Crítica: 3×01 de Killing Eve destacou consequências e chocante morte

Critica Killing Eve 3x01

Preparando o terreno, a série mostrou como os personagens estão lidando com tudo…

Finalmente, Killing Eve está de volta, após o final explosivo da segunda temporada temporada. Passando-se pouco tempo depois, a estreia da terceira temporada mostrou como os personagens estão lidando com tudo.

Villanelle

Como era de se esperar, Villanelle iria fazer algo extravagante e que beira a loucura. Para lidar com a “morte” de Eve, ela decide se casar com uma mulher que conheceu em um aeroporto. Toda a cena é quase inacreditável, mas por conhecer Villanelle, é algo que todos esperam. Além disso, o casamento acaba virando uma briga generalizada quando Dasha aparece de surpresa e Villanelle a ataca.

Dasha era uma assassina profissional dos doze e treinou Villanelle, se tornando quase que uma figura materna. A interação das duas também explica muita coisa sobre o comportamento de Villanelle, a maneira que ela vai de um diálogo normal para briga, em segundos. Por exemplo.

Dasha quer que Villanelle volte para o trabalho, mas ela diz que só aceita se for como uma guardiã e não uma assassina.

Continua após a publicidade

Esse diálogo mostra como os doze é uma sociedade fria e disposta a matar até mesmo seus melhores membros. Dasha, que está lá desde 1974, só vai ganhar liberdade para voltar para sua terra natal se Villanelle retornar ao trabalho. E Villanelle precisa matar mais pessoas se quiser que sua proposta de ser uma guardiã seja considerada.

Assim, o lado sombrio da vilã vem a tona na cena em que ela mata a mulher na loja… Por alguns segundos temos a impressão de que ela não vai fazer o serviço, porém, no fim do dia, ela é uma psicopata e o que ela quer sempre vai ser mais importante.

Eve

Como era de se esperar, Eve está completamente devastada, trabalhando na cozinha de um restaurante para evitar ao máximo o contato com outras pessoas, vivendo a base de junk food e vinho. Tudo o que aconteceu, matar uma pessoa, ser baleada, entre outras coisas, quebrou Eve e até seu comportamento.

Na cena em que ela fala a verdade para um dos cozinheiros sobre a suposta namorada dele. Ali, vemos como Eve não tem mais a mesma paciência de antes e isso é só um pequeno detalhe.

A questão sobre Eve é saber até onde ela está disposta a se afastar, agora que toda a operação está suspensa é mais fácil, mas até quando Villanelle vai ficar inativa? Ou o que ela vai fazer quando os problemas aparecerem na sua porta?

Carolyn

Também vimos como o MI6 está lidando com a situação, portanto, Carolyn precisa “pagar” por ter quebrado tantas regras enquanto lidava com Villanelle, outra pessoa tomou o comando de sua operação e ela se tornou a criança pega pela mãe fazendo bagunça e que agora vai ficar de castigo.

Carolyn é o personagem que lida com “o que é certo e o que é necessário” e isso fica bem claro na discussão com seu filho, Kenny, onde os dois sabem que o que fizeram foi errado, mas no momento era o necessário e por isso conseguem funcionar de uma maneira quase disfuncional.

Tarde demais para voltar atrás?

Outra pergunta importante é: agora que todos olharam por trás da cortina, eles podem esquecer ou ignorar? Kenny, mesmo com um novo emprego de jornalista, não consegue deixar os doze de lado e continua verificando transferências bancárias.

E do outro lado, os doze que sabem como esse grupo provavelmente descobriu alguns segredos sobre eles, porém eles vão deixar isso para lá?

De acordo com o episódio, não. Por saber demais, Kenny é assassinado, talvez por um membro dos doze. Eve encontrando o corpo foi a cereja em cima do bolo. A cena foi forte e triste, uma vez que o personagem era querido pelos fãs.

Eve, assim, soube em primeira mão que mais pessoas vão vir atrás dela, não apenas Villanelle. Então como ela vai lidar com isso?

Depois de praticamente fazer um reboot com a série, Killing Eve mostrou em que situação os personagens estão e irá trabalhar as histórias de seu terceiro ano a partir daí.

Obs.: Não sabia que me importava tanto com o Nico até ver ele no hospital.

Obs. 2: Villanelle e seus disfarces sempre vão alegrar meu dia.

E vocês, o que acham que acharam do retorno da série? Deixem nos comentários. Além disso, acompanhem a TAG de Killing Eve aqui no Mix de Séries para saber de todas as novidades.

Abaixo, o vídeo do promocional do próximo episódio.

 

Nota do episódio8
Crítica do primeiro episódio da terceira temporada de Killing Eve, exibido nos Estados Unidos pela BBC America e intitulado Slowly Slowly Catchy Monkey.
8
Avatar

Leonardo Souza

Séries, animes e cartoons.

1 comment

Add yours

Post a new comment