Crítica: 2×01 de Batwoman trouxe a promissora nova protagonista

Batwoman

Batwoman está de volta e com novidades

A espera finalmente acabou, e a segunda temporada de Batwoman está entre nós! Após Ruby Rose deixar a série, os fãs aguardavam com expectativa pelos novos episódios. Primeiramente por conta da escolha da nova protagonista, agora vivida por Javicia Leslie. Assim como aconteceu com a primeira citada, essa por sua vez também foi bombardeada pelo público, no entanto pelo fato de ser negra.

Continua após publicidade

O que eu achei sobre a escolha da nova atriz? Venham comigo conferir!

Continua após a publicidade

Mudança de planos

Como comentei anteriormente, a primeira temporada da série chegou ao fim com dois episódios antes do previsto. Por conta da pandemia, o desfecho real acabou não acontecendo, entretanto o que foi entregue teve um resultado por si só surpreendente.

Continua após publicidade

Pelo que saiu na época, Alice e Thomas Elliot tinham planos perversos para atingir Gotham. Com tudo que aconteceu no ano passado, junto com a saída de Ruby, os produtores tiveram que bolar uma nova tática. Sinceramente eu torcia para que esse plot do falso Bruce tomasse conta ao menos da metade desse segundo ano, mas será que foi isso que realmente aconteceu?

Antes de responder a pergunta acima, Caroline Dries e sua trupe tinha outra missão mais prioritária. A entrada de Ryan Wilder na história, ao meu ver, soou total clichê. O lance do avião caindo perto de onde ela estava achei meio sem nexo, e fiquei só o meme da Nazaré confusa. Aí para ajudar ainda mais, ela encontra a roupa da Batwoman no meio dos destroços e simplesmente decide pegar para si mesma? O auge.

Continua após publicidade

Quem é Ryan Wilder?

Uma coisa que gostei com a introdução de nossa nova protagonista é que não foi um evento totalmente avulso. No meio àquela loucura toda nos minutos iniciais, flashbacks sobre seu passado eram mostrados de forma paralela. Ao meu ver isso deu dinamismo a mais no episódio como um todo, considerado para mim um baita ponto positivo.

Passada aquela loucura toda, a personagem começou seu legado de mulher morcego de uma forma totalmente diferente de Kate. Se a abordagem passada foi feita de uma maneira sombria, essa por sua vez foi bem mais leve e até divertido. Contudo isso não descarta que Ryan tenha seu lado sombrio.

Continua após a publicidade
O MIX DE SÉRIES atingiu 10 milhões de visitas mensais e vamos ensinar tudo que aprendemos nessa caminhada! Aumente o tráfego do seu site com técnicas avançadas de SEO.
Faça seu pré-cadastro aqui!

O que a série mostrou a seu respeito foi o suficiente para admirar o trabalho feito pelos produtores. Confesso que fiquei totalmente receoso de como sua entrada aconteceria, uma vez que estamos falando de Caroline Dries, pupila de titia Plec nos tempos de The Vampire Diaries. Entretanto não posso ser ingrato, pois ela salvou a série várias vezes. Enfim, estamos falando de Batwoman, por ora.

O que mais me impressionou foi a ligação de sua história a ninguém menos que Alice. Sim, meus amigos, um dos meus grandes receios dessa mudança drástica foi como a série abordaria nossa grande vilã. Olha, tenho que admitir, a saída que eles encontrarma para ela continuar relevante na história foi simplesmente genial.

Imagem: The CW/Divulgação

Fechando pontas abertas

Com todo esse turbilhão de acontecimentos, uma das principais coisas que ficou em aberto foi o plot do falso Bruce. Sinceramente eu teorizei que essa história reinaria por pelo menos parte da temporada, sendo encerrado no crossover que teria com Superman & Lois, mas que não acontecerá mais.

Eu esperei muito mais de Thomas caracterizado de seu nêmesis, mas me decepcionei em vários pontos. Não sei se foi o ator, o qual não me identifiquei com sua atuação, entretanto algo não ornou ali.

Sou suspeito em dizer que apenas dois momentos dele foram bons nessa premiere. Primeiramente sua interação com Julia – SAUDADES, MOZÃO -, que foi o ponto alto para ser revelado que tratava-se de um impostor, ao invés do verdadeiro Bruce. Outro momento que me deixou mega empolgado foi quando o batmóvel apareceu em cena. Meus amigos, eu quase pirei com isso. E aquela perseguição entre ele e Ryan? Simplesmente o ponto alto desse episódio.

Apesar da surra que ele levou da nossa nova mulher morcego, tenho certeza mais que absoluta que não foi a última vez que vimos Thomas Elliot em cena.

Como ficam os outros personagens?

É claro que Batwoman não se resume apenas em Kate/Ryan e Alice, não é mesmo? Com a nova protagonista, eu tinha certeza que Luke e Mary ganhariam mais destaque na história. E não é que eu acertei? A sintonia entre os dois está mais que nunca alinhada, e a química deles com Ryan promete ser um dos pontos altos dessa temporada. Vida longa ao team Batwoman!

Entretanto, eu não sei como o pai da nossa antiga protagonista se encaixará a esse novo contexto. Eu o achei totalmente perdido, e ficar nesse looping eterno de filha desaparecida com ele achando que morreu vai ficar maçante. Não seria o momento de deixá-lo como personagem recorrente, apenas?

Quanto a Sophie e Julia, acredito que serão muito mais aproveitadas. A ex de Kate recebeu uma carta, como espécie de despedida. Apesar de pouco tempo em cena, acredito que a policial possa em algum momento ser um adendo ao team Batwoman. E sabe uma coisa que notei? A química dela com a filha de Alfred em cena. Alerta casalzão?

Vem aí!

premiere de Batwoman entregou um episódio coeso e promissor, mesmo com o clichezão nos minutos iniciais. Javicia Leslie já mostrou ao que veio nos instantes iniciais. Ela tem carisma, desenvoltura e Ryan já soube conquistar em questão de minutos. Eu sinceramente não gostava da Ruby Rose no papel, pois Kate tinha camadas intensas, as quais era nítido que ela não tinha vontade alguma de explorar com aquela sua falta de expressão e vontade.

Agora uma coisa que foi mantida para essa temporada, Alice não será a única grande vilã da história. Nesse primeiro episódio foi citado mais uma vez sobre Safiyah, um antigo interesse amoroso de Kate, que promete vir com tudo.

Entretanto com o desaparecimento de Kate Kane na história, a personagem terá envolvimento direto com sua gêmea má. Só sei de uma coisa, que estou mega ansioso para ver esse confronto de vilãs. Alice queria a morte da irmã, mas ficou revoltada que o recentemente acontecimento não teve envolvimento seu, despertando então uma vingança pessoal. Já quero essas duas frente a frente logo, agiliza aí CW.

Apesar de terem deixado uma ponta solta, caso Ruby algum dia volte atrás e retorne a série, espero que não fiquem de mimimi o tempo todo em cima de Kate.

PS: com o tiro de bala de kryptonita que Ryan levou de Thomas, será que isso lhe dará poderes? Atento!

E então, o que vocês acharam da segunda temporada? Deixem nos comentários e, igualmente, continuem acompanhando as novidades do Mix de Séries.

  • Além disso, siga nossas Redes Sociais (InstagramTwitter, Facebook).
  • Baixe também nosso App Mix de Séries para Android no Google Play (Download aqui) e fique por dentro de todas as matérias do nosso site.