Confira o trailer e mais detalhes da terceira temporada de American Crime

Felicity Huffman American Crime Season 3

Imagem: Mix de Séries

Continua após as recomendações

 

Depois de duas temporadas premiadas e aclamadas pela crítica, American Crime retorna em 2017 para tratar de temas ainda mais “cabeludos” e polêmicos da atual sociedade americana pré-era Trump. No terceiro ano, a série criada por John Ridley, traz a proposta de dissecar questões trabalhistas, incluindo imigração e servidão moderna com a ajuda das fazendas, trailer e subúrbios do sul dos Estados Unidos.

Continua após a publicidade

Apesar dessa ideia aparecer num momento em que Hollywood e os analistas políticos são acusados de ignorar essa parte do país, afirma-se que a proposta não têm nada a ver com o momento que a nação passa. “Essa história seria contada independentemente de quem estivesse na Casa Branca,” garante o produtor executivo John Ridley aos jornalistas no painel da ABC na TCA (Television Critics Association) desta terça-feira (10).

“É American Crime. Nós queremos representar, geograficamente falando, de diversos lugares possíveis. Não tem nada a ver com a vontade de ser atual, até porque se investíssemos nisso perderíamos a essência. Estamos conectados. Nós precisamos parar de pensar em nós mesmos. Temos que compartilhar a conexão. Esses tipos de coisas nós conseguimos ir a qualquer lugar. Esperamos que possamos representar todos os 50 estados de uma única vez.”

No coração da terceira temporada, Luis Salazar (interpretado por Benito Martinez), descobre que trabalhadores americanos estão vivendo em condições análogas à escravidão após chegar ilegalmente nos Estados Unidos para o México à procura do seu filho desaparecido. Através da sua perspectiva, nós encontramos pessoas que procuram por empregos e abrigos, mas acabam sendo forçados a viver em pobreza, patrões extorquem empregados por comida e condições básicas de vida.

Connor Jessup, descrito como uma das grandes revelações da TV em 2016 e a “arma secreta” da série, interpretará um jovem que não é muito ligado a sua família pelo fato da mesma sofrer com o abuso das drogas; quando ele se enrola na equipe maldosa do chefe Isaac Castillo (Richard Cabral) para tentar conseguir um emprego e ficar sóbrio, acaba descobrindo todas as injustiças que estão acontecendo por lá. Felicity Huffman dará vida a Jeanette Hesby, que pertence a família que é dona da plantação de tomate Hesby Farms, mas descobre tudo o que está por trás da riqueza da família.

Regina King, vencedora do Emmy pela primeira e segunda temporada de American Crime, interpretará Kimara Walters, uma mulher que se dedica ao serviço social para ajudar pessoas que precisam de ajuda ou que estejam esperando um bebê. Entretanto, quando encontra Shae (Ana Mulvoy-Ten), uma prostituta de 17 anos, ela se dedica a ajuda-la a ter uma vida melhor.

Timothy Hutton será Nicholas Coates, um empresário do ramo de mobília que trabalha sob a pressão de reduzir os custos da produção e tenta salvar o casamento fracassado com Clair (Lili Taylor), que por sua vez trabalha para fazer com que uma mulher haitiana, Gabrielle (Mickaëlle X. Bizet), conquiste seu visto.

“É excitante interpretar um personagem e depois deixa-lo seguir sua vida,” disse King. “Em não ser a mesma pessoa a cada temporada. Como um ator, é dessa forma que a gente expressa a nossa arte – ser camaleões, interpretar papéis diferentes. Essa é a beleza de American Crime. Estamos em boas mãos com John e Michael J. McDonald e toda a equipe trabalhando com eles. Eles trarão o melhor trabalho até agora,” completou.

Gravada na zona rural da Carolina do Norte, que ajudou a consolidar a vitória retumbante de Donald Trump no estado, American Crime retorna no domingo, dia 12 de março pela ABC. Ainda não há previsão de quando a AXN exibirá a temporada por aqui.

[youtube] https://www.youtube.com/watch?v=kY21RZvuF2A [/youtube]

Fonte: TV Guide

Nenhum comentário

Adicione o seu