Chicago PD – 2×18 – Get Back to Even

Chicago PD - 2x18 - Get Back to Even

Imagem: NBC


 

Suspense foi o que definiu esse episódio, que em determinados momentos foi bom e em outros confuso.

É um daqueles episódios que mantém a média, não é nem muito bom e nem ruim. Confesso que esperava bem mais, porém fiquei satisfeito porque tivemos dois destaques importantes neste episódio: Voight e Platt. Bom, o Voight dispensa comentários porque sempre se destaca em uma cena ou em outra, mas finalmente depois de um certo tempo ganhou um episódio para brilhar. Sargento Platt, essa sim mereceu o destaque. Uma personagem que mudou muito desde o início da série e essa mudança se reflete em evolução. Antes ela era apenas uma rabugenta, mas na segunda temporada de Chicago PD ela mudou bastante e desenvolveu um lado mais humano, sensível para falar a verdade.

Continua após a publicidade

Get Back to Even teve um início confuso para mim, sabia que tinha um roubo e que existia o envolvimento de gangues, mas não estava entendendo o que acontecia, pois o começo foi um pouco corrido demais. Depois fui entendendo melhor conforme o plot se desenvolvia. Enfim, um roubo que não deu muito certo porque ninguém roubou ninguém, apenas as duas partes saíram perdendo. Os assaltantes eram da mesma gangue e em parceria com outra rival. O caso em si não se desenvolveu de forma agradável dificultando o entendimento.

Chicago PD - 2x18 - Hank Voight

Imagem: NBC

Também tivemos o envolvimento com uma pessoa do passado do Voight. Sinceramente, podem criticar ele a vontade pela conduta ou a maneira que vai levando os acontecimentos e as pessoas, mas o que ele faz em muitos casos é realmente admirável. Para mim ele é um dos personagens mais icônicos na atualidade. Michelle Post é mais uma pessoa que Hank Voight tirou de um caminho sombrio, assim como ele fez com a Erin. Mas no caso em questão Michelle tinha seu envolvimento por ser mãe de Charles, um dos três envolvidos no assalto. Só que o motivo era completamente plausível, “Eu disse que não roubaria ninguém. Disseram que se eu não dirigisse o caminhão, viriam atrás da minha mãe.”. E foi nessa cena que o Jay parou de ser chato. Desculpa gente, mas ele parecia uma criança revoltada porque ele ainda não se tocou que quando ele afronta o Voight ele só se rala.

A forma como Jay e o Voight defenderam o garoto, Charles, foi demais. Sem dúvida esta foi a melhor cena do episódio todo. Quando Ramirez apareceu eu já comecei a me preparar porque teríamos um belo fight. Dito e feito, não deu outra ele o Jay brigando foi muito legal, mas quando o Hank atirou nele e depois deu mais um tiro só de raiva foi algo tipo “quem manda aqui sou eu”. Mais nada a declarar.

Para encerrarmos eu não poderia deixar de perceber que o Kevin Atwater voltou, teve certa importância, mas o contexto geral da série faz dele não muito importante. Minha opinião é que ele poderia ser mais aproveitado como foi em Prison Ball, por isso ele merece ter mais destaque. Também não posso deixar de falar da Nadia que certamente terá mais espaço na série. Depois de agir com seu puro instinto e tomar a iniciativa certa eu vejo ela como uma nova policial, porém não vejo o espaço que ela terá na série. E por fim no episódio anterior eu achei que teríamos treta com o irmão do Jay, só que não, teremos apenas Chicago Med hehe… deixa assim porque isso está com nossos amigos de Chicago Fire.

Agora para terminar deixo a promo do próximo episódio de presente para vocês logo abaixo:

 

[youtube]https://youtu.be/C0VPNVyXXK0[/youtube]

 

OBS: Podem pirar a vontade depois dessa promo.

Tags Chicago PD
Equipe Mix

Equipe Mix

Perfil criado para realizar postagens produzidas pela equipe do Mix de Séries.

2 comments

Add yours

Post a new comment