Com grande elenco feminino, Godless ainda possui 73% dos diálogos falados por homens

Imagem: Netflix

Desde que estreou na Netflix, a série limitada Godless, se tornou mais um sucesso – de crítica e de público – lançado pelo serviço de streaming.

O faroeste estrelado por Jeff Daniels (The Newsroom), Michelle Dockery (Downton Abbey), Jack O’Connell (Skins) e Scoot McNairy (Fargo), acompanha a trajetória de um fora-da-lei implacável que aterroriza o oeste à procura de um desertor de seu bando que encontrou uma nova vida em uma cidadezinha habitada apenas por mulheres.

Continua após a publicidade

Mas apesar do grande número de personagens femininos na produção, um detalhe no mínimo controverso foi observado por um usuário do Twitter: 73% dos diálogos do primeiro episódio da série foram de personagens masculinos, enquanto apenas 27% foram falados por mulheres. A Netflix não comentou a estatística apontada pelo espectador.

Claro que a divisão de diálogos de um roteiro não possui padrões de igualdade e não se pode negar que as mulheres que acompanhamos em Godless são tão poderosas quanto os homens, se não mais, mas em tempos de debates sobre o tratamento das mulheres em Hollywood, a equação levantada é digna de reflexão.

A nova série já representa uma renovação de um gênero predominantemente masculino, ao mostrar mulheres interpretando personagens protagonistas e personagens centrais. A trama, inclusive, já está sendo considerada favorita para indicações de premiações como Emmy e Globo de Ouro.

Os sete episódios de Godless estão disponíveis na Netflix. Confira nossa crítica.

Fonte: DigitalSpy

Italo Marciel

Italo Marciel

Cearense, 28 anos. Jornalista especialista em Assessoria de Comunicação. Viciado em séries desde que se entende por gente e apaixonado por cinema. O cara que fica feliz em indicar uma boa série ou um bom filme para os amigos.

No comments

Add yours