Constantine – 1×03 – The Devil’s Vinyl

constantine 1x03  (1)

Continua após as recomendações

Você que tinha medo de ouvir o CD da Xuxa no sentido reverso, é melhor parar aqui. Se aquilo era algo diabólico, segundo as más línguas, é porque naquela época não havia a série do Constatine ainda.

Depois de um episódio bem meia boca como foi o da semana passada, esse foi uma recompensa por aquela decepção. Aos poucos a série vai se encontrando, e The Devil’s Vinyl conseguiu apresentar uma história que nos prendesse. O misterioso disco de vinil que matava aquele que o ouvisse deixou muita lenda urbana no chinelo e para melhorar, uma boa história elaborada por trás disso.

Continua após a publicidade

A princípio, pensei que esse episódio seria maçante, mas achei muito interessante a forma como tudo foi abordado. A origem do tal disco satânico e o seu significado foram ponderados na medida certa. Quando Jasmine apareceu no começo, cheguei a pensar que ela fosse uma vilã, pois as pessoas que fazem pacto com o demônio Anton trocam suas almas por sucesso, mas a personagem, na verdade, queria salvar o marido Ian de um câncer terminal descoberto há vinte anos.

Vou ser sincero que essa parte me deixou muito confuso, mas depois acabei entendo a verdadeira sacada. O disco em posse de quem está com a vida comprometida pelo pacto é sua apólice de ida ao inferno, e Jasmine vendo que seu tempo estava prestes a chegar ao fim, é claro que tinha que adquirir o bem e guardar para ela, pois seria uma forma de postergar ainda mais sua morte.

constantine 1x03Antes de voltar ao plot do episódio, vale, e muito, ressaltar o quanto Zed vem se destacando. Seu carisma e jeito de ser nos fez esquecer instantaneamente quem era Liz no rolê, fazendo com que a personagem do piloto não precise voltar nunca mais. Só que apesar disso, de conquistar aos poucos o público e por sua química com Constatine, ela tem um grande mistério nas mangas. Nunca que ninguém aparece do nada na vida da outra, e nosso protagonista já percebeu isso e quer explorar o máximo dela possível. Por isso que, durante uma conversa com Chas, ele deixou bem claro que Zed é bem útil “por enquanto”. Estou muito ansioso para saber o que realmente podemos esperar da personagem, em relação à sua vida, suas origens.

Chas teve mais destaque, finalmente. E tenho certeza que ele e Zed se tornarão grandes parceiros. E os três juntos? Me julguem e me apedrejem, mas se esse trio for bem preparado, tem tudo para superar um outro de uma série veterana da mesma temática #olhaapolêmica, mas veremos como vai ser o desenrolar disso tudo, né?

Voltando ao plot, o lado bom de ter sido abordado a questão de um disco satanista é que o episódio em si abordou diversas músicas espetaculares. Palmas e mais palmas para sua trilha sonora! Apesar disso, achei o final muito previsível, com Constantine mandando o vinil para o inferno, Jasmine se livrando do pacto feito e ficando feliz ao lado de Ian. Sinceramente, essa parte final foi a única coisa bleh que teve.

Constantine mostrou uma reação e evolução incrível, e agora podemos dizer que a série pode sim ter um grande futuro pela frente. Assim torço, pois eu estou gostando e muito dela, apesar de alguns deslizes, que nada melhor que o tempo, para tudo ir se ajustando né? E vocês o que estão achando?

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=flsQJG3HFz8[/youtube]

Nenhum comentário

Adicione o seu