Chicago PD – 2×20 – The Number of Rats (2)

Chicago PD 2x20 - Crossover

Imagem: Chicago Fire and Chicago PD News

 

Um crossover espetacular, muito bem preparado e com um desenvolvimento fantástico. Dessa vez farei uma review diferente para vocês, na verdade uma review dupla de Law & Order: SVU e Chicago PD,  e como sabemos, as duas séries se uniram no crossover exibido em um único episódio de 01h23min.

Partindo do princípio, o caso começou no início do episódio de Chicago Fire, onde vimos uma mulher ser estuprada e agredida por um homem vestido de médico e com uma tipóia no braço esquerdo. Mas quando a equipe da 51ª descobriu que o incêndio foi criminoso já entraram em contato com a equipe de Inteligência. Antes mesmo o Antonio entrou em contato com a Gabriela sobre o depoimento de um suspeito, mas isso vocês podem ler na review de Chicago Fire.

Continua após a publicidade

Eu realmente não sei como falar sobre essa parte do crossover porque a parte final foi bem forte, mas vou deixar isso para o fim. A união das duas séries em um único episódio foi ótima, porque juntou o formato das duas séries, por exemplo, o começo foi igual aos episódios normais de SVU, com as trocas de cenas da série mais velha. A ação da busca pelo criminoso foi feita toda na parte de Chicago PD, já com a presença da Olivia Benson e seus detetives Amaro e Fin. Tivemos um certo “envolvimento” do Dr. Will Halstead, que conheceu uma das primeiras vítimas, Debra de Nova York. No primeiro momento até desconfiei que poderia ser ele pois ficou um pouco no ar o porquê de ele vir para Chicago de maneira tão repentina, mas ele é muito banana para fazer algo do tipo.

A participação dele foi boa para dar mais certeza de que o estuprador era realmente Greg Yates. O criminoso foi levado a primeira vez para delegacia pelos policiais Roman e Burgess, que o pegaram entrando no carro. Uma curiosidade bem bacana é que o o ator Dallas Rogers, que interpreta Yates neste episódio, já é um velho conhecido por viver o Dr. Stevens em The Walking Dead. Enfim, além das características dele baterem com a descrição da testemunha ele se condenou apenas pela atitude sádica e altruísta que teve ao ser interrogado pela Erin e Amaro. O jeito que ele deu em cima dela foi bem tenso e desconcertante. Depois para ajudar ele liga para ela marcando um “encontro”. Ao fazer a a ligação para a Erin fica claro que Greg Yates é o criminoso, apenas porque quando a cena foca no rosto dele nós vemos o boné preto que foi citado pela jovem testemunha. Ficou óbvio também que Yates não brinca em serviço porque a intenção dele já era de despistar a equipe da Inteligência e nas cenas de crimes que ele cometia ele não deixava nenhuma pista que o incriminasse.

Outro detalhe que achei legal nesse crossover foram as participações, todas foram na hora certa e muito bem executadas. Quando Olivia Benson volta para Nova York, seria óbvio que de algum jeito Yates iria voltar para onde tudo começou. E acredito que deste momento em diante a participação de Law & Order: SVU começaria efetivamente. O que não se esperava era Nadia ser sequestrada por ele porque tudo indicava que a Erin seria a bola da vez, mas ainda bem que não foi. Vimos desde o inicio que Nadia estava planejando uma festa surpresa para a Erin, que completará 30 anos, porque afinal foi em cima dela que ele deu, mas não teve força pra segurar quando ela enfrentou ele cara-a-cara. Greg Yates teve o momento mais oportuno possível para sequestrar Nadia, que foi exatamente quando ela estava trazendo para a delegacia o bolo de aniversário da Erin, tal bolo que ficou todo destruído no chão.

Era o pretexto que ele precisava para voltar à cidade onde tudo começou, e na cena onde ele saia da loja de conveniência deu pra ver o quão sádico e insano ele é, pelo amor de Deus olha a brincadeira que ele fez com o cara, gente! Sério, fiquei de boca aberta com aquilo. Ao chegar em NY, Yates já entra em ação matando uma jovem após violentá-la sexualmente e a agredir até a morte, e pelo que vi ele deixou a mãe da garota com uma lesão cerebral.

Em meio a isso Voight, Erin e Jay já tinham se deslocado para a jurisdição de Olivia Benson. Esse pequeno acontecimento já fez eles irem atrás de Greg e levar ele para um novo interrogatório, e nisso descobrimos que o santinho recém tinha noivado e a noiva não sabia de nada. E foi após isso que a investigação se direcionou para uma praia, onde infelizmente o corpo de Nadia foi encontrado. Para mim, isso foi um baque muito forte, eu realmente não esperava por isso, eu acha que ela estaria em um cativeiro e tal. E tipo, a personagem estava crescendo na série e estava demonstrando um grande potencial para ser policial, eu já tinha toda uma teoria, mas deixa pra lá.

Imagem: Banco de Séries

Imagem: Banco de Séries

Achei que o Voight ia simplesmente quebrar e matar o Yates, mas como estávamos na parte “Lei e Ordem” do negócio não foi isso que aconteceu. Bem no fim Greg Yates foi a julgamento onde ele mesmo foi seu advogado de defesa. Tive a impressão que o promotor Rafael Barba, amigo de Olivia, estava um pouco perdido no começo do julgamento. E olha, eu fiquei abobado com tudo que o Yates falava, olha acusar o Voight de estuprar a Nadia? Gente isso foi demais, até pra ele falar. Depois disso veio a grande virada com o Barba trazendo fotos de Nadia no necrotério, e isso mexeu e muito com a cabeça do psicopata e ele pirou na frente de todo mundo, ficou completamente alterado e se condenou pelas próprias atitudes e palavras dele. Isso foi legal demais, mas quando ele estava dentro da cela eu acho que o Voight poderia ter dado uma surra nele ao invés de só um mata leão e uma ameaça.

O final foi merecido, foi tudo muito bom nesse crossover, também vou confessar que fiquei um pouco em choque com tudo isso e demorei um pouco para digerir o jeito do criminoso e a surpresa/espanto com a morte da Nadia. Deixo minha nota 10 para esse crossover fantástico e que teve um tema bem pesado.

Equipe Mix

Equipe Mix

Perfil criado para realizar postagens produzidas pela equipe do Mix de Séries.

3 comments

Add yours
  1. Avatar
    Monica Pinheiro 4 maio, 2015 at 08:11 Responder

    Adoro crossover. Tenho certeza q , se a segunda parte fosse do chicago PD o Yates não sairia inteiro dessa. Prefiro crossover entre Chicago Fire, PD e logo logo Med.

  2. Avatar
    Priscila 3 outubro, 2019 at 20:39 Responder

    Qual episódio de Lei e Ordem SVU que mostra o desfecho? Eu fui assistir o ep 20 de Chicago PD e já tinha passado um tempo, quase tive um tréco nos créditos iniciais que mostra eles encontrando a Nadia morta.

  3. Avatar
    Sara 26 maio, 2020 at 14:37 Responder

    Eu vejo mais Chicago p.d que lei e ordem, mas vi o yates morrer na Chicago p.d quando este rapta o pai da erin, e ela mata o

Post a new comment