Critica: 3ª temporada de Dynasty começa com os Carringtons lidando com as consequências

Critica: 3ª temporada de Dynasty começa com os Carringtons lidando com as consequências

Dynasty prova que a terceira vez é sempre um charme! 

Os Carringtons estão de volta em Dynasty e com eles todo drama e escândalos que o dinheiro pode proporcionar. Algumas coisas podem até mudar (Cristal n°3, estou falando de você), mas o drama sempre vai acompanhar a dinastia Carrington. A terceira temporada além de mudar a atriz que interpreta Cristal (de novo), também tem um novo showrunner Josh Reims. Apesar das mudanças, a série mantém o estilo novelão e seu ritmo próprio.  

Continua após a publicidade

A estreia não poderia ser diferente. Todos estão lidando com as consequências do final surpreendente da segunda temporada. Fallon sendo atormentada, literalmente, pelo seu passado é a parte mais cômica desse retorno. Ter que lidar com a culpa, problemas nos negócios e na família já era complicado, acrescentar à lista Liam desmemoriado é demais, até mesmo para Fallon. Só espero que essa história de amnésia não dure muito tempo. Queremos nosso casal de volta! 

A mansão da família sempre foi palco de muitos eventos e escândalos, mas ninguém sabia que também era o tumulo de duas pessoas. Quer dizer, mais ou menos. A obsessão de Adam por Fallon colocou toda família em maus lençóis com a mídia e a polícia. Ele sabia o que poderia ter no fundo do lago, e ainda assim foi com seu plano até o final. Além disso, Adam conseguiu prejudicar seu pai duas vezes. Então questiona-se, a troca dos corpos foi realmente um acidente ou foi intencional? 

Nova temporada de Dynasty traz novas dinâmicas para os personagens

Dominique praticamente ocupa a posição que Alexis deixou disponível. Ela está decidida a tirar vantagem e lucrar com a queda de Blake. Não nega o sangue que tem e prova isso fazendo um jogo duplo. Ela, por enquanto, consegue enganar Blake e seus filhos, mas até quando? O plano de Jeff em incriminar Adam seria perfeito, se não fosse a traição de sua mãe. Dominique é esperta, mas ganhou um rival à altura. A nova Cristal é muito mais decidida, sabe se impor e deixou claro que Dominique deve ficar de olhos abertos. 

Falando na Cristal 3.0, não faltaram brincadeiras sobre a troca da atriz. De forma bem-humorada, o roteiro estava cheio de indiretas. A atriz Daniella Alonso parece bem à vontade no papel. É claro que estamos lidando com uma transição não só da atriz, mas também de tom da personagem. Resta saber se a cada temporada teremos uma nova Cristal. 

Além disso, o final da segunda temporada realmente foi decisivo para mudar a dinâmica da trama. Anders quem diria, finalmente reconheceu que a mansão Carrington é um lugar tóxico e se afastou de tudo para iniciar um nova capítulo de sua vida. Ainda que seja como empregado de Sam. Esses dois formam uma ótima dupla, e para Sam é bom ter alguém por perto que coloque seus pés no chão.

A traição de Kirby também foi decisiva para mudar seu destino. Como dona da editora será que ela vai conseguir ter sucesso trabalhando sozinha, ou vai pedir ajuda a Fallon? Culhane acabou sendo preso graças a Blake. Não será surpresa se ele conseguir sair com um plano de vingança contra seu ex-chefe. 

A sentença dos Carringtons e a briga pelo poder em Dynasty 

Blake está preso, e se dividir cela com Culhane não é karma, é golpe mesmo. Sempre é interessante ver alguém como Blake ganhar um choque de realidade num ambiente como uma prisão. Culhane jogou sujo e conseguiu se livrar da prisão e manter seu rival preso. Mas é claro que Blake não vai cair sem brigar.  

Além disso, outra que precisou lidar com a justiça foi Fallon. O preço de sua sinceridade sobre o caso Trixie serão algumas horas de serviço comunitário. Mas ela está mais preocupada em fazer Liam relembrar tudo que viveram. O problema é que Laura, a sogra megera, está por perto e uma ordem de restrição pode dificultar as coisas para Fallon. 

O nome Carrington é sinônimo de poder, e disso nós sabemos. E se tem uma coisa que todos querem nessa série é poder! Cristal apressou logo o casamento com Blake para ter mais poder, não só contra Dominique, mas também contra Adam. Ela agora não pode testemunhar contra o marido, como também ganha mais vantagem contra seus inimigos.  

Enquanto isso, Sam e Anders fazem uma descoberta histórica no hotel. Mas o que seria um bom negócio se torna uma dor de cabeça envolvendo um antigo pintor homofóbico que pode acabar arruinando a inauguração do hotel de Sam, agora que ele convocou a mídia sobre sua descoberta, sem antes saber a biografia do artista.

Enfim, em geral, tivemos um bom retorno mostrando cada um fazendo sua jogada na busca pelo poder e lidando com as consequências de seus atos. A dinastia Carrington está mudando, resta saber quem assumirá o poder! 

cw.com

Nota do Episódio7.5
Review dos episódios 3x01 e 3x02 de Dynasty, intitulados "Guilt Trip to Alaska" e "Caution Never Won A War".
7.5
Tags Dynasty
Yuri Alves

Yuri Alves

Bacharel em Direito, fascinado pelo universo dos heróis e um viciado por séries e filmes. Sou um escritor a procura do meu espaço. Amante dos livros e da boa música. A série da minha vida , The OC. No Mix, sou responsável pelos textos de algumas séries como, The Defenders, Dynasty, Blinspot , Ozark entre outras. Quando não estou no cinema ou maratonando uma série estou me aventurando na cozinha.

No comments

Add yours