Criador de Sex and The City se diz aberto para um revival da série

Imagem: New Line Cinema
Imagem: New Line Cinema

Sex and The City pode voltar pra TV?

Em tempos de tantos revivais de séries na TV, quais as chances de revermos Carrie, Samantha, Miranda e Charolotte, as eternas divas de Sex and the City, na TV novamente? Se depender de Darren Star, o criador do fenômeno cultural, isso pode acontecer.

Continua após publicidade

Em entrevista à Variety, comemorando 20 anos desde a estreia da série, Darren compartilhou sua opinião sobre um possível retorno.

Continua após a publicidade

Um reboot de Sex and the City com um novo elenco, eu não sei como funcionaria. Mas um reboot com o elenco original: 100%! Estou aqui para isso”, revelou.

Continua após publicidade
Continua após a publicidade

Darren citou inclusive o bem sucedido resgate de outra série famosa no final dos anos 90, Will & Grace. “Eu adoraria fazer parte disso, com certeza. Se todo mundo voltasse para isso, seria maravilhoso. Acho que Will & Grace fez isso de forma brilhante“, acrescentou o produtor.

Continua após publicidade

Mudanças necessárias

Vinte anos depois da estreia do primeiro episódio da série, muita coisa mudou no mundo. E um possível revival da série teria que refletir essas mudanças socioculturais. O produtor concorda.

“Obviamente, seria um show completamente diferente hoje. Provavelmente haveria um personagem gay e provavelmente seria mais diversificado. Mas ao mesmo tempo, era sobre isso que era a série. Você pode até ter um personagem genderfluid no programa”, explicou.

Continua após a publicidade
O MIX DE SÉRIES atingiu 10 milhões de visitas mensais e vamos ensinar tudo que aprendemos nessa caminhada! Aumente o tráfego do seu site com técnicas avançadas de SEO.
Faça seu pré-cadastro aqui!

Rixa entre elenco

Um obstáculo para que esse revival aconteça pode estar entre o próprio elenco. As atrizes Kim Cattrall e Sara Kessica Parker andaram se desentendendo publicamente.

Continua após a publicidade

Será que elas conseguiriam colocar as diferenças de lado para promover um retorno triunfal?