Crítica: 3×07 de Killing Eve entregou um episódio que mudou tudo

critica killing eve 3x07

Novas dinâmicas em Killing Eve

Agora que Villanelle foi “promovida” em Killing Eve, ela tem reuniões diretas com os membros dos Doze. Nesse caso, a reunião é com Helene e uma outra assassina, Rhian. Elas têm essa interação estranha sobre como uma mataria a outra, mas, ao mesmo tempo, Helene mostra uma forma de compaixão por Villanelle.

Nessa temporada já tivemos os diálogos entre Dasha e Villanelle, as duas são psicopatas e vão de zero a cem em segundos. Essa cena é exatamente isso, o que torna mais divertido. Principalmente com Villanelle falando que mataria Helene usando uma cadeira pequena.

E no fim, Helene diz que Villanelle não conseguiria matá-la. Isto pode significar que Helene era uma assassina como Villanelle ou que os altos membros dos Doze não são tão indefesos.

Buscando a verdade e lidando com os sentimentos

Carolyn está empenhada em descobrir se Paul está trabalhando com os Doze e, com a ajuda de Mo, nada vai ficar no seu caminho. O diálogo com Eve também é muito interessante, e as duas perderam muita coisa desde que começaram essa trama. Agora, por motivos diferentes, não podem desistir.

Continua após a publicidade

Por estarem no caminho certo, Os Doze precisam parar a operação do MI6 e o alvo vez é Mo. A nova assassina, Rhian é a responsável por fazer o serviço. Carolyn tenta manter a calma após descobrir que ele está morto, mas a soma de tudo o que aconteceu e com um empurrão de Geraldine, Carolyn finalmente exibe uma reação em frente de outra pessoa.

O “surto” de Carolyn serviu para humanizar um pouco mais a personagem e tirar essa ideia de ser uma pessoa fria.

Tão perto, mas tão longe

Konstantin viu seu plano desabar quando Irina atropelou o padastro. Agora, com a filha em uma hospital psiquiátrico, ele não pode fugir e precisa voltar para fingir que está tudo bem. Voltando para casa, Konstantin têm outra situação ruim com Geraldine, falando como ele é uma pessoa ruim e que deseja sua morte.

Todo o arco de Konstantin durante a temporada foi uma construção de algo bom, porém tudo desmorona diante dos seus olhos e eu aprecio isso.

Chegando onde queria

Eve continua na sua busca por respostas e justiça, levando Bear e Jaime junto com ela, após o jornal ter sido revirado pela polícia. Os dois não têm o que perder e vão junto com Eve, mesmo que seja para fazer coisas ilegais.

Toda essa sequência serve para mostrar outra vez como Eve é uma personagem inteligente, Bear até menciona a genialidade dela em um diálogo. Eve consegue o endereço do último lugar onde Villanelle usou o cartão de crédito. E esse encontro é uma montanha russa de emoções.

De zero a cem em segundos

Nós sabemos que Villanelle não recebeu uma nova missão, assim, toda situação já é algum tipo de preparação para algo grande. Dasha e Villanelle tem um diálogo intenso sobre o que representam uma para a outra e ao mesmo tempo uma discussão onde Dasha diz que Villanelle vai morrer sozinha.

Após a discussão das duas, elas continuam a missão porque esse é o tipo de relação que elas têm. No campo de golf, Dasha começa com um discurso macabro sobre morte e a sensação de prazer quando você consegue ver a luz nos olhos da pessoa se apagar.

Dasha é uma personagem que me apeguei bastante, todas suas loucuras fizeram dela um personagem importante em apenas sete episódios.

Jogando tudo para o ar

Villanelle realmente queria se livrar de Dasha, após atacá-la, descobrimos que ela conseguiu convencer Konstantin a levá-la para Cuba e o plano estava acontecendo agora. Além disso, Eve também estava no local e acaba encontrando Dasha que revela ser a responsável por atacar Niko. Eve quase esmaga as costelas de Dasha, mas o socorro chega e ela foge.

Durante a fuga, Konstantin revela que foi ele que desviou o dinheiro e tem um ataque cardíaco. Que é uma soma de estresse e de todos os momentos durante a temporada em que alguém o esperava no escuro. No fim, não era apenas uma piada repetitiva.

Enquanto Konstantin está no chão, Villanelle diz que não quer ele morto, mostrando que se importa com ele, talvez Villanelle consiga algum tipo de redenção no final.

A sequência final é uma explosão de acontecimentos e consequências, Konstantin e Villanelle não podem mais voltar, Os Doze não vão perdoar isso. Eve surtando e abraçando seu lado “sombrio” e percebendo que Villanelle não tem mais ninguém, então vai usar essa oportunidade para trazer Villanelle de uma vez por todas para seu lado.

Killing Eve usou o penúltimo episódio para preparar o terreno para uma finale eletrizante.

O que vocês acham que vai acontecer na finale? Deixem nos comentários. Além disso, acompanhem a TAG de Killing Eve aqui no Mix de Séries para saber de todas as novidades.

Abaixo, o vídeo do promocional do próximo episódio.

Nota do episódio8
Crítica do sétimo episódio da terceira temporada de Killing Eve, exibido nos Estados Unidos pela BBC America e intitulado Beautiful Monster.
8
Avatar

Leonardo Souza

Séries, animes e cartoons.

No comments

Add yours