn't Have Been Alone

pd

O primeiro episódio do ano para qualquer série não pode ser qualquer coisa, e para Chicago PD, isso com certeza não foi, e com mais certeza ainda, eu digo que é um dos melhores episódios da série.

Bom, antes de começarmos a falar sobre o episódio “Shouldn’t Have Been Alone“, vamos relembrar que o final do último episódio de 2014 (2×09 – Called In Dead) terminou com dois acontecimentos bombásticos. O primeiro foi que a Detective Erin Lindsay aceitou a proposta de entrar para uma força tarefa federal e consequentemente saiu da equipe de inteligência. O segundo e de maior relevância, foi a cena final com a Officer Kim Burgess sendo baleada e deixando seu destino incerto na série. Mas vamos aos fatos sobre o novo episódio.

Olha, eu não tenho dúvida alguma que esse é um dos melhores episódios de PD, começando por ser a continuação do episódio anterior, não a nível de enredo e sim no “tempo” do episódio que começou exatamente onde o anterior acabou. Outro fator que eu achei genial foi a casa cheia de armadilhas extremamente perigosas e sobre o corpo em decomposição. Eu admito que fiquei meio enjoado junto com o Roman, que me surpreendeu um pouco no episódio. Aproveitando esse gancho, achei que o episódio teria um grande destaque para o Roman, mesmo ele sendo apenas um policial, mas o episódio foi realmente destacado pelo jovem York, que mesmo sendo o criminoso, achei ele genial. Tudo bem que as armadilhas foram meio repetitivas, mas armadilha final foi bem inteligente por ter todo um visual, mas sem significado, acabando por ter um “simples” solução. Bom, mas também achei ele extremamente apavorado nas cenas em que participou em invasões (também se sentia culpado). Está tudo bem, quem não estaria? Ele, o único, Hank Voigh que se demonstrou muito corajoso. O que sabemos que ele é sem sombra ou qualquer vestígio de dúvida, porque foi ele quem teve mais cabeça para enfrentar os acontecimentos, mas quando ele pisou no falso dispositivo com certeza ele sentiu um gelo na espinha.

Continua após a publicidade

chicagopdAgora, coloco uma dúvida em questão, talvez já respondida, mas é válido perguntar, essa será a última participação da Erin na série? Não sei dizer, mas acredito que de algum jeito ela ainda vai estar presente na série, não sempre mas por um tempo sim. Tivemos também o convite do Voigh para que a Burgess faça parte de sua equipe, já que tem vaga aberta (o Voigh é um amor de pessoa), e cá entre nós tinha que ser ela e mais ninguém. O Roman recém chegado nunca entraria e também porque não se teria uma presença feminina no equipe.

Neste episódio, senti a ausência do Atwater, que não esteve presente neste caso, mas novamente falarei do que a equipe da inteligência enfrentou: ao invés de criminosos perigosos, eles enfrentaram um criminoso maluco e de extrema inteligência, acabou por fazer um jogo no qual ele sabia o começo e o fim, e tal jogo foi jogado conforme ele mexia suas peças. Por mais de uma vez no episódio, foi falado algo como “ele sabia que viríamos aqui” e o que acabou sendo uma total verdade. E é isso gente, eu espero e prevejo episódios tão bons quanto este nessa reta final de temporada em Chicago PD.

OBS.: Porque tinha que dar problema do braço da Burgess agora que ela está prestes a conseguir entrar para equipe de inteligência?! Aguardamos a resposta.

Tags Chicago PD
Equipe Mix

Equipe Mix

Perfil criado para realizar postagens produzidas pela equipe do Mix de Séries.

No comments

Add yours