Crítica: 1×04 de FBI desvenda um tiroteio misterioso

Imagem: Divulgação/CBS

Uma situação intensa tomou conta do episódio 4 de FBI

Primeiramente, Mag e OA tiveram que desvendar um tiroteio, porém de início tudo pareceu muito aleatório para o FBI. Certamente sabemos que para atirar em pessoas sem motivo o ser deve ser doidinho. Então, pela minha experiência seriática, esse tipo de pessoa não combina com atiradores profissionais.

O time de investigadores precisou muita pesquisa para encontrar o responsável, e acima de tudo quando encontrou outro tiroteio já em andamento. Foi tudo muito intenso devido à rapidez que os fatos foram se desenrolando. Finalmente, nesse quarto episódio, já conseguimos diversas novas ideias sobre a vida dos parceiros protagonistas.

Mag se identificou com o atirador, na situação de viúva

No final, quando encurralaram Cole, e já tinham o comparsa Kofi em custódia, Mag resolveu liderar a situação. A chefe Dana soltou ela por conta, para tomar decisões, e pareceu muito segura quanto ao resultado. No finalzinho do episódio, Maggie tentou conversar com Cole, sobre perder a pessoa mais importante da sua vida, tentando desarmar ele. Apesar dela abrir o coração na frente de todos, acabou não conseguindo mudar a perspectiva do atirador. Porém, esse fato nos deu uma boa ideia do que ela passou antes de estar nesse time.

Continua após a publicidade

No fim, ela ordenou o abatimento de Cole, notavelmente ele não estava agindo com a razão. Depois vimos a congratulação de Dana para ela, “você tomou a decisão correta!”, mas por que ela não parecia feliz? Provavelmente lembrar do marido mexeu com ela e, além disso, aquela cena dela conversando com Cole foi bem legal. Convenhamos, Missy sabe como fazer uma cena emotiva, dramática.

É importante ressaltar que OA foi muito educado durante essa situação e também mostrou seu lado quase paternal com Kofi. Ele prometeu para o menino não matar Cole, e não deu certo. Acredito que é muito complicado prometer algo dessa natureza, ainda mais para alguém na posição de Kofi. Cole e ele tinham criado um laço, ele quase matou uma pessoa pelo amigo.

A rapidez dos recursos do FBI é assustadora

A história da bala foi um caso a parte do episódio. Eles estão na vibe CSI, fazendo propaganda de recursos, é interessante ver o processo. Com um fragmento da bala foi possível rastrear calibre, marca, possível arma utilizada! Isso ajudou a cruzar informações para pegar o atirador. Cole, na verdade, estava atirando em inocentes e o seu alvo eram lugares que tinham o feito sofrer.

Sua namorada havia morrido, ele havia sido despejado do condomínio onde ocorreu o segundo tiroteio e os advogados que ajudaram eram do prédio do primeiro tiroteio. Além disso, Mag continua nos impressionando com suas deduções rápidas, sobre o lugar ser a chave e não as pessoas. E nós estamos firmes e fortes aguardando novos e emocionantes episódios.

Tags FBI
Caroline Marques

Caroline Marques

Engenheira de Alimentos, mestre em química de alimentos, um tanto quanto viciada em séries, filmes e livros. Fã de Hannibal, Dexter, Grey's Anatomy, Demolidor, Sherlock e Stranger Things. Reviewer de Chicago PD.

No comments

Add yours