Crítica: 15×04 de Criminal Minds destacou os agentes em “dia de folga”

Critica Criminal Minds 15x04

Um episódio diferente do que imaginávamos em Criminal Minds

Em saturday, acompanhamos a equipe do BAU de Criminal Minds durante um sábado de folga. Esse foi um episódio até interessante, onde cada agente desfruta desse tempo realizando uma atividade sem relação ao trabalho.

Reid está em uma sessão de terapia, onde relata seu mais recente pesadelo e suas convicções de que isso tenha relação com a doença de sua mãe. Após confessar que só se relaciona com colegas de trabalho, é proposto ao agente que tire o dia para pensar em qualquer coisa que não esteja relacionada ao trabalho. Além disso, ele foi desafiado a manter uma conversa com alguém que não seja um colega de equipe.

Já Matt, com ajuda de Rossi, tenta insistentemente montar um berço para o filho que está a caminho. Durante esse tempo, Matt esclarece para Rossi que está com problemas financeiros em manter uma família grande. Não demora muito para que Rossi encontre um caderno onde Matt escrevia histórias como hobby da época em que trabalhava no exterior. Rossi então propõe uma parceria para que publiquem essas histórias juntos. Agora, Matt já tem trabalho garantido após o fim da série e pode comemorar o nascimento da filha.

Aliás, enquanto estava na casa de Matt com donuts e vinho, Prentiss recebe uma intimação onde um antigo vizinho a processa alegando estar sendo vigiado pelo FBI.

Continua após a publicidade

Outras abordagens no dia de folga

Garcia decidiu usar seu sábado de folga em um workshop e para isso usa as dependências o BAU. Entretanto, não demora para aparecer um novo caso que é trago por intermédio desse workshop. Uma das participantes relata estar sendo perseguida por um desconhecido e recebendo ameaças on-line. Garcia manda mensagens para os agentes, mas apenas Tara, Luke e JJ atendem ao seu chamado para resolverem o caso.

Enquanto isso, Reid está curtindo o dia no parque decidido a sair de sua zona de conforto. Pouco tempo depois, o agente acaba sendo surpreendido pelo acaso e conhece Maxine. Disposto a manter uma conversa que não envolva trabalho Reid consegue manter o assunto naturalmente e se diverte.

Finalmente, após 15 temporadas, Reid parece querer virar a página e seguir em frente. Instintivamente, JJ também sente que é hora do amigo buscar a felicidade e o encoraja a correr o risco.

Apesar do foco desse episódio não ser um caso com assassinatos a serem resolvidos, gostei de terem colocado outro ângulo na série mostrando mais os personagens.

E vocês o que acharam? Deixem nos comentários. Confiram também, abaixo, o vídeo promocional do próximo episódio.

Além disso, continuem acompanhando as novidades de Criminal Minds, e de outras séries, aqui no Mix de Séries.

Nota do episódio9.5
Crítica do quarto episódio da décima quinta temporada de Criminal Minds, Saturday, exibido pela CBS nos EUA.
9.5

No comments

Add yours