Como a ida de Shonda Rhimes para a Netflix irá afetar o mundo das séries

Imagem: MasterClass/Divulgação
Imagem: MasterClass/Divulgação

[spacer height=”20px”]

Continua após publicidade

Nesta segunda (14) o mundo foi pego de surpresa com o anúncio de que Shonda Rhimes estava deixando a rede ABC para um contrato de exclusividade com a Netflix, que passará a exibir as séries de sua produtora – a Shondaland. Digo surpresa porque, nem um sábio adivinho poderia cantar a pedra que Shonda deixaria a emissora que a consagrou como uma das maiores escritoras de séries da TV para ir para qualquer outro lugar.

Continua após a publicidade

Trabalhando na ABC há mais de dez anos, onde escreveu sucessos como Grey’s Anatomy, Scandal, Private Practice, além de produzir How To Get Away With Murder, The Catch, entre outras, Shonda impôs um novo padrão à TV levando o público a se encantar por produções que fisgavam o espectador, semana após semana. Os famosos ganchos, romances, mistérios, e mortes… muitas mortes. Características que viraram marca registrada da produtora.

Continua após publicidade

Mas essa é uma simples transição? Claro que não. A ida de Shonda Rhimes para a Netflix pode parecer mais uma mudança de casa, mas há muito por trás disso.

Primeiro, a Netflix está em um momento decisivo perante o público. Dividida entre cortes orçamentários, cancelamentos bruscos (vide Sense8 e The Get Down) e uma imagem de crise, negada veemente pela empresa, a a plataforma precisava voltar ao jogo para mostrar aos seus acionistas que ela ainda está por cima. Certamente, a ida de Shonda para o streaming é uma dessas jogadas.

Continua após publicidade
Resultado de imagem para shondaland
Produtora de Shonda Rhimes produzirá séries exclusivamente para a Netflix a partir de agora. Imagem: Youtube

[spacer height=”20px”]

Esse investimento é, logicamente, natural. No sábado (12) vimos que Robert Kirkman largou o seu xodó The Walking Dead para trabalhar na Amazon. Então, não é tão espantoso ver que Shonda largou a ABC para trabalhar na Netflix, uma vez que sua Grey’s Anatomy se tornou a série mais assistida da Plataforma em junho. Era questão de tempo até a empresa querer Shonda escrevendo séries exclusivamente para si. Claro, isso não foi de graça, mas o retorno deste investimento para a plataforma é, no mínimo, certeiro.

Continua após a publicidade
O MIX DE SÉRIES atingiu 10 milhões de visitas mensais e vamos ensinar tudo que aprendemos nessa caminhada! Aumente o tráfego do seu site com técnicas avançadas de SEO.
Faça seu pré-cadastro aqui!

Todo mundo saiu ganhando… 

Com essa brincadeira, todo mundo saiu ganhando. A Netflix, que além de mostrar que está em condições de novos investimentos, terá em seu catálogo produções originais com a marca Shonda Rhimes; a própria Shonda que terá liberdade de criatividade, desenvolvimento e aumento do alcance de suas produções – uma vez que elas serão exibidas em tempo real e com qualidade; e o público, que irá desfrutar disso tudo.

OK, nem todo mundo saiu ganhando. A ABC é uma que perdeu. E nessa perda, talvez teremos uma grande mudança no mundo das séries, que não afetará somente a rede. Com a ida de Shonda, a ABC perderá sua grande mente responsável por estabilizar as quintas feiras do canal. O já consagrado #TGIT (bloco de séries nas quintas dedicado as séries da Shonda) irá acabar mais rápido do que pensamos. Sem Shonda para alimentá-lo com novas atrações, o canal dependerá neste momento do sucesso de For the People e do spin-off de Grey’s Anatomy para manter a sua tradição, pois são as únicas séries encaminhadas da produtora que ainda não estrearam. Mas sem Shonda supervisionando de perto estas produções, podem elas pegar carona nos sucessos de Grey’s, Scandal e Murder sem sua produtora?

Resultado de imagem para shondaland
O bloco #TGIT ficou famoso nos Estados Unidos por exibir as séries de Shonda em uma única noite na ABC. Imagem: ABC/Divulgação

[spacer height=”20px”]

Scandal está na sua temporada final, Murder também não deverá durar muito… Grey’s Anatomy é a única série que ainda pode tentar estabilizar este bloco, mas o seu futuro torna-se incerto diante desse cenário. Ou a ABC irá querer manter a série por mais tempo como forma de segurar o público restante deste dia, ou a qualidade acabará caindo e o canal irá finalizá-la mediante a perca de audiência – que poderá migrar para o streaming, a fim de conferir as novas produções de Shonda. Claro, essas séries não vão acabar abruptamente, mas é certo que Shonda deixará de supervisionar com cuidado essas séries para se dedicar aos seus novos projetos. Uma coisa leva à outra.

Os outros canais vão deitar e rolar. Com a defasagem de Shonda na ABC, a NBC e a CBS – por exemplo – podem ser uma das beneficiárias que conseguirão fisgar um público que pode ficar flutuando neste horário. O canal do pavão já garantiu a exibição de Chicago Fire e Will & Grace nas quintas. Não me espanta que a CBS ou até mesmo a FOX possa fazer mudanças neste estilo.

Já no Brasil, não se sabe como isso afetará a exibição das séries da escritora na Netflix. Mesmo com audiências arrebatadoras, Grey’s Anatomy, Scandal e Murder chegam com um ano de atraso na lista da plataforma. Mas não me espantaria se esse contrato influenciasse na diminuição do tempo de espera para novos episódios. Seria nosso sonho vê-lo semanalmente sendo adicionado?

De qualquer forma, é um fim de uma era e o começo de outra. Como será o futuro de Shonda Rhimes, agora roteirista de séries da Netflix, só o tempo dirá. Mas tudo indica que isso será mais um acerto da plataforma.

Nós fãs, claro, agradecemos.