Chucky estreia série de TV no Brasil com protagonista gay

Boneco Chucky está de volta e série de TV irá explorar camadas do personagem!

Boneco Chucky série
Continua após publicidade

Depois de sete filmes e reboot fracassado, o boneco Chucky está pronto atacar novamente. O boneco assassino passou por várias reinvenções ao longo dos anos. Mas agora ele retornou às mãos do criador original, Don Mancini, e encontrará mais uma família desavisada para aterrorizar em sua própria série de TV.

Continua após publicidade

Chucky é a série que estreia de forma exclusiva no streaming do Star+, e que terá episódios semanais sempre às quartas.

Chucky série
Imagem: Divulgação.

A reinvenção de Chucky

Chucky certamente percorreu um longo caminho até chegar a série de TV. A franquia Brinquedo Assassino começou interpretando o personagem de maneira direta, mapeando seus esforços para colocar seus ganchos psicológicos assassinos no inocente Andy Barclay. No entanto, os três primeiros filmes abraçaram um gênero de terror que parecia já estar em decadência no fim dos anos 1980.

Continua após publicidade
Continua após publicidade

Até mesmo Mancini pensou que poderia ter chegado ao fim da estrada com Brinquedo Assassino 3, de 1991. Mas quando o universo do terror mudou com o meta-filme de Wes Craven, Pânico, no final dos anos 90, Mancini de repente encontrou uma maneira de trazer Chucky de volta dos mortos.

Leia também: Atriz de YOU ficou desapontada com final da 3ª temporada

“Isso foi realmente inspirador para mim”, diz Mancini. “Fomos capazes de reinventar a franquia com Noiva de Chucky como uma comédia de terror e, além disso, abraçar os detalhes absurdos que são realmente endêmicos ao material. Em vez de tentar continuar negando, pensamos, ‘e se aceitarmos isso? Reconhecermos e usarmos isso como parte da diversão?’

Continua após publicidade

Depois de Noiva de Chucky, veio Filho de Chucky, que Mancini usou para rotular a franquia de terror como LGBTQ inclusiva. “Eu queria encontrar novas histórias para contar e, dessa forma, novas maneiras de torná-lo interessante para mim como escritor e, posteriormente, como diretor, mas também para o público.”

Continua após publicidade

Chucky irá perseguir preconceituosos na série de TV

Descobrir novas maneiras de Chucky manipular quaisquer novos proprietários pode ser visto como um grande desafio após mais de três décadas. Mas o boneco que contém a alma do maníaco assassino em série Charles Lee Ray usará sua série de TV para começar uma conversa sobre bullying que avançará na exploração da franquia sobre questões LGBTQ: o protagonista da série é um adolescente gay chamado Jake Wheeler, que está lutando contra sua sexualidade.

Continua após publicidade
Chucky
Imagem: Divulgação.

“A cultura de bullying que existe nos últimos anos entre os jovens de hoje é em si uma verdadeira história de terror na vida”, diz Mancini. “Usamos Chucky como metáfora, como o valentão final. Ele é charmoso e engraçado. Os valentões podem aparecer para nós dessa maneira e ser sedutores. Essa é uma das coisas que estamos fazendo na série de TV que é totalmente nova.”

Continua após publicidade

A nova série de TV

Chucky trará uma cidade inteira mergulhada no caos depois que o boneco amaldiçoado aparece em uma venda de garagem e começa a cometer uma série de assassinatos horríveis. Então, ele irá expor hipocrisias profundas e segredos ocultos. Velhos amigos e inimigos do passado de Chucky também retornam e ameaçam revelar a verdade por trás de suas origens misteriosas.

Continua após publicidade

Leia também: Revelado por que ator saiu de Dinastia na 4ª temporada

Mas, embora Chucky traga de volta personagens conhecidos da franquia Brinquedo Assassino, como Jennifer Tilly, Alex Vincent, Fiona Dourif bem como seu pai Brad, há alguns rostos novos no elenco.

Mancini, igualmente, também revela que a série lhe permitiu tirar os freios de uma forma que ele não conseguia com os filmes. Ter oito horas contando uma história deu a ele a oportunidade de mergulhar na história de forma perturbadora no assassino em série. Uma história que, aparentemente, os principais fãs têm esperado pacientemente por décadas.

E então, animados com a série?

Criador do Mix de Séries, atua hoje como redator e editor chefe do portal. Especialista em SEO e construção de textos para internet, também atua como webwriter com foco em textos para o Google. Autor na internet desde 2011, passou pelos portais TeleSéries e Box de Séries. Fã de carteirinha de Friends, ER e One Tree Hill, é aficionado pelo mundo dos seriados. Também é fã de procedurais, sabendo tudo sobre o universo das séries Chicago, Grey's Anatomy, e séries de sucesso como La Casa de Papel e Lucifer. Também é fã da DC Comics, e acompanha produções inspiradas em personagens da editora, como Titans e até o mais recente produto da editora, Sweet Tooth.