Crítica: 2ª temporada de Drag Race UK é a melhor da franquia em anos

Rupaul´s Drag Race dominando o mundo

Rupaul´s Drag Race é um grande fenômeno hoje, com treze temporadas americanas, cinco All Stars, duas Tailandesa, uma Canadense, uma Holandesa, duas Reino Unido e mais duas versões cegando a televisão.  Porém a questão é como você consegue se manter relevante após tantos anos?

Continua após publicidade

Em All Stars nós temos as regras diferentes, mas não é possível fazer isso em uma temporada normal, então a única esperança é ter um elenco interessante e que não tem medo de falar o que pensa, e as meninas da segunda temporada de UK são provavelmente o melhor cast em anos de programa.

Continua após a publicidade

Abandonando o formato Americano

Se você sabe algo sobre formato de reality e sobre Drag Race, nos primeiros episódios o espectador já tem uma ideia de quais garotas vão pelo menos chegar no final da temporada, por exemplo desde o começo da decima terceira temporada, Symone e Gottmik são claras candidatas a finale e se não acontecer um momento “Valentina mask on please” elas vão estar lá. Porém, no segundo episódio temos Cherry Valentine vs Tayce o que mostra como o formato Americano não vai ser aplicado nessa temporada e que todas a meninas estão em perigo, o que deixa muito mais interessante de assistir.

Continua após publicidade

Durante a temporada temos muitos momentos em que isso se repete, meninas sem vitórias mandando para casa meninas que tem alguma vitória, meninas que precisaram fazer o LipSync mais vezes mandando para casa meninas que estão na sua primeira LipSync. E vamos ser sinceros, esse tipo de coisa jamais aconteceria na versão Americana.

Realmente abandonando tudo o que nós estamos acostumados a receber desde a oitava temporada da versão Americana é mais um fator que fez essa temporada ser a mais interessante em anos de programa.

Continua após publicidade

Grandes Drag Queens e grandes personalidades

É justo falar que todas as meninas da temporada tinham alguma coisa de interessante (talvez não Sister Sister antes da quarentena) Lawrence desde o primeiro episódio sem medo de mostrar fragilidade para as câmeras. A whora com o arco de redenção mais rápido da história, Tayce apenas por existir e Bimini que não preciso falar mais nada.

Além das personalidades, a temporada abordou vários temas importantes, bullying, não binário, problemas familiares, problemas de autoestima e de forma bem natural, o que faz o espectador se importar com as participantes bem mais.

Continua após a publicidade
O MIX DE SÉRIES atingiu 10 milhões de visitas mensais e vamos ensinar tudo que aprendemos nessa caminhada! Aumente o tráfego do seu site com técnicas avançadas de SEO.
Faça seu pré-cadastro aqui!

Quarentena e os efeitos na competição

No meio da temporada, miss Corona apareceu e as meninas ficaram em casa por sete meses mais ou menos. Então foram sete meses para pensar na vida e trabalhar em looks, o que algumas fizeram e algumas claramente não (Tia). Quando elas voltam Rupaul revela que Veronica não pode retornar à competição por não estar 100% saudável o que já é um choque para as meninas.

Na segunda parte da temporada temos a ascensão de Bimini que se tornou uma das minhas Drag Queens favoritas. Ainda mais por conceitos, looks e humor. Antes da quarentena eu não via Bimini no top 4 com chances de vencer, porém ela foi a que melhor utilizou esse tempo.

Se não fosse a quarentena, meu top 4 ideal seria Lawrence, Veronica, A whora e Bimini, com Lawrence ou Veronica com chances de ganhar.

Imagem: Divulgação

Winner winner Chicken dinner

Em raras ocasiões, Drag race tem uma vencedora clara, mas em algumas temporadas ela não vence a competição. Porém existem fatores a serem considerados no cálculo.

O primeiro é: isso é uma competição então a pessoa com a melhor pontuação deveria ganhar. Que nesse caso seria Bimini e outras temporadas em que a competidora com mais vitórias não ganha. O que nos leva ao segundo fator.

Questões externas da competição, o prêmio na versão UK é uma série na plataforma wowpresents e entre as duas, contudo, Lawrence faz mais sentido fazer uma série lá. Também acho que esse foi o motivo de The Viviene ganhar a primeira temporada.

Hoje em dia, a vitória é muito mais um título que você pode colocar na wiki da participante. Ainda mais por pessoalmente eu ver muito mais gente falando de Bimini e ela está fazendo muito mais publicidade.

Após anos presos em uma fórmula repetitiva. A segunda temporada de Uk foi muito bem-vinda nesse momento tão difícil e nos faz acreditar que Drag Race ainda pode ser divertido e animador.

Obs.: Lawrence eu te amo, mas aquele look da finale… choices.

Obs2: Não lembro se Bimini falou sobre seus pronomes em drag então, por isso posso ter colocado feminino em alguma parte do texto.

Então, o que acharam da temporada? Deixe nos comentários e, igualmente, continue acompanhando as novidades do Mix de Séries.

  • Além disso, siga nossas Redes Sociais (InstagramTwitter, Facebook).
  • Baixe também nosso App Mix de Séries para Android no Google Play (Download aqui) e fique por dentro de todas as matérias do nosso site.