Chicago PD – 3×20 – In a Duffel Bag

chicagopd

Imagem: Banco de Séries

 

Justin, filho de Voight, parece que nasceu para dar problemas. Acho que depois do próximo episódio, que será a introdução da nova série da franquia, Chicago Justice, veremos mais de Justin com a esposa e filho na cidade. Ninguém engoliu a história dele estar na cidade sem avisar Voight. Mas nem de perto isso foi a melhor coisa do episódio. O caso que foi desvendado realmente mexeu com os nervos do pessoal.

Logo no começo aquele climão com Justin e já Voight parte para uma cena, que poderia ser bomba ou crime. Quando eu vi aquela mala pequena, já deu aquele aperto – deve ser um bebê! Era mesmo. Mas o que realmente ocorreu com ele acabou surpreendendo a todos. Fiquei bem impressionada com a tecnologia de DNA envolvida, onde foi possível descobrir em tempo recorde os pais da criança, os biológicos no caso. O garoto pai da criança não tinha ideia do que havia acontecido, muito menos que tinha uma filha. Imagino o choque de ter sido interrogado pelo Voight, transtornado daquele jeito e descobrir que tinha uma filha com aquela foto, o bebê roxo de frio.

Continua após a publicidade

A cada pedaço da vida de Voight que descobrimos sabemos o porque ele quase não sorri. Nesse episódio, soubemos mais sobre a irmã gêmea de Justin, que faleceu ainda bebê. Nem Erin sabia! Burgess ficou super impressionada com aquele bebê lutando pela vida lá em Med e no final resolveu aliviar a tensão com o parceiro, ainda não sei direito o que pensar, não é um casal ruim, mas já sabemos que isso será exposto no julgamento que a envolve no piloto de Justice. Eu, na verdade, poderia passar o restante dessa review falando sobre o que espero do episódio que vem.

Foco, voltando ao foco. Tara, a mãe do bebê não era maior de idade ainda e os pais conservadores acobertaram todo o processo de nascimento e ‘doação’ da criança para adoção. Esse caso afetou até gente que tinha realmente tentado ajudar como a parteira que vivia ilegal nos EUA. Realmente não deve ser fácil ter uma mãe como aquela ali te pressionando para dar seu filho, mas a garota tinha o apoio do pai se quisesse, não precisava ter doado a criança, tivesse lutado. Será que agora, que ela quer a filha, ela merece? Aqueles pais adotivos não estavam totalmente preparados pelo que notamos, mas ao menos tinham o sentimento de querer aquela criança. Fiquei verdadeiramente com pena foi do garotinho que levou a irmã para fora, para ver as estrelas e quase congelou a menina. Mas essa vó biológica tem que pagar nessa vida e em outras por ser tão má e fria, além de sem noção.

O final feliz foi que ela sobreviveu, apesar de tudo, e que o único crime ali foi a mãe biológica ter dado ela sob pressão da sua mãe. Os pais adotivos tentaram proteger o filho que inocentemente levou o bebê para fora de casa sem a proteção necessária. Mas o que eu realmente estou apreensiva é para saber o que há de errado com Justin, porque a mulher dele estava bem estranha jantando com Voight.

Estou também ansiosa para o próximo episódio, alguma dúvida que vai ser o quarto lacre da franquia? Imaginem os crossovers.

 

[youtube] https://www.youtube.com/watch?v=KLtY_0JAK2M [/youtube]

Tags Chicago PD
Caroline Marques

Caroline Marques

Engenheira de Alimentos, mestre em química de alimentos, um tanto quanto viciada em séries, filmes e livros. Fã de Hannibal, Dexter, Grey's Anatomy, Demolidor, Sherlock e Stranger Things. Reviewer de Chicago PD.

No comments

Add yours