Crítica: 16×07 de Grey’s Anatomy mostra Amelia tomando grande decisão

Grey's Anatomy mostra Amelia tomando grande decisão

O dilema de Amelia

Finalmente chegou o dia em que Amelia contou que estava grávida para Owen em Grey’s Anatomy. E, meus caros, depois disso, a série e transformou num verdadeiro Caso de Família.

Continua após a publicidade

Ok, eu jurava que todos em Seattle já sabiam sobre a gravidez, mas pelo visto os roteiristas me enganaram direitinho. Vamos aos fatos: Owen simplesmente surtou após descobrir a notícia (causando inclusive a fúria de fãs). Mas acontece que Amelia não precisava se sentir culpada por nada. Owen engravidou a Teddy, enquanto vivia uma montanha russa de sentimentos e, em tese, não haveria necessidade de tanto fuzuê por conta desta gravidez.

O que realmente me pegou desprevenida foi a forma como Owen ligou para a novidade. É sério que ele vai querer dar uma de macho alfa e estragar Amelink? Totalmente desnecessário esse surto do Owen Hunt! No final, ele até se desculpou, mas esse comportamento tóxico não foi nem um pouco agradável.

A família Webber

Enquanto Amelia lidava com sua decisão de como contar sobre a gravidez, Richard recebeu duas visitas ilustres. Primeiro, o retorno de sua esposa, que eu nem lembrava que existia. Eu jurava que a mamãe Avery ainda estava em Seattle. Mas ela ressurgiu das cinzas e está sacando que Richard está recebendo olhares perigosos. Ela está sentindo cheiro da traição? Provavelmente.

Agora conhecermos a família de Richard foi um grande acerto em Grey’s Anatomy. Tivemos uma empatia rápida com a sobrinha do médico e seu irmão, que certamente resultou no final emocionante. Toda a história foi envolvente e até a Maggie me surpreendeu. Preciso confessar uma coisa: às vezes eu até esqueço que a Maggie é filha do Richard, de tão sem noção que a personagem é.

Bom, de qualquer forma, a personagem foi menos chata e, inclusive, tolerável nesse episódio. Suas confissões me pegaram totalmente desprevenida. E sobre a sobrinha desaparecida do Webber, ainda estou tentando me recuperar!

É tempo de reflexões

Este episódio de Grey’s Anatomy foi bastante emotivo. Há tempos não assistíamos algum episódio que nos prendesse do começo ao fim. Maggie e Amelia mostraram, de suas maneiras, como amadureceram desde que vieram morar com Meredith. Enquanto isso, Alex Karev vem se mostrando um divo, digno de ser ovacionado.

Deixando um pouquinho o drama da Meredith de lado, o episódio em si tratou sobre as decisões que tomamos. O caso médico do PAC North foi bastante tocante e eu fiquei um bom tempo refletindo sobre a decisão da garota.

E no Grey Sloan Memorial Hospital, não foi diferente. Quando o seriado se aprofunda em outros personagens e dá a chance de mostrar que eles são humanos, repletos de defeitos e qualidades, Grey’s Anatomy dá um show e nos presenteia com episódios marcantes. E vai me dizer que você não chorou com a história da sobrinha do Richard?

Ainda é cedo para sabermos o que acontecerá no decorrer da temporada. Porém, uma coisa é certa: mamãe Avery conseguiu ganhar o posto da última pessoa a saber das coisas. E olha que a disputa estava acirrada entre ela e o Owen!

Continue acompanhando nossos textos de Grey’s Anatomy e na próxima semana teremos o episódio de número 350!

 

Nota do Episódio10
Review do sétimo episódio da décima sexta temporada de Grey's Anatomy, da ABC, intitulado de "Papa Don't Preach".
10
Avatar

Gabriella Siggia

Quem eu sou? Eu sou uma em um milhão: escritora nas horas vagas, seriadora de coração, cinemática de plantão e amante da literatura. Divertida, alto astral e bastante bem humorada. Só não achei ainda minha outra pessoa. Ah, música faz parte da minha vida.

No comments

Add yours