Criador de 13 Reasons Why tentou justificar cena que chocou o público na 2ª temporada

Imagem: Netflix/Divulgação
Imagem: Netflix/Divulgação

Cena foi comentada nas redes sociais, e incentivou campanha de boicote…

O showrunner de 13 Reasons Why, Brian Yorkey, tentou justificar alguns eventos do final da segunda temporada da série, incluindo uma cena que criou bastante choque no público.

Continua após publicidade

No episódio 13, ‘Bye‘, Tyler Down (Devin Druid) foi brutalmente agredido e estuprado por outros três rapazes. Tyler, em seguida, opta por se armar com rifles e dirige-se à escola durante a dança da primavera, com Clay conseguindo convencê-lo a não fazer uma besteira.

Continua após a publicidade

Yorkey comentou sobre este enredo do personagem, dizendo que não houve intenção de glorificar os tiroteios na escola.

Continua após publicidade
Continua após a publicidade

Tivemos um personagem que foi, obviamente, intimidado de forma grave, tendo sofrido um isolamento social, e que estava pensando em fazer uma escolha muito trágica para lidar com esses sentimentos“, disse ele ao The Hollywood Reporter, referindo-se ao fato de que Tyler foi visto com várias armas escondidas em seu quarto no final da primeira temporada.

Continua após publicidade

Com a segunda temporada, estávamos muito interessados em continuar a seguir sua jornada e tentar entender seu estado mental e o estado de sua alma.”, completou.

História foi criticada por público…

A série sofreu uma série de críticas por parte do público, principalmente ao mostrar explicitamente o estupro do garoto na série – que tem um foco voltado para adolescentes.

Continua após a publicidade
O MIX DE SÉRIES atingiu 10 milhões de visitas mensais e vamos ensinar tudo que aprendemos nessa caminhada! Aumente o tráfego do seu site com técnicas avançadas de SEO.
Faça seu pré-cadastro aqui!

Nosso interesse era na jornada. Precisávamos entender as experiências dele e o que colocou naquela reta“, tentou justificar. “Nós quisemos ser autênticos, tentamos ser honestos e precisos“, completou.

Parte do público acusou que a cena, assim como o suicídio retratado na primeira temporada, pode ser utilizado como gatilho na vida real, e que o assunto poderia ser abordado de outra forma – que não fosse mostrando explicitamente.

“Fizemos tantas pesquisas quanto pudemos“, destacou Yorkey. “Como em todas as coisas da série, nossa esperança era que pudéssemos representar honestamente a experiência – que nossos espectadores pudessem, através da experiência, aprender mais e começar mais conversas sobre essas questões em seu próprio mundo“.

Com a aparente boa intenção, teria o showrunner conseguido seu objetivo?

Continua após a publicidade

A segunda temporada de 13 Reasons Why está disponível no catálogo da Netflix.

Leia mais: 2ª temporada de 13 Reasons Why é falha, confusa e desnecessária