Como How I Met Your Mother mudou a minha vida

Antes de começar esse texto, quero deixar bem claro que não trata-se de um combate entre How I Met Your Mother Friends. Ambas influenciaram de maneiras diferentes na minha vida, embora HIMYM tenha se destacado em alguns quesitos. Nós vamos discutir todos eles e, quem sabe, a série também mudou a sua vida e você não sabe.

Continua após as recomendações

Continua após a publicidade

How I Met Your Mother concentra-se na história de Ted, recontando aos seus filhos como conheceu a mãe deles. No meio de muitas situações embaraçosas, conhecemos os melhores de amigos de Ted: Marshall, Lily, Robin e Barney. A série tornou-se uma das melhores sitcoms e uma das mais queridas do público.

Primeiro, tenho que confessar que ainda me considero do time dos “últimos românticos” assim como o Ted. Fiquei encantado de poder ver todos os malabarismos que ele fez para encontrar sua amada. Um pouco aliviado, também, por saber que o amor da minha vida pode estar por aí. Talvez em uma banda, tocando algum instrumento, ou até mesmo embaixo do meu nariz.

A turma da série também me mostrou que tudo bem chegar aos 30 anos e não ser bem-sucedido, seja no âmbito profissional, financeiro ou amoroso. São tantas frustrações aos vinte e tantos anos que fica difícil acreditar que há luz no fim do túnel. É bom ver, mesmo que em uma ficção, que você não é o único que sente esse medo.

Agora tenho certeza que todas as horas que passei no bar ao lado dos meus amigos não foram em vão. Claro que existem algumas ressacas que eu quero esquecer, mas já recebi boas notícias bebendo uma cerveja. Também já fiz amigos que hoje permeiam pela minha vida. Consegui alguns flertes também. Acho importante tirar um pouco o peso na consciência de ter gastado tanto dinheiro em álcool e encontrar o melhor nessa situação que, no caso, foi viver intensamente ao lado de amigos que tanto amo.

Aprendi que meus amigos vão se casar e terão filhos, mas nem por isso me tratarão diferente. Pelo contrário, serão nestes momentos que eles mais precisarão de mim. Tive mais certeza ainda que relacionamentos vem e vão, mas os amigos sempre permanecem ali. Descobri que cada momento de decepção será sentido por toda turma, mas provavelmente amanhã farão piada de todo o infortúnio. E tudo bem rirem de tudo porque desventuras também nos acrescentam.

A série me deu um dos conselhos mais importantes que já recebi em toda a minha vida: quando fico triste, eu paro de me sentir triste e e me sinto incrível (whenever I’m sad, I stop being sad and be awesome instead). Claro que isso só podia sair da boca do Barney. Inclusive me arrisco a dizer que ele ajudou a me mostrar que preciso correr alguns riscos para encontrar o que eu quero. Levar um “não” de alguém não é o fim do mundo. O dia seguinte pode ser lendário.

Notei que tenho um Barney em mim quando tento emplacar algum bordão; ou uma Lily, quando tento dar um conselho baseando-se na bondade humana; um Marshall, quando ajo estupidamente só para fazer um amigo feliz; uma Robin, quando não tenho certeza sobre o que vou fazer da vida. No entanto, eu sou claramente um Ted, que insiste em dizer que está tudo bem em ficar sozinho, mas anseia por uma companhia para a vida toda.

Atentem-se que não listei motivos para vocês assistirem HIMYM. Queria somente mostrar como uma série “bobinha” aos olhos de muitos teve bastante efeito em mim – e talvez em você também. Em alguns episódios era como se estivessem descrevendo algum esquete inspirada na minha vida e, durante nove temporadas, aqueles personagens também foram meus amigos.

3 comentários

Adicione o seu
  1. Lucas Franco
    Lucas Franco 24 fevereiro, 2016 at 19:34 Responder

    Com um texto sensacional desse eu até me emociono kkkk Uma série sensacional… Em todos seus altos e baixos, nunca me decepcionei com o modo de pensar dos produtores. Amo do início ao fim intensamente, e seu texto me fez recordar bons momentos da série…

  2. Avatar
    Júnior Ferreira 24 fevereiro, 2016 at 12:38 Responder

    Compartilho dos mesmo pensamentos. Sempre digo que apesar de ser uma comédia, How I Met Your Mother foi a série que mais me fez refletir e, por isso, é minha preferida.

Post a new comment