Criador de Murder adverte: “Não descarte ninguém como assassino de Wes”.

Imagem: ABC

Imagem: ABC

 

A segunda metade da temporada de How To Get Away With Murder será estruturada de forma diferente, a partir do momento em que os Keating Five – agora Keating Four – investigarem o assassinato de um deles, na tentativa de descobrir quem matou Wes.

“Em vez de olharmos para frente, olharemos para trás”, revelou o criador Pete Nowalk ao The Hollywood Reporter. “Na maioria das vezes, vamos ver o que aconteceu antes de Wes morrer e, é claro, há perguntas como “quem é o assassino?” e “onde estavam as pessoas quando isso tudo aconteceu?”. Isso foi sempre parte do show para mim”.

Continua após a publicidade

Embora Frank (Charlie Weber), aparentemente, confessou o crime no final da estréia da midseason, não é assim tão simples. “Não será tão fácil, não”, diz Nowalk. “Eu acho que Frank tomou uma decisão muito rápida – ele nem mesmo disse a Bonnie – e se ele está dizendo a verdade ou não, eu não acho que a polícia vai necessariamente querer acreditar nele. Eles claramente anunciaram que Annalise Keating é seu suspeito número 1”. E o criador adverte: “Não será simples, do tipo ‘você pode descartar essa pessoa’. Eu quero que as pessoas tentem adivinhar até o fim”.

Os quatro membros restantes do grupo – Laurel (Karla Souza), Michaela (Aja Naomi King), Connor (Jack Falahee) e Asher (Matt McGorry) – vão lidar com seu sofrimento de formas diferentes, especialmente Laurel, que revelou que Wes é realmente o pai de seu bebê.

“Laurel tem muito em seus ombros. Eu acho que ela vai lidar com isso em seu próprio tempo”, disse Nowalk. “O que eu adoro em escrever é que todos têm reações tão diferentes. Claro que a reação de Connor, como você viu, foi difícil. Eu acho que todos têm desconfianças diferentes sobre quem o fez, acho que todos têm segredos e acho que todos eles têm trauma. “

Mas isso não significa que qualquer membro do Keating Four deve ser presumido inocente. Algum deles pode ser descartado como o assassino? Adverte Nowalk, “Eu não descartaria ninguém como assassino!”.

How To Get Away With Murder continua com episódios inéditos na próxima quinta (2) pela ABC nos Estados Unidos.

 

Anderson Narciso

Anderson Narciso

Mestre em História, criador de conteúdo, é o editor responsável e idealizador do Mix de Séries. Eterno órfão de Friends, One Tree Hill e ER, acompanha séries desde que se entende por gente. No Mix é editor de colunas e de notícias e resenha séries semanalmente.

1 comment

Add yours
  1. Avatar
    Beatriz Miranda 31 janeiro, 2017 at 17:12 Responder

    Gostei da morte dele, talvez faça falta por causa dessa dinâmica que a série proporcionou entre os 5. Porém o Wes sempre ficava de fora, não era tão amigos quanto os outros. Mas, em relação ao personagem, não fará falta, eu não tinha simpatia alguma pelo o Wes, o achava chato e muitos vezes desnecessário, odiei o envolvimento dele com a Laurel. Vamos ver daqui pra frente como será conduzido. Amei esse retorno, a Annalise presa foi difícil e ao mesmo tempo maravilhoso de ver, ver a personagem nessa situação, eu nunca a imaginei dessa forma. Minhas expectativas estão lá em cima com esses episódios restantes. Não imagino qm seja o assassino do Wes, mas dos 4 qm qr q seja tem motivo, ele sempre foi uma pedra no sapato.

Post a new comment