Crítica: 14ª temporada de Criminal Minds expõem vários ângulos dos personagens

Criminal Minds caminha-se para despedida do público

Depois de muita incerteza e especulações, o canal americano CBS anunciou que Criminal Minds seria renovada para a sua 15ª e última temporada. Ao longo dos seus 14 anos no ar, a série focada série no dia a dia de uma Unidade de Análise Comportamental do FBI foi motivo de amor e ódio para muitos telespectadores.

Continua após a publicidade

Com a decisão tomada no fim de 2018, a showrunner Erica Messer estava tentando decidir se terminaria a 14ª temporada deixando a série com um final em aberto, ou se encerraria o ciclo dando a oportunidade de um desfecho sem pontas soltas. Após uma reunião entre a CBS e os estúdios da ABC, foi resolvido que haveria uma temporada final.

Mesmo sem uma data para a 15ª temporada, acredita-se que a temporada final de Criminal Minds aconteceria em 2019/2020 pela TV americana, sendo assim lançada entre setembro e novembro deste ano. Novamente com uma temporada mais curta, como a anterior, a série será reduzida, contando com 15 episódios.

Relembrando a temporada passada, pudemos acompanhar o crescimento dos personagens, alguns veteranos de longa data e outros adicionados recentemente.

Atores de Criminal Minds nas gravações finais da 14ª temporada. Imagem: CBS/Divulgação.

14ª temporada explorou bem seus personagens

David Rossi, um dos profilers mais experientes da equipe, bem como responsável pela criação da Unidade de Análise Comportamental do FBI, ganhou fama por escrever livros e ministrar palestras sobre os casos em que trabalhou. Conhecido pelas muitas esposas, terminou a temporada casado com uma delas.

Spencer Reid, ao longo dos anos na série, foi um dos personagens que mais cresceu. Bem como Matthew Gray Gubler foi responsável pela direção dos episódios mais bizarros de Criminal Minds. O agente passou por alguns sequestros ao longo da série, problemas relacionados à doença da mãe, prisão e um longo período longe do trabalho com a equipe do BAU.

Já JJ talvez seja o personagem que mais foi explanado nessa temporada. Vale ressaltar o episódio em que a agente retorna à sua cidade natal. No início da série, JJ mais parecia um enfeite para a equipe do que parte do BAU. Entretanto, isso mudando ao longo dos anos. Especificamente no episódio 14×15, uma revelação poderá mudar todo o enredo da próxima e última temporada. Assim, teria JJ confessado seu sentimento há muito tempo guardado ou apenas algo usado para distração?

Penelope Garcia, atualmente analista técnica da Unidade de Análise Comportamental, a cola que une a equipe com as informações e antes de tudo trabalhava como hacker, passou por algumas perdas e continua firme para os ganhos.

Atualmente comandando a unidade do BAU, após percorrer um longo caminho, Emily Prentiss é a personagem com mais idas e vindas da série. Na décima quarta temporada, Prentiss foi mais uma coadjuvante dirigindo a equipe, tendo destaque em poucos episódios. E isso é uma pena!

Outros destaques…

A psicóloga forense Tara Lewis entrou na equipe do BAU a princípio como substituta na 11ª temporada, permanecendo até o momento. Tara mais parece uma professora palestrante do que uma agente, algo que ficou claro durante sua participação na série.

Luke Alvez, o eterno novato na equipe, chegou para substituir Derek Morgan na 12ª temporada. O início da aproximação com Garcia foi uma situação que perdurou por mais de uma temporada até ambos se entenderem. Agora, se sentindo em casa, Alvez teve um episódio focado em seu personagem. Entretanto, o agente acabou rebaixado de posto por um período em decorrência de suas atitudes.

Além disso, direto do spin-off  – Beyond Borders, Matt Simmons foi a última aquisição da equipe desde Alvez. O ex-soldado e pai de família foi apresentado superficialmente ao longo da 14ª temporada. Todavia, até agora, tem se mostrado um dos agentes mais versáteis se adaptando a qualquer situação.

O saldo, no final das contas, foi positivo. E a caminhada para um despedida satisfatória aos fãs está sendo traçada. A próxima temporada deverá ser mais curta, exatamente para conquistar esse adeus merecido. Sem se desgastar, Criminal Minds criou uma fórmula de sucesso.E mesmo que tenha repetido uma coisa aqui e ali, certamente deixará sua marca na televisão. Bem como, uma saudade nos corações dos fãs.

Estamos ansiosos para esse final, e vocês?

Leia também: 7 séries criminais para assistir na Netflix

Nota da Temporada9
14ª temporada de Criminal Minds preparou caminhos para a despedida da série.
9

No comments

Add yours